Viagem

Veja 10 truques para driblar bactérias e outras sujeiras dentro do avião

Do UOL, em São Paulo

08/09/2016 18h40

Assim como qualquer lugar onde circulam muitas pessoas, a cabine de um avião carrega germes, bactérias e outras sujeirinhas que podem fazer mal para a nossa saúde.

Baseados em uma lista do site Business Insider, mostramos 10 dicas para te ajudar a ficar saudável durante uma viagem de avião. Confira!

Getty Images
Imagem: Getty Images

1 - Jamais beba água da torneira
Apesar de parecer um conselho exagerado (afinal, quem faz isso?) muitas pessoas vão ao banheiro da aeronave lavar as mãos ou escovar os dentes. É aí que mora o perigo. Em 2002, o The Wall Street Journal conduziu um estudo feito em 14 diferentes voos domésticos e internacionais nos Estados Unidos. Neles, foram coletados água da cozinha e também das torneiras dos banheiros.

O resultado? Uma longa lista de vida microscópica que você não gostaria de beber apareceu nas amostras, indo de Salmonella a Staphylococcus e passando ainda por minúsculos ovos de insetos. Tanta contaminação era a regra, não a exceção: quase todos os níveis de bactérias eram dezenas, e até centenas, de vezes acima dos limites impostos pelo governo norte-americano.

A Agência de Proteção Ambiental do país até fez um esforço para tentar resolver a questão, mas estudos realizados em 2013 revelaram que os níveis de bactérias não haviam mudado muito desde então. Melhor evitar.

Thinkstock
Imagem: Thinkstock

2 - Pense duas vezes
Apesar de grande parte do gelo usado no serviço de bordo vir de fornecedores externos, alguns aviões gigantes possuem a sua própria tecnologia de produção do produto, que utiliza a água guardada em tanques dentro da própria aeronave para fazer os cubos, conta uma matéria feita pela CNN.

Como são compartimentos pequenos, até para manter o avião com peso leve, eles precisam ser recarregados a cada parada nos aeroportos, onde os padrões de água podem variar muito. Melhor deixar a sua bebida na temperatura em que foi servida.

Getty Images
Imagem: Getty Images

3 - Enxoval não muito limpinho
Uma investigação feita pelo Daily Mail descobriu que as companhias aéreas mandam lavar os cobertores e travesseiros dos passageiros a cada cinco a 30 dias de uso. E esse material recém-higienizado, muitas vezes, acabam sendo colocado nos primeiros voos diários, deixando para quem embarca no início da noite as peças mais "rodadas".

De acordou com o jornal, a comissária de bordo Sara Keagle contou que, na classe econômica da companhia aérea em que trabalha, as peças são dobradas no final de cada voo e, em seguida, reutilizadas. Na dúvida, melhor trazer o seu próprio cobertor.

Getty Images
Imagem: Getty Images

4 - Limpe essa mão
Pode acreditar: essa é uma das partes mais sujas de um avião. Apesar de ser indicada para refeições, muitos pais aproveitam o apoio para trocar a fralda suja dos filhos. E, assim como no caso dos cobertores e travesseiros, a limpeza costuma ser feita uma vez ao dia.

Por isso, melhor levar um pouco de álcool gel em um recipiente de até 100 ml - como qualquer outro líquido que quiser levar na bagagem de mão - e você mesmo providenciar a limpeza da peça. Melhor prevenir do que remediar.

Getty Images
Imagem: Getty Images

5 - Prefira uma refeição quente
Em 2010, LSG Sky Chefs, Gate Gourmet e Food Group - três das maiores fornecedoras de comida de avião do mundo - foram pegas em um grande escândalo

Na época, representantes do Food and Drug Administration (FDA) descobriram baratas vivas, carcaças de baratas mortas "demasiado numerosas para contar", formigas, moscas, detritos, bactérias e funcionários que preparavam o alimento sem o uso de luvas dentro das instalações da empresas.

Embora muitas tenham melhorado os seus padrões, a aposta mais segura é optar por alimentos aquecidos, pois o calor acaba por matar a maioria dos germes indesejados. Não é hora de comer salada.

Getty Images
Imagem: Getty Images

6 - Evite as poltronas do corredor
Além de ser chato ter que ceder passagem toda vez que os companheiros de viagem quiserem se levantar, alguns cientistas afirmam que ficar sentado no assento do corredor aumenta o risco de ser exposto a germes, exatamente por ficar mais perto dos passageiros que estão indo e voltando regularmente do banheiro.

Além disso, como algumas pessoas tendem a tocar ou se segurar nas poltronas enquanto andam pelo corredor da aeronave, o risco de contaminação na região parece ser maior.

Getty Images
Imagem: Getty Images

7 - Use a ventilação de ar
Embora seja comum pensar que o uso das saídas de ar ajuda a disseminar a circulação dos germes, especialistas dizem que os filtros de ar da cabine capturam até 99,9% das bactérias e vírus presentes no local.

Exatamente por isso, os médicos recomendam ligar a ventilação acima de sua cabeça a uma pressão baixa ou média, contribuindo para criar correntes suficientes para manter os germes bem longe.

Getty Images
Imagem: Getty Images

8 - Santa hidratação
Soluções nasais possuem concentrações salinas suficientes para ajudar a trazer umidade ao seu nariz, aumentando o fluxo dos pelos minúsculos que bloqueiam a germes. Use e abuse delas.

Aproveite ainda para beber bastante água e prevenir a desidratação, que pode causar dores de cabeça, cãibras e fadiga. Como explicamos lá no início do texto, lembre apenas de trazer a sua própria garrafa de água, ou pedir uma fechada para o comissário de bordo.

Getty Images
Imagem: Getty Images

9 - O perigo mora na frente
Além da possibilidade de que o bolso do encosto do assento seja preenchido com qualquer coisa cujo destino seja o lixo (como guardanapos, embalagens e fraldas sujas), estudos do Departamento de Ciências Biológicas da Universidade de Auburn, nos EUA, revelaram que esta é uma das piores áreas para se colocar a mão, ao lado do braço da poltrona, uma vez que bactérias como a E. coli podem sobreviver neles por dias.

Ou seja: como é praticamente impossível não tocar nesses lugares, melhor tomar cuidado e evitar colocar a mão na boca, olhos e nariz, diminuindo o risco de uma possível contaminação.

Getty Images
Imagem: Getty Images

10 - Sem vergonha
Apesar de parecer indelicado, caso a pessoa ao lado esteja realmente doente, peça permissão para o comissário de bordo e troque de assento, se for possível e o voo não estiver lotado. Melhor prevenir do que remediar.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem

Topo