Viagem

Quer visitar cenário do clipe de Anitta? 8 dicas para aproveitar o Marrocos

Reprodução/Instagram Anitta
Anitta e Pablo Vittar gravam clipe no Deserto do Saara, no Marrocos Imagem: Reprodução/Instagram Anitta

Amanda Serra

Do UOL, em São Paulo

24/06/2017 04h00

Anitta escolheu como cenário de seu novo clipe "Sua Cara", música que gravou com a cantora Pabllo Vittar e o grupo Major Lazer, o Marrocos, mais especificamente o Deserto Saara.

Mas como nem tudo são flores, em alguns vídeos divulgados no seu perfil do Instagram, a cantora revelou alguns perrengues que passou por lá. Entre eles estão: o calor, a dificuldade de se comunicar em inglês e espanhol com a população local, o fato de ter sido obrigada a caminhar a pé no escuro, pois o carro utilizado pela equipe não conseguiu subir um dos morros, além da distância percorrida para chegar ao deserto. Foram cerca de 10 horas de viagem entre as montanhas, em uma estrada com apenas uma pista.

Reunimos aqui algumas dicas sobre esse país africano, caso você se empolgue com o clipe e escolha o Marrocos como destino das próximas férias. 

1. Prepare-se para dificuldades com o idioma

Amanda Serra/Arquivo Pessoal
Imagem: Amanda Serra/Arquivo Pessoal

Por conta dos turistas, a população local aprendeu a se comunicar em inglês e em espanhol, no entanto, os diálogos costumam ser limitados e compostos por frases prontas. Caso deseje uma conversa mais eficaz, tenha na ponta da língua o francês ou o árabe.

2. Busque indicações

Quer aproveitar sua estadia no Marrocos com tudo quem tem direito e passar uma noite no Deserto do Saara? Contrate um bom guia e feche um pacote capaz de garantir o mínimo de conforto nas areias - com direito a banheiro (banhos não estão inclusos), colchão confortável, cobertores, travesseiro, jantar e café da manhã. Nesse caso a indicação vale ouro. Diversos grupos disponibilizam reviews no Facebook sobre agências locais, um deles é o Classificados Dublin.

3. Eles cobram por quase tudo

Amanda Serra/Arquivo Pessoal
Imagem: Amanda Serra/Arquivo Pessoal

Antes de pedir alguma ajuda, como informações ou ajuda com malas, é bom saber que basicamente tudo no país costuma ser cobrado, até mesmo pequenas instruções. 
Costuma ser uma prática comum nos comércios, nas ruas, nas vielas e na Praça Jemaa el-Fna em Marrakech. Se quiser garantir a informação "free", prefira fazer isso nos hotéis ou com guias contratados. Muitas vezes um suporte não sai por menos do que 50 euros, o equivalente a R$ 187.

4. Fotos também são cobradas  

Assim como em outros países e atrações turísticas, fotos com animais locais, como macacos e cobras, também são cobradas. Lembre-se disso antes de fazer uma selfie.

5. Aprenda a falar "não, obrigado" em outros idiomas

Amanda Serra/Arquivo Pessoal
Imagem: Amanda Serra/Arquivo Pessoal

Saber dizer ‘não’ em árabe (a pronúncia é ‘la la la’) é importante, já que a oferta de produtos por vendedores nas ruas é pesada e você não conseguirá andar tranquilamente sem ser assediado, principalmente em Marrakech. Há desde anúncios de restaurantes, passeios para o deserto, roupas, sapatos e outros objetos. Alguns também tentarão barganhar alguma peça ou acessório seu em troca de algum produto local. Dizer "Não, obrigado" em inglês e francês (idioma do país) também funcionam, mas em árabe, o efeito é mais eficaz.

6. Há muita tatuagem de henna

Se você sempre quis uma tatuagem de henna, esse é o seu momento. A oferta delas é gigantesca e muitos artistas chegam simplesmente desenhando em sua mão (sem a sua permissão).

7. Cuidado com a alimentação

Amanda Serra/Arquivo Pessoal
Imagem: Amanda Serra/Arquivo Pessoal

Prefira tomar somente água mineral. O país não possui sistema de saneamento básico e a contaminação costuma provocar infecções graves nos turistas.

8. Prepare-se para a jornada até o Saara

Ah, o percurso até o Saara é lindo, longo e repleto de curvas sinuosas. São cerca de quase 12 horas de estrada partindo de Marrakech, portanto é bom se prevenir. Tenha a mãos itens como um remédio contra enjoos, um rolo de papel higiênico (para emergências!), lanchinhos e, claro, água para hidratar!

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo