Viagem

Medo de voar? "Porco terapeuta" ajuda passageiro a relaxar

Reprodução/Instagram/lilou_sfpig
Porquinha acalma passageiros nos Estados Unidos Imagem: Reprodução/Instagram/lilou_sfpig

Do UOL, em São Paulo

12/12/2016 12h33

Apostando na premissa de que ninguém consegue ficar estressado ao ter um animalzinho por perto, o Aeroporto Internacional de São Francisco (EUA) conta com um programa em que cachorros percorrem seus terminais na companhia de treinadores, entretendo os passageiros, desde 2013. Este mês, a equipe da Wag Brigade ganhou um novo membro: a porquinha LiLou.

O animal é o primeiro porco a ser certificado no Programa de Terapia Assistida Animal, feito pela Sociedade de São Francisco para a Prevenção da Crueldade contra os Animais.

Charmosa, LiLou tem as unhas pintadas de vermelho e ainda possui uma variedade de trajes, incluindo várias saias de tule. Ela também sabe truques, como cumprimentar as pessoas usando o focinho e tocar um piano de brinquedo. LiLou tem até sua própria conta no Instagram.

De acordo com o jornal USA Today, a dona de LiLou aprova seu "novo emprego". "Posso ver que ela está feliz mostrando seus truques e recebendo aplausos", diz Tatyana Danilova. "Ela traz emoções positivas para mim, visto que podemos fazer algo de bom para a comunidade e levar mais sorrisos de uma maneira não convencional".

Apesar dos cães serem bastante populares na tarefa, o aeroporto tem trabalhado para expandir os tipos de animais na equipe. "Quando descobrimos que LiLou estava sendo certificada e a conhecemos, sabíamos que isso tinha potencial", conta Doug Yakel, porta-voz do aeroporto.

Atualmente, até três membros caninos da Brigada Wag podem ser encontrados trabalhando ao mesmo tempo no Aeroporto Internacional de São Franscisco, durante os dias da semana. Mas, por enquanto, não há uma programação definida para LiLou. "Esperamos que ela venha ao menos uma vez por mês", disse Yakel, ressaltando que isso não impede visitas surpresas.

Outros programas

Reprodução/Twitter/CVG
Pôneis são usados para entreter passageiros Imagem: Reprodução/Twitter/CVG

O Aeroporto Internacional de São Francisco não é o primeiro a oferecer programas de terapia com outros tipos de animais. O de Cincinnati, por exemplo, tem pôneis para ajudar os passageiros a conter o estresse. Os chamados "unicórnios de terapia" foram fornecidos pela Seven Oaks Miniature, programa de terapia com cavalos, localizada nas proximidades de Ohio.

Ao contrário dos animais comuns", que não devem ser tocados enquanto trabalham, esses podem ser acariciados e abraçados pelos visitantes. Outros aeroportos têm lançado mão de música ao vivo e distribuição de pirulitos para aliviar o clima de tensão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem

Topo