Viagem

Comissária de bordo dá cinco dicas para evitar o famoso jet lag

Do UOL, em São Paulo

27/06/2016 17h40

O jet lag é conhecido como um transtorno do sono temporário, que acontece quando o relógio biológico do corpo está fora de sincronia com os sinais de um novo fuso horário durante uma viagem, por exemplo. E uma das profissões que mais sofrem com a situação são os comissários de bordo.

Para descobrir como esses profissionais lidam com o jet lag no trabalho, e ajudar os viajantes comuns a também fazerem isso, o "The Independent" conversou com Heather Poole, que é aeromoça e escreveu um livro sobre o assunto (“Cruising Attitude: Tales of Crash Pads, Crew Drama, and Crazy Passengers at 35,000 Feet”), onde dá dicas de como os funcionários das companhias aérea evitam esse efeito colateral. Separamos algumas delas.

Thinkstock
Imagem: Thinkstock

Beba água
Grandes voos podem fazer com que você fique desidratado. E, quando chega neste nível, o seu corpo acaba tendo dificuldade em se adaptar a um fuso horário diferente. Por isso, beber bastante líquidos é fundamental.

"No entanto, é melhor limitar a ingestão de cafeína, uma vez que ela pode afetar seus níveis de energia", ressalta a escritora.

Getty Images
Imagem: Getty Images

Tire uma sonequinha
Se tem algo que ajuda a melhorar quase que imediatamente os efeitos do jet lag é dormir. Segundo Heather, esse tipo de descanso é bastante comum na indústria aérea. "Costuma ser normal ver comissários de bordo descansando durante o voo, só que fora da visão do público", ressalta.

No entanto, não é uma boa ideia dormir logo após chegar ao destino, especialmente durante o período diurno. Isso porque o ideal é acostumar o seu corpo a dormir durante a noite local, para que ele sincronize o mais rápido possível com o novo fuso horário.

iStock
Imagem: iStock

Faça exercícios
"Ou simplesmente saia por aí tentando não adormecer no meio da tarde", sugere Heather. "Quando estou cansada, prefiro sair para caminhar, pois explorar um novo lugar faz maravilhas."

A recomendação é fazer exercícios por cerca de uma hora quando você está em outro fuso horário, fazendo com que seu corpo sinta cansaço e finalmente durma no horário certo de dormir.

Oxford Property Group/ Reprodução
Imagem: Oxford Property Group/ Reprodução

Deixe a luz entrar
Estar exposto a luz coloca a pessoa naturalmente em um estado mais desperto. Por isso, é interessante introduzir um pouco de luz no quarto no momento de levantar da cama.

"Deixar o televisor ou as cortinas ligeiramente abertas tornam o despertar um pouco mais fácil", ressalta Heather.

Shutterstock
Imagem: Shutterstock

Durma antes
"Ir para a cama mais cedo do que o normal ajuda a ter uma boa noite de sono. O ideal é ajustar isso de acordo com o fuso horário de seu destino, alguns dias antes da viagem", diz. No entanto, também dá para manter os horários com o qual está acostumado, tornando-o capaz de voltar para casa e retomar a sua rotina normal sem problemas.

"Isso pode significar jantar às 3h da madrugada no horário local, mas mantém seu corpo em um padrão de sono regular para quando você retornar para casa", lembra a comissária de bordo, ressaltando que o conselho é bastante útil no caso de viagens mais rápidas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo