Viagem

Quer visitar a Síria? Este vídeo busca convencer turistas a conhecer o país

Do UOL, em São Paulo

01/09/2016 09h38

"Um país sempre lindo". Este é o slogan de um vídeo turístico que está circulando na internet e que mostra, com ágeis imagens aéreas e trilha sonora de música eletrônica, uma praia recheada de pessoas tomando sol, nadando no mar e pilotando jet skis.

Seria apenas mais um material promocional feito para encantar viajantes ao redor do mundo caso o território mostrado na gravação não fosse a Síria.

A filmagem teria sido feita pelo governo de Bashar al-Assad e foi colocada na página oficial do ministério do Turismo do país na última segunda-feira (29).

O litoral mostrado no vídeo está na região de Tartus, um território onde al-Assad ainda possui grande poder, no qual a Rússia (que ajuda o governo sírio em sua guerra contra o Estado Islâmico e outros grupos armados) tem uma enorme base naval e que é banhado pelas águas do mar Mediterrâneo.

Como qualquer pessoa que acompanha as notícias sabe, o cenário idílico exibido na filmagem está longe de representar a Síria atual, que vive uma guerra que pode já ter matado mais de 400 mil pessoas e gerou quase 5 milhões de refugiados. 

Tartus, por sua vez, foi recentemente alvo de uma série de ataques de homens-bomba que matou dezenas de pessoas. Os atentados foram assumidos pelo Estado Islâmico.  

KARAM AL-MASRI/AFP
O vídeo da praia contrasta com a destruição de muitas cidades sírias, como Aleppo Imagem: KARAM AL-MASRI/AFP

Mesmo com chuvas de bombas, uma profusão de ataques suicidas e as decapitações televisionadas que têm ensanguentado seu território, o governo sírio vem divulgando uma série de vídeos turísticos em sua página no Facebook para mostrar o que resta de beleza no país. O ministério de Turismo também afirma, em outro post, que o "número de visitantes estrangeiros na Síria aumentou 30% na comparação entre o primeiro semestre de 2016 com o mesmo período do ano passado". 

Muitos internautas, por sua vez, se revoltaram com a gravação da praia de Tartus divulgada no Facebook: "isso é uma piada de mau gosto?", perguntou o usuário Ares Kalogeropoulos. Mas houve quem se empolgou: "eu definitivamente visitarei a Síria quando a guerra acabar", afirmou o internauta Sheyi Iyehs Omis. 

O site oficial do ministério do Turismo sírio, por sua vez, continua a pleno vapor, com sugestões de passeios no centro histórico de Damasco (elogiada como uma das cidades mais antigas do mundo), fortalezas medievais e até o sítio arqueológico de Palmira, que esteve sob controle do Estado Islâmico até recentemente.

Governos do mundo inteiro, porém, não recomendam qualquer viagem à Síria neste momento.   

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem

Topo