Viagem

Bahamas: Conheça o resort para viajantes plus size no arquipélago

Divulgação/The Resort
Viajantes plus size também curtem as Bahamas Imagem: Divulgação/The Resort

do UOL, em São Paulo

30/10/2017 12h27

Depois de testemunhar algumas experiências constrangedoras que viajantes plus size passavam dentro indústria hoteleira, o empresário James King decidiu abrir o seu próprio resort no cobiçado arquipélago das Bahamas — justamente para esta clientela.

Veja também

"No meu primeiro dia trabalhando em um resort em Granada [no Caribe], uma mulher jovem sentou-se em uma das espreguiçadeiras e caiu. Todo mundo na praia começou a rir. No dia seguinte, eu estava no escritório e ouço gritos: ela estava muito nervosa porque o proprietário queria cobrá-la US$ 150 por destruição de propriedade do hotel", relembrou James à revista "People".

Reprodução/Facebook
The Resort, nas Bahamas Imagem: Reprodução/Facebook

"Eu achei aquilo uma loucura. Tentei convencer os donos que precisávamos de peças de mobiliário que não fossem de um plástico frágil, mas ninguém se importou. Então decidi que eu precisava fazer alguma coisa". Assim surgiu o "The Resort", na ilha de Eleuthera.

A proposta do local é oferecer o mesmo tipo de experiência relaxante e paradisíaca aos clientes plus size que pessoas de corpos dentro dos padrões socialmente aceitos têm acesso. Mas isso não quer dizer que o processo de concepção do local tenha sido tradicional: para colocar o "The Resort" em atividade, James levou quase uma década procurando pela área ideal, desenvolvendo móveis que deixassem seus hóspedes confortáveis e seguros, entre outras questões.

Reprodução/Facebook
The Resort, nas Bahamas Imagem: Reprodução/Facebook

"O maior problema que encontrei foi [o fato de que] ninguém faz peças sob medida para pessoas plus size. Precisávamos de camas que pudessem suportar até 680 kg, precisávamos de mobiliário de lounge e praia que não quebrasse. E isso apenas não existe. Então tudo o que temos aqui eu tive que desenhar e criar", afirmou à publicação. 

Hoje ele enxerga o local como um santuário. "[Os hóspedes] se conectam no território em comum. São pessoas que viveram vidas parecidas, enfrentaram os mesmos problemas e, de repente, sentem que boa parte dos estigmas se foram, porque ninguém os está encarando. Eles sentem que podem se identificar [uns com os outros]. Muitas pessoas que vêm aqui nunca se encontraram, mas depois da primeira noite juntos, parece que conhecem uns aos outros há anos". 

Reprodução/Facebook
Vista do "The Resort" nas Bahamas Imagem: Reprodução/Facebook

E o sucesso não está apenas no feedback dos clientes. "A resposta tem sido fenomenal. Eu estou [com a capacidade] lotada o ano todo e 10% são de clientes que retornam — o que é incrível quando você tem um negócio aberto há apenas dois anos", afirmou.

O resort tem capacidade para 24 hóspedes por vez. Para reservar todas as vagas e garantir privacidade, é preciso desembolsar US$16,4 mil — cerca de R$ 54 mil. 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem

Topo