Viagem

Sonho de hipocondríaco: homem passa mal e é socorrido por 20 médicos em voo

Reprodução/NBCNews
Tom, aqui ao lado da esposa, passou mal no melhor lugar possível Imagem: Reprodução/NBCNews

Do UOL, em São Paulo

14/03/2017 17h11

"Existe algum médico aqui?" A pergunta clássica, que sempre fazemos ao encontrar alguém passando mal, teve um desfecho inusitado na última segunda-feira (13), quando os gritos de ajuda de uma mulher foram respondidos pelos 20 médicos que estavam viajando no mesmo avião em que ela e o marido.

Tudo começou quando Tom McCay, um coronel aposentado pela Força Aérea, passou mal durante um voo da Southwest Airlines entre Atlanta e Houston, nos Estados Unidos. Após começar a suar e ficar tonto, a última coisa que ele se lembra foi de ver sua esposa, Maggie, perguntar se estava bem.

Ao vê-lo desmaiar, ela começou a gritar por ajuda. O cirurgião oral Jeffrey Aycock--que estava sentado bem atrás do casal-- foi o primeiro a responder, seguido por 20 outros médicos. Aycock e cinco dos especialistas deitaram Tom nos assentos para que ele pudesse respirar melhor, conseguindo assim tomar seus sinais vitais e estabilizá-lo.

Os outros 15 médicos acabaram sem ter muito o que fazer, mas ficaram prontos para ajudar caso fosse necessário. No entanto, não foi apenas uma estranha coincidência que colocou todos esses profissionais médicos a bordo do mesmo avião que o casal: eles estavam voltando de uma conferência anual em Atlanta.

"Ele tinha um pulso forte, mas muito, muito baixo, pelo qual estávamos preocupados. Sabíamos, no entanto, que ele ficaria bem com por conta de sua pressão arterial estável", informou o Dr. Aycock.

"Como se Deus estivesse pairando sobre o avião"

Foram cerca de 10 minutos até estabilizar completamente o paciente. "Após desmaiar, eu podia ouvir as pessoas ao meu redor conversando e, gradualmente, conseguia ouvir mais e mais sobre minha pulsação baixa", disse Tom à NBC News.

A esposa, Maggie, disse que se sentiu bastante impotente, pois, apesar de trabalhar como enfermeira, não conseguiu tratar do próprio marido pelo nervosismo. "Eu só sinto como se Deus estivesse pairando sobre o avião com a quantidade de médicos lá. Nós nunca poderíamos reembolsá-los."

"O paciente desembarcou em segurança em Houston e foi recebido pelos médicos do local", informou a Southwest em um comunicado. "Estamos muito gratos pela ajuda fornecida por vários profissionais médicos para estabilizar o passageiro."

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo