Topo

Viagem

Abra a mala! Vídeo mostra para onde vai comida confiscada em aeroporto

Do UOL, em São Paulo

07/01/2016 11h36

Quem já saiu dos Estados Unidos, e na volta tentou trazer algum quitute do local que visitou, provavelmente teve o alimento confiscado por algum funcionário do aeroporto. A dúvida é: o que acontece com aquela maçã suculenta, ou mamão maduro, depois que a peça é afastada de você?

Um vídeo produzido pelo Great Big Story, um site que se propõe a responder as pequenas questões da vida, mostra o destino dado aos alimentos proibidos de entrar em terras norte-americanas.

"Confiscamos todo este material, mesmo não sendo prejudicial para o ser humano", explica Ellie Scaffa, supervisora da alfândega do aeroporto John F. Kennedy, em Nova York. "Isso porque eles costumam prejudicar nossas plantas e animais".

No vídeo, Scaffa diz que, diariamente, eles costumam apreender entre 181 a 272 quilos de alimentos vindos do exterior. Abacates e mangas estão entre os mais confiscados, mas salames, balas e queijos também estão na lista.

Após uma rigorosa inspeção na busca por insetos nocivos, a maioria dos produtos frescos acaba em um grande moedor. "Fazemos isso para proteger a agricultura americana", diz a agente.

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem