Viagem

Nem pensa em ir a Islândia? Você vai mudar de ideia com estes 7 motivos

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

23/11/2017 04h00

De país conhecido unicamente como a "terra da cantora Björk", a Islândia virou, nos últimos anos, um dos points mais desejados do turismo mundial. Isso porque a ilha nórdica abriga paisagens naturais simplesmente fantásticas, com cachoeiras, vulcões, lagos e montanhas que parecem saídos de um filme de fantasia. Tem vontade de ir pra lá? Abaixo, conheça os destinos islandeses que devem estar em seu roteiro. 

1. Cachoeira para ver "por dentro"

Leonid Andronov/iStockphoto
Imagem: Leonid Andronov/iStockphoto

A Islândia tem algumas das cachoeiras mais lindas do mundo. Uma delas é a Seljalandfoss, uma queda d'água com aproximadamente 60 metros de altura que forma uma espécie de cortina na frente de uma gruta na região sul do país. Os turistas entram na cavidade rochosa para ver a cachoeira caindo dentro de um espaço que lembra uma enorme boca. Para além da torrente, os viajantes veem paisagens rurais da Islândia e, ao final do dia, é possível enxergar, quase sempre, um fantástico pôr do sol. 

2. Você vai querer se molhar

Jerzystrzelecki/creativecommons.org/licenses/by/3.0/deed.en
Imagem: Jerzystrzelecki/creativecommons.org/licenses/by/3.0/deed.en

Para chegar até Seljalandfoss, os turistas cruzam a Rota 1, estrada com mais de 1.330 quilômetros de extensão que dá uma volta na Islândia. E esta mesma via passa perto de outra cachoeira fantástica do território islandês: a Skogafoss, com cerca de 60 metros de altura e um fluxo d'água estrondoso. Os visitantes podem subir uma escadaria com centenas de degraus e chegar ao topo da cachoeira, de onde conseguem admirar as paisagens da costa sul da Islândia. Prepare-se para se molhar ao chegar ao sopé da Skogafoss (mas, dada a beleza do lugar, o "incoveniente" vale a pena). 

3. Forças da natureza

Clry2/www.flickr.com/photos/clry2/9497845168
Imagem: Clry2/www.flickr.com/photos/clry2/9497845168

A Islândia tem uma área em sua região sudoeste que exibe uma paisagem repleta de gêiseres: um deles, batizado de Strokkur (na foto), faz jorrar água fervente a uma altura que chega aos 30 metros (e este espetáculo da natureza costuma ocorrer diversas vezes a cada hora). Vale a pena visitar o local nas primeiras horas do dia, quando a luz do sol cria um efeito surreal através do intenso vapor que marca o horizonte da região. 

Leia também

4. Aventura e aurora boreal

Rafael Mosna/UOL
Imagem: Rafael Mosna/UOL

Localizado relativamente perto da capital Reykjavik, o Thingvellir National Park é um dos destinos de ecoturismo mais populares da Islândia. Dentro de sua área, os viajantes encontram atrativos como o desfiladeiro Nikulasargja, a cachoeira Oxararfoss e o lago Thingvallavatn, onde turistas costumam mergulhar entre duas placas tectônicas. O Thingvellir National Park é também um excelente local de onde admirar as luzes da aurora boreal no território islandês. Por todos os seus atrativos, o local é considerado Patrimônio Mundial pela Unesco. 

5. Praias de babar

Olga_Gavrilova/iStockphoto
Imagem: Olga_Gavrilova/iStockphoto

Acredite ou não, a Islândia abriga lindas praias. Não são lugares que costumam oferecer condições ideais para quem gosta de nadar no mar, mas que, mesmo assim, encantam os visitantes com sua beleza. Talvez o destino litorâneo mais interessante do país seja Reynisfjara, uma praia areia de escura marcada por imponentes penhascos e formações rochosas aparecendo no meio do oceano. Trata-se de um local perfeito para grandes fotografias e que deve estar no seu roteiro pelo país nórdico. 

6. Capital fascinante

Getty Images
Imagem: Getty Images

A capital Reykjavik é o principal ponto de entrada para turistas na Islândia. E este centro urbano tem atrativos suficientes para entreter os visitantes por um par de dias. Se o clima não estiver muito frio, faça uma longa caminhada a pé pela cidade e visite locais como a linda igreja de Hallgrimskirkja (com uma arquitetura que lembra o pico pontiagudo de uma montanha), a vibrante via comercial Laugavegur e a casa de espetáculos Harpa (palco para algumas das melhores apresentações artísticas de Reykjavik). 

7. Turismo terapêutico 

Getty Images
Imagem: Getty Images

Um dos destinos turísticos mais célebres da Islândia é a chamada Blue Lagoon. Trata-se de uma área com águas geotermais onde o público vai para esquentar o corpo e bater longas horas de papo com amigos e familiares. A água do local é rica em compostos mineiras: acredita-se que ela seja benéfica para a saúde. Massagens e outros tratamentos de spa também são oferecidos no lugar. A Blue Lagoon fica a cerca de 45 minutos da cidade de Reykjavik.    

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem

Topo