Viagem

Vai curtir o Rock in Rio? Conheça atrações essenciais da cidade maravilhosa

Do UOL, em São Paulo

18/09/2015 07h00

Seja para ver a banda Metallica, dançar ao som da cantora Rihanna ou saber se gosta da versão especial do Queen, com o cantor Adam Lambert no lugar de Fred Mercury, milhares de turistas vão invadir o Rio de Janeiro para curtir essas e outras atrações do Rock in Rio 2015, que começa nesta sexta-feira (18).

Nada mais natural do que aproveitar a estada na cidade para curtir seus outros atrativos, que são muitos, por sinal. Animado? Vista uma roupa confortável, não esqueça de passar o protetor solar e descubra o carioca que há em você com este roteiro especial preparado pelo UOL Viagem. Confira!

Yasuyoshi Chiba/AFP
Imagem: Yasuyoshi Chiba/AFP

Um dos principais cartões-postais do Rio de Janeiro, o Cristo Redentor é visita obrigatória para quem passeia pela capital fluminense. A atração está localizada em uma área pertencente ao Parque Nacional da Tijuca e oferece uma visão magnífica, mostrando o mar, montanhas e prédios que cercam a Cidade Maravilhosa. Para chegar até os pés do Cristo o turista pode tomar o Trem do Corcovado, ir até o monumento de carro ou com vans autorizadas, que saem do Largo do Machado e de outros pontos da cidade. A dica é suspender o passeio caso o tempo esteja muito nublado, pois as nuvens atrapalham a visão da paisagem.

Alexandre Macieira/Riotur
Imagem: Alexandre Macieira/Riotur

Passear de Bondinho
Subir no Pão de Açúcar é outra das atividades obrigatórias para quem vai passear pelo Rio de Janeiro. Para chegar ao topo do morro é necessário tomar o centenário bondinho na Praia Vermelha, fazer uma parada no Morro da Urca e depois seguir até o cume do Pão de Açúcar, a quase 400 metros de altura. A vista lá de cima é uma das mais impressionantes da cidade. Depois, não perca a oportunidade de conhecer o tradicional bairro da Urca.

Getty Images
Imagem: Getty Images

Uma das mais conhecidas no mundo, a praia de Copacabana oferece excelente infraestrutura ao turista. Além de vendedores locais disponibilizarem o aluguel de cadeira e guarda-sol, existem diversos quiosques espalhados pelo lugar, bons restaurantes nas ruas vizinhas e muitos hotéis pelas redondezas. Apenas tenha cuidado com o mar, pois costuma ser agitado. O turista também pode se divertir caminhando pelo famoso calçadão de pedras portuguesas negras e brancas, observando alguns dos imponentes edifícios que adornam a avenida Atlântica.
 
Cezar Loureiro/ Agência O Globo
Imagem: Cezar Loureiro/ Agência O Globo
Imortalizada em um dos grandes sucessos de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, Ipanema é uma das praias mais concorridas do Rio de Janeiro. O comércio sofisticado de seus arredores e a beleza de sua paisagem (de um lado se vê o Arpoador e do outro, o morro Dois Irmãos) atraem para suas areias pessoas de todos os perfis e tribos. Nesse espaço, o turista pode observar artistas e jovens sarados no posto 9, frequentar um espaço abertamente gay no posto 8 e se divertir jogando futebol ou futevôlei. Os barzinhos que existem entre a orla e a Visconde de Pirajá são ótimas opções para um chope. 
 
Getty Images
Imagem: Getty Images
Localizado ao lado de uma das mais famosas praias da cidade, o Forte de Copacabana oferece um belo visual da cidade, com direito ao Pão de Açúcar ao fundo, além de muita história para o turista. Inaugurado em 1914 como ponto de defesa da Baía de Guanabara, o forte tem muralhas com 12 metros de espessura e abriga o Museu Histórico do Exército. Também possui uma das filiais da tradicional cafeteria Colombo, o Café do Forte.
 
Getty Images
Imagem: Getty Images
 
Após dois anos e oito meses fechado para reformas, o Maracanã manteve apenas sua fachada original, que foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. O restante da estrutura foi modificada, mas sempre vale a visita. Palco de diversos jogos clássicos do futebol brasileiro, o estádio sediou três partidas da Copa das Confederações, sendo uma delas a final do campeonato. A decisão entre Alemanha e Argentina, na Copa do Mundo de 2014, também aconteceu em seus gramados, assim como a de 1950 – na ocasião, a seleção uruguaia venceu o Brasil por 2x1. 
 
Alexandre Macieira/Riotur
Imagem: Alexandre Macieira/Riotur
 
Cartão-postal do Rio, a Lagoa Rodrigo de Freitas está cravada no coração da zona sul da cidade, entre os bairros de Ipanema, Leblon e Gávea. Nada mais carioca do que passear por suas margens, que têm 7,5 km de extensão, recheadas de natureza e cercadas por imponentes montanhas. No caminho, o visitante irá se deparar com quadras esportivas, ciclistas, pista de patinação, parques de diversão e diversos quiosques para tomar uma cerveja ou almoçar. Também é possível passear de pedalinho em suas águas.

Débora Costa e Silva/UOL
Imagem: Débora Costa e Silva/UOL

Relaxar e curtir a paisagem
Além de ser um lugar belíssimo e com um ambiente agradável para relaxar e curtir a paisagem, o Parque Lage é uma boa pedida para tomar um café da manhã ou da tarde. A construção original foi o Engenho de Açúcar Del Rei, que ficava às margens da Lagoa Rodrigo de Freitas. Atualmente, abriga a Escola de Artes Visuais do Parque Lage, que dispõe de uma biblioteca e auditório com capacidade para 150 pessoas.

Alexandre Macieira/Divulgação Riotur
Imagem: Alexandre Macieira/Divulgação Riotur

Pausa para mais fotos
Batizado oficialmente como Parque Brigadeiro Eduardo Gomes, o Parque do Flamengo - também conhecido como Aterro do Flamengo - ocupa uma área de 1.200.000 m² às margens da Baía de Guanabara. O projeto paisagístico do local tem a assinatura de Roberto Burle Marx e, em seu complexo de lazer, é possível admirar diversas espécies de árvores, jogar futebol ou passear de bicicleta. Prefira visitar durante o dia, pois quando escurece costuma ficar deserto, não sendo aconselhável no quesito segurança. O local dispõe de uma excelente vista do Pão de Açúcar e vale a pena a parada para algumas fotos no local.

Divulgação
Imagem: Divulgação

Um dos marcos na história da favela Santa Marta foi a visita de Michael Jackson em 1996, fazendo com que a comunidade ganhasse projeção internacional e começasse a ser lembrada por outros motivos além do tráfico e da pobreza. A figura do astro, que utilizou o local como cenário para o clipe da música “They Don’t Care About Us”, é bem marcante ali: deu nome à laje em que foi filmado o vídeo, ganhou em sua homenagem uma estátua de bronze em 2010, um painel de mosaico de pastilhas criado por Romero Britto, grafite em estêncil feito pelo artista da comunidade Swell, além de ser tema de suvenires das lojinhas de artesanato local. O ponto turístico oferece vista panorâmica da Zona Sul do Rio de Janeiro.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem

Topo