Viagem

Hermanos queridos: veja dez destinos da Argentina que você deve visitar

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

28/09/2017 04h00

Apesar da intensa rivalidade no futebol, brasileiros adoram viajar pela Argentina. O país de Maradona, afinal, tem uma das capitais mais charmosas do mundo, lindas regiões vinícolas e paisagens nevadas de cair o queixo. Além disso, a nação vizinha abriga destinos menos explorados, mas que, mesmo assim, merecem ser conhecidos por quem gosta de entrar em contato com paisagens deslumbrantes. Abaixo, veja dez lugares imperdíveis para visitar em solo argentino. 

Parque Provincial Ischigualasto

Marcel Vincenti/UOL
Imagem: Marcel Vincenti/UOL


Localizado na província de San Juan, o Parque Provincial Ischigualasto é composto por paisagens que parecem pertencer a outro planeta. Seu terreno está recheado de enormes formações rochosas que, esculpidas pela ação dos ventos e chuvas, exibem formas exóticas, que lembram, por exemplo, um cogumelo, um submarino e até uma esfinge. E todo este cenário é cercado por paredões avermelhados que reforçam a aparência marciana do Ischigualasto. Tais paisagens podem ser vistas de perto pelos turistas, que percorrem o parque a bordo de veículos. E tem mais: é uma das jazidas fossilíferas mais ricas do planeta, onde, há décadas, cientistas vêm descobrindo carcaças de variadas espécies de dinossauros.

Salta

Eduardo Vessoni/UOL
Imagem: Eduardo Vessoni/UOL

A cidade de Salta, no norte da Argentina, é chamada carinhosamente de "La Linda". E o apelido não é exagero: o lugar é um dos centros urbanos mais belos e agradáveis do território argentino, recheado de lindas praças e edifícios históricos. Salta merece ser explorada a pé e, durante o passeio, o turista terá a chance de admirar monumentos como a Catedral Basílica (inaugurada no século 19), o Museu de Arqueologia de Alta Montaña (com uma das melhores exposições sobre a civilização inca na América do Sul) e a Plaza 9 de Julio, cercada por cafés e restaurantes. Também vale a pena pegar o teleférico e subir ao topo do Cerro San Bernardo, que oferece uma visão panorâmica da cidade.  

Tren a las Nubes

Eduardo Vessoni/UOL
Imagem: Eduardo Vessoni/UOL

Salta é usada como base para um dos passeios mais lindos de toda a Argentina: a viagem no "Tren a las Nubes" (Trem às Nuvens), que chega a 4.200 metros acima do nível do mar e, no meio de lindas paisagens montanhosas, atravessa uma das obras de engenharia mais impressionantes do século 20: o la Polvorilla, uma linha férrea que passa no topo de uma estrutura com mais de 60 metros de altura (na foto). Pessoas com vertigem devem tomar cuidado: dá frio na barriga ao olhar para baixo na hora em que o trem está cruzando o la Polvorilla (mas as fotos feitas durante a jornada tendem a ficar impressionantes). 

Mendoza

Marcel Vincenti/UOL
Imagem: Marcel Vincenti/UOL

A região de Mendoza é a meca do vinho argentino. Da cidade homônima, turistas podem começar tours que cruzam vinhedos à sombra da Cordilheira dos Andes, em passeios que misturam degustação de ótimos vinhos, refeições suculentas, ambientes românticos e paisagens de cair o queixo. Diversas das vinícolas da área são abertas a visitas turísticas, e elas estão concentradas principalmente nas regiões de Maipú (a 15 km da cidade de Mendoza), Luján de Cuyo (a 20 km de Mendoza) e Valle de Uco (a 80 km de Mendoza). Merecem uma visita a vinícola Familia Di Tommaso (instalada em um edifício de 1869) e a O.Fournier, instalada em um edifício ultramoderno no meio dos vinhedos (e que faz um ótimo vinho tempranillo).

Quebrada de Humahuaca

Eduardo Vessoni/UOL
Imagem: Eduardo Vessoni/UOL

A Quebrada de Humahuaca é uma área do norte da Argentina que fascina os turistas com suas montanhas coloridas. Uma das atrações mais famosas da região é o Cerro de los Siete Colores. Os viajantes costumam fazer longas caminhadas ao redor desta formação rochosa, para admirar, de diferentes ângulos, a paleta de cores natural que domina sua superfície. E o contato com a natureza não para por aí: na área também está o cânion Garganta del Diablo, que pode ser explorado em caminhadas um tanto desafiadoras. A Quebrada tem um aspecto isolado, mas oferece alguns centros urbanos bem agradáveis, como a bela vila de Tilcara (onde há boas opções de hospedagem e restaurantes) e Purmamarca.  

Ruta Nacional 40

Idobi_Creative Commons
Imagem: Idobi_Creative Commons

A Argentina tem uma das rodovias mais lindas do mundo, que deve ser explorada por quem gosta de fazer viagens de carro: trata-se da Ruta Nacional 40, que, com cerca de 5.100 km de extensão, cruza o país quase que de ponta a ponta, indo da província de Santa Cruz (no sul) até a fronteira com a Bolívia (no extremo norte). Neste trajeto, a estrada passa ao lado de lindas paisagens montanhosas dos Andes, de cenários pacatos como o lago Gutiérrez (na foto) e em regiões onde o viajante ficará sem ar por causa da altitude, como a área de Abra del Acay, situada a aproximadamente 5.000 metros acima do nível do mar. A Ruta Nacional 40 também é usada por quem vai a destinos populares como Bariloche e Mendoza.   

Parque Nacional Los Glaciares

Débora Costa e Silva/UOL
Imagem: Débora Costa e Silva/UOL

Localizado no extremo sul da Argentina, na região patagônica, o Parque Nacional Los Glaciares abriga um dos mais famosos cartões-postais da Argentina: a geleira Perito Moreno (na foto), com mais de 60 metros de altura. Na região também fica o Lago Argentino, que pode ser explorado em lindos passeios de barco, além da geleira Upsala. Além disso, turistas podem fazer lindos passeios pelos bosques patagônicos que marcam o Parque Nacional Los Glaciares e, lá, ter a chance de admirar um variada fauna, que inclui raposas e o cervo conhecido como huemul. No sul da Argentina, o turista também deve conhecer o monte Fitz Roy, uma das montanhas mais fotogênicas da América do Sul. 

Bariloche e arredores

AFP/Télam
Imagem: AFP/Télam

Bariloche e seus arredores podem consumir todos os dias das suas férias na Argentina. A área oferece uma infinidade de atividades para o turista, como estradas que proporcionam lindas viagens de carro entre lagos e bosques (como a Ruta de los Siete Lagos), caminhadas pelo Parque Nacional Los Arrayanes (um dos lugares mais lindos da região) e, indo um pouco mais longe, visitas às vinícolas que ficam nos arredores da cidade de Neuquén. Famosíssima, Bariloche é cercada por paisagens montanhosas impressionantes, cujos arredores podem ser desfrutados tanto no inverno (com atividades de neve, na foto) como em épocas mais cálidas do ano (quando os visitantes curtem o lago Nahuel Huapi e passeios a cavalo na natureza).   

Córdoba

Eduardo Vessoni/UOL
Imagem: Eduardo Vessoni/UOL

Córdoba é uma das maiores cidades da Argentina e tem um dos mais belos centros históricos do país. Aqui, um dos grandes prazeres do turista é caminhar pela Plaza San Martín e redondezas, onde estão monumentos como a catedral (cuja construção começou em 1577 e que exibe, em seu interior, pinturas do artista Emilio Caraffa), a Iglesia de la Compañia de Jesus (do século 17) e o Museu Provincial Marqués de Sobremonte, que ocupa uma das mais lindas edificações coloniais da cidade. Além disso, Córdoba tem uma numerosa população universitária, o que garante uma vida noturna bem agitada para o turista que está atrás de baladas.   

Buenos Aires

Getty Images
Imagem: Getty Images


Não poderíamos deixar de fora desta lista a capital da Argentina, que, além de ser a principal porta de entrada do país, é uma das cidades mais interessantes do mundo. Em Buenos Aires, não deixe de admirar os edifícios históricos que existem nos arredores da Plaza de Mayo, de enfrentar o divertido agito da via comercial calle Florida, de explorar as ruas charmosas de San Telmo e de curtir uma balada em Palermo. Se tiver vontade de provar uma carne em algum restaurante chique, a área de Puerto Madero é uma boa pedida. E, mesmo tomado por multidões de turistas, o Caminito (com suas edificações coloridas e shows de tango na rua) merece ser visitado.  

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo