Topo

Viagem

Entrando numa fria? Piscina falsa diverte turistas em museu japonês

Reprodução/Leandro Erlich
Obra é coberta com uma fina camada de água de dez centímetros de profundidade Imagem: Reprodução/Leandro Erlich

Do UOL, em São Paulo

13/01/2016 13h07

Submergir em uma grande piscina sem molhar um único fio de cabelo já é possível no Japão. Graças ao trabalho do artista plástico argentino Leandro Erlich, os visitantes do 21st Century Museum of Contemporary Art, localizado em Kanazawa, podem ter a sensação de estarem submersos em um tanque de 2,79m.

Isso porque a piscina é coberta com uma fina camada de água - de apenas dez centímetros de profundidade, colocada na parte superior de uma folha de vidro. Desta forma, todos podem entrar na piscina vazia e observar o efeito da água ondulando de uma nova perspectiva.

Reprodução/Leandro Erlich
Roupas de banho não são necessárias nesta piscina Imagem: Reprodução/Leandro Erlich

Emoldurada por um deck de calcário, a piscina fake é parte da exposição permanente do museu. De acordo com o site oficial, o trabalho de Ehrlich tenta "minar os sentidos humanos" e ainda fazer as pessoas "entrarem em relacionamentos com espaços, aprendendo com a realidade."

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem