Viagem

Homem que gritou 'jihad' durante voo é condenado a nove meses de prisão

Mel Evans/AP/Arquivo
Avião da United Airlines sofreu falso ataque terrorista Imagem: Mel Evans/AP/Arquivo

Do UOL, em São Paulo

06/04/2016 15h43

Um homem foi condenado a nove meses de prisão nos Estados Unidos por gritar a palavra "jihad" durante o voo, o que fez o avião da United Airlines retornar ao aeroporto.

De acordo com o site da FoxNews, o nova iorquino David Patrick Diaz, de 36 anos, declarou-se culpado por interferir no bom andamento da viagem, que partira de Dulles, na Virgínia, com destino a Denver, no Colorado, em março de 2015.
 
O homem foi contido por um grupo de passageiros depois de gritar e correr até a cabine dos pilotos, dizendo que havia algo no compartimento de bagagens do avião. Segundo o seu advogado, Diaz tem problemas com álcool e doenças mentais.
 
A meta dos promotores era uma sentença de 21 meses, mas um juiz da corte federal de Alexandria impôs nove meses de prisão durante a audiência realizada na última terça-feira (5). Diaz também foi condenado a pagar US$ 22 mil de multa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem

Topo