Viagem

Japão busca "ninjas" para entreter turistas em castelo histórico

Divulgação/Aichi Prefecture
Os candidatos ao trabalho precisam ter boas habilidades acrobáticas Imagem: Divulgação/Aichi Prefecture

Do UOL, em São Paulo

15/03/2016 15h58

Você é bom em fazer piruetas e outros movimentos acrobáticos? E que tal ser pago para mostrar suas habilidades vestido como uma das figuras históricas mais interessantes do Japão?

O governo da região de Aichi, no centro do território nipônico, está buscando seis pessoas que possam trabalhar como "ninjas" na área do castelo de Nagoya, uma construção que remonta ao século 17, que foi parcialmente destruída durante a Segunda Guerra Mundial e que hoje, depois de reconstruída, é uma concorrida atração turística em solo japonês.

Os contratados receberão 180 mil ienes por mês (cerca de R$ 6 mil) para entreter os turistas que visitam o castelo.

Para realizar tal tarefa, é preciso "ter boa forma física e saber realizar movimentos audaciosos", diz o anúncio do governo de Aichi. Habilidades com espadas e com a famosa "shuriken" (a pontiaguda peça de metal, também conhecida como estrelinha, que os ninjas jogavam contra seus alvos) também são necessárias.  

Os ninjas eram mercenários que, principalmente durante o século 15, realizavam assassinatos, sabotagens e atos de espionagem para os senhores feudais que comandavam territórios no Japão naquela época. Regiões próximas do castelo de Nagoya foram palco de muitas dessas ações. 

Os seis novos "ninjas", porém, terão uma missão mais pacífica. Eles deverão tirar fotos com turistas, simular movimentos de luta e dar alguns saltos mortais aqui e ali.

Ao contrário dos antigos ninjas, que atuavam com a discrição típica dos agentes secretos, "os candidatos devem gostar de ser o centro das atenções", disse à agência de notícias AFP Satoshi Adachi, membro do conselho de promoção turística de Aichi. Eles irão também trabalhar em outras áreas turísticas fora do castelo de Nagoya. 

Estrangeiros têm chances de conseguir algumas das vagas, visto que os "ninjas" precisarão falar inglês para interagir com turistas que são de fora do Japão. As inscrições estão abertas até o próximo dia 22 de março. Mais informações neste site: www.pref.aichi.jp/soshiki/kanko/aichi-ninja-bosyu.html

Creative Commons
Os "ninjas" irão trabalhar na área do castelo de Nagoya, região central do Japão Imagem: Creative Commons

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo