Viagem

10 razões para África do Sul ser seu próximo destino de férias

Marcel Vicenti

Colaboração para o UOL

16/09/2017 04h00

Há voos diretos entre São Paulo e Johanesburgo com duração de cerca de nove horas. Para até 90 dias de viagem, turistas brasileiros não precisam de visto para entrar na África do Sul. E, depois que entram, fica difícil não se encantar. A chamada Nação Arco-Íris oferece uma enorme variedade de paisagens, que vão de praias selvagens a vinícolas de primeira, de trilhas entre montanhas a passeios nas vibrantes metrópoles. Abaixo, conheça atrativos do território sul-africano e decida: vale ou não vale a pena passar férias lá?

1. Safáris 
South African Tourism/Divulgação
Imagem: South African Tourism/Divulgação

O Kruger National Park é o local mais popular para fazer safáris na África do Sul. Mas o país oferece uma infinidade de outros lugares onde é possível ver a fauna africana. Um deles é o Madikwe Game Reserve, que fica ao noroeste de Johannesburgo e é uma das maiores reservas da África do Sul. Lá, turistas podem admirar de perto animais como leões, rinocerontes, guepardos, girafas e zebras. O Madikwe também conta com ótima infraestrutura hoteleira, com acomodações de frente para lugares por onde circulam animais (na foto). Já no parque Hluhluwe Imfolozi, que tem mais mais de 960 km², os visitantes encontram a maior população de rinocerontes brancos do mundo.

2. Vinícolas aos montes 
South African Tourism/Divulgação
Imagem: South African Tourism/Divulgação

A África do Sul tem mais de 600 vinícolas espalhadas pelo seu território, que produzem vinhos aclamados mundialmente. Um dos destaques é a região vinícola de Constantia, a mais antiga do país e localizada a cerca de 20 minutos do centro da Cidade do Cabo. A área oferece inúmeras opções de passeios por vinhedos e degustações, além de uma boa infra-estrutura hotelaria. Também merecem uma visita as vinícolas ao redor das charmosas cidades de Stellenbosch e Franschhoek, algumas com restaurantes onde os turistas podem harmonizar pratos deliciosos com os vinhos locais (prove o pinotage, símbolo da África do Sul).

3. Praias 
South African Tourism/Divulgação
Imagem: South African Tourism/Divulgação

Diversas praias da África do Sul são muito famosas entre os adeptos do surf. Para encontrar ótimas ondas no país de Nelson Mandela, vá até Jeffrey's Bay (que recebe campeonatos do circuito mundial) ou Ballito, localizada a cerca 40 km de Durban. Trata-se de um balneário com águas mais quentes, paisagens lindas e que também atrai muitos amantes do surfe. Além disso, é um lugar cheio de gente jovem e descolada. Mas se você estiver em busca de sossego, vale a pena ir até à região de Coffee Bay, na área como Wild Coast (na foto): é um balneário ainda pouco explorado –tanto por turistas quanto por sul-africanos– e que se mantém conservada e bela.

4. Baleias à vista 
South African Tourism/Divulgação
Imagem: South African Tourism/Divulgação

A partir das cidades litorâneas de Hermanus e Gaanbai, turistas podem admirar, principalmente entre junho e novembro, baleias nadando nas águas da região. Trata-se de um período de reprodução destes animais e, muitas vezes, é possível enxergá-los desde a costa, sem a necessidade de pagar um passeio para presenciar o espetáculo (mas há a possibilidade de pagar a ida de barco, que chega mais perto dos mamíferos). E se você quiser mais aventura, saiba que, na África do Sul, dá para entrar no mar dentro de gaiolas e ficar cara a cara com os temidos tubarões-brancos.

5. Parques Nacionais 
South African Tourism/Divulgação
Imagem: South African Tourism/Divulgação

O África do Sul está recheada de parques nacionais, onde o turista pode entrar em contato com as paisagens deslumbrantes e a extensa fauna que existe no país. O West Coast National Park (na foto, que fica perto de Cidade do Cabo), por exemplo, é marcado por uma linda lagoa azul, campos cobertos por flores e mirantes para o Oceano Atlântico –ideal para caminhadas. Já o Tsitsikamma National Park também tem trilhas que passam por fantásticas paisagens litorâneas. E o Table Mountain National Park, por sua vez, é onde fica a Table Mountain, montanha que é símbolo da Cidade do Cabo e acessível a turistas: de lá de cima, você terá algumas das visões mais lindas da sua viagem. 

6. Fenômenos da natureza 
South African Tourism/Divulgação
Imagem: South African Tourism/Divulgação

Localizada ao norte da Cidade do Cabo, a província de Northern Cape é palco para um dos fenômenos mais bonitos da África do Sul. É lá que ocorre, geralmente entre o final do inverno e o início da primavera, a florada de Namaqualand (na foto), quando uma região árida é quase que completamente coberta por lindas flores de variadas cores. E ainda é possível ver antílopes circulando sobre esse terreno que parece um quadro. Para que o fenômeno ocorra com toda a sua beleza, é preciso que o inverno sul-africano (que acontece na mesma época do brasileiro) tenha sido bastante chuvoso.

7. Johannesburgo 
South African Tourism/Divulgação
Imagem: South African Tourism/Divulgação

Principal porta de entrada da África do Sul, Johannesburgo, com seu excesso de cimento na paisagem, não parece muito atrativa à primeira vista. Mas vale a pena passar alguns dias na maior cidade sul-africana. A metrópole abriga regiões como a elegante Sandton (ideal para compras e alta gastronomia) e Maboneng, com barzinhos descolados, galerias de arte e que, aos domingos, sedia a popular feira gastronômica e cultural Market on Main. E há a visita quase obrigatória ao bairro de Soweto, famoso por ter sido um foco da luta pela liberdade no período do Apartheid. No local fica a  Vilakazi Street¸ única rua do mundo onde viveram dois vencedores do Prêmio Nobel da Paz: o arcebispo emérito Desmond Tutu e Nelson Mandela.

8. Cidade do Cabo 
South African Tourism/Divulgação
Imagem: South African Tourism/Divulgação

A Cidade do Cabo é a mais famosa cidade da África do Sul: trata-se de um destino cercado por paisagens naturais deslumbrantes (como a fantástica Table Mountain) e que oferece ótima gastronomia e vida noturna divertida. Um passeio obrigatório para se fazer por lá é o V&A Waterfront, uma área à beira-mar revitalizada recheada de restaurantes, bares, lojas de artesanatos e que oferece listas vista para o oceano –e se, a intenção for cair na gandaia, vá para a Long Street, umas das áreas mais boêmias da Cidade do Cabo. E a metrópole é um ótimo ponto de partida para visitar outros atrativos sul-africanos, como as vinícolas que ficam nos arredores de Stellenbosch.

9. Cavernas e esportes radicais 
Face Adrenalin/South African Tourism
Imagem: Face Adrenalin/South African Tourism

A África do Sul tem um região conhecida como Rota Jardim, que abriga florestas, reservas naturais, praias, montanhas e lagos. É um recanto para atividades ao ar livre, programas de aventura e práticas de esportes radicais. Na área é possível, por exemplo, explorar as fantásticas cavernas, fazer aulas de surfe em Jeffrey's Bay e se divertir com rafting, tirolesa e paraquedismo. Um dos destaques da Rota Jardim é o bungee jump feito da ponte Bloukrans Bridge (na foto), localizada perto da cidade de Plettenberg Bay. Mas é só para os corajosos: o salto é feito a partir de uma altura de mais de 200 metros, tudo cercado por uma vista deslumbrante.

10. Histórias do Apartheid 
South African Tourism/Divulgação
Imagem: South African Tourism/Divulgação

É possível conhecer diversos locais que remetem à época do Apartheid na África do Sul. Além do bairro de Soweto, em Johannesburgo (símbolo das lutas contra a segregação racial no país), turistas têm a chance de visitar a ilha de Robben (na foto), que abriga um cárcere que por anos aprisionou Nelson Mandela (antes de ele se tornar presidente sul-africano, em 1994). Visitas à prisão são organizadas desde a Cidade do Cabo. E em Johannesburgo há o Museu do Apartheid, que também apresenta um relato completo e tocante desde período da história sul-africana.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo