Viagem

UOL testou: estádio de SP ganha rapel com altura de prédio de 13 andares

Denise de Almeida

Do UOL

14/07/2017 04h00

Esqueça a ideia de que a final de um campeonato de futebol é a maior adrenalina que um estádio pode oferecer. Que tal descer pendurado em uma corda desde o teto de uma arena até o gramado -- em uma altura equivalente a um prédio de 13 andares?

Neste sábado (15) será inaugurado um rapel dentro do Allianz Parque, em São Paulo. A experiência começa acessando a cobertura do estádio, a 40m de distância do chão. Quem topar encarar o desafio vai precisar, além de deixar de lado o medo de altura, desembolsar a partir de R$ 220 para fazer o novo "Tour Radical" que o espaço oferece.

Divulgação
A partir de 15 de julho, visitante poderá fazer rapel no estádio Allianz Parque, em São Paulo Imagem: Divulgação

Até chegar no ponto do rapel, acima do setor Gol Norte, o visitante passa por trás do telão do campo e cruza passarelas e escadas que podem dar uma certa vertigem aos marinheiros de primeira viagem, mas que também oferecem uma vista privilegiada de todo o campo. Seja pelo medo ou pelo visual, é um momento de tirar o fôlego.

O que estou fazendo aqui?

Quando finalmente chega sua vez, instrutores ajudam o participante a vestir a cadeirinha em que a descida é feita e todo o equipamento de segurança -- que inclui capacetes, luvas, mosquetões (aqueles anéis por onde as cordas passam, sabe?) e tudo para te prender da forma mais apropriada. Em seguida, demonstram a posição correta e mostram como o rapel funciona.

Denise de Almeida/UOL
É o visitante quem controla a descida de rapel no Allianz. Dá até para parar e fazer selfies no caminho Imagem: Denise de Almeida/UOL

Para quem nunca se arriscou neste esporte, caso desta repórter, a etapa mais difícil certamente é pular as grades rumo ao precipício que surge à sua frente. Mesmo sabendo que todo equipamento irá te prender lá no alto até que você destrave a corda, é nesta hora que o clichê "o que estou fazendo aqui?" passa pela sua cabeça. É hora de respirar fundo e reunir toda sua coragem.

É o próprio aventureiro quem controla a descida, por meio de uma alavanca que permite escolher a velocidade em que o rapel acontece. Dá até pra parar no meio do trajeto, pegar o celular no saquinho de segurança que o instrutor te deu e fazer aquela selfie, com o gramado e arquibancadas ao fundo.

A descida chega ao fim com seus pés no gramado -- e a sensação de vitória.

Brinde com o ídolo

O estádio também promete novas experiências para os visitantes. Um tour pelos bastidores (a partir de R$ 55) visita vestiários, camarotes, a antiga estrutura do Parque Antártica e o gramado, entre outros, com direito até mesmo a foto com o troféu da Taça Libertadores.

Para os palmeirenses, há opções que serão lançadas nos próximos meses, ainda sem preços e datas definidas. O "Soccer Experience", por exemplo, permite jogar no gramado sob o comando de ídolos do clube no papel de treinadores. Já o roteiro "Saideira" terá um bar temático ao lado do gramado, onde torcedores e ex-atletas podem brindar, conversar e relembrar jogadas clássicas. Os ingressos para todos os passeios poderão ser comprados pelo site.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo