Viagem

Aeroporto escocês quer cobrar R$ 21 para deixar passageiro "furar fila"

Kim Traynor/Creative Commons
O número de passageiros nos terminais de Edimburgo deve crescer 10% neste ano Imagem: Kim Traynor/Creative Commons

Do UOL, em São Paulo

02/09/2016 10h18

A administração do aeroporto que serve a cidade de Edimburgo, na Escócia, acaba de anunciar um plano polêmico: pessoas que paguem 5 libras esterlinas (cerca de R$ 21) poderão passar na frente dos demais passageiros nas filas das cabines onde são inspecionados os documentos dos viajantes recém-aterrissados no local.

De acordo com os idealizadores do projeto, a medida teria a capacidade de diminuir o congestionamento de viajantes na chegada ao aeroporto escocês, que tem recebido cada vez mais gente. Espera-se que passem pelo local neste ano cerca de 12 milhões de pessoas, 10% a mais do que em 2015.

A ideia é criar um corredor e cabines de atendimento exclusivos para as pessoas que desembolsaram as 5 libras, mesmo que elas tenham chegado à área de controle de documentos depois de quem não pagou.  

Em um comunicado à imprensa, o porta-voz do aeroporto de Edimburgo disse que o plano irá "deixar a chegada de viajantes à cidade bem mais tranquila. Será uma questão de escolha [de querer pagar ou não para ter o benefício]".

O plano, porém, tem recebido várias críticas: em entrevista ao jornal "The Scotsman", um dos mais importantes da Escócia, o parlamentar escocês Alex Johnstone afirmou que a medida terá o efeito inverso: "o aeroporto de Edimburgo deveria estar mais preocupado em melhorar o trânsito para todos os passageiros, não só para aqueles que querem pagar um valor extra. Isso vai deixar a vida de alguns viajantes mais rápida, mas com certeza irá deixar mais lenta a movimentação dos passageiros que não pagaram as 5 libras".

O Twitter também foi usado para críticas. "Isso simplesmente não é britânico. Errado, errado, errado", reclamou, na rede social, o internauta Kenny Farquharson, em uma provável alusão à organização e ao respeito às filas pelos quais os britânicos são famosos. 

No aeroporto de Edimburgo, viajantes já têm a opção de pagar 4,99 libras para "furar as filas" dos controles de segurança antes do embarque nas aeronaves. E há outros aeroportos no Reino Unido que fazem coisas parecidas: em Gatwick, por exemplo, que serve Londres, o viajante pode pagar 12,50 libras (mais de R$ 50) e usar o "Premium Passport Control", que permite que ele passe, através de um corredor exclusivo, na frente de todo mundo no controle de passaporte. 

Ainda não há data para o plano "fura-fila" escocês entrar em vigor. 

E você? O que acha do plano do aeroporto de Edimburgo? Deixe sua opinião na área de comentários da matéria.  

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo