menu
Topo

Viagem


Veja 12 perguntas para fazer antes de alugar casa para temporada

Getty images
Alugar casa para férias pode ser mais divertido do que ficar em hotéis Imagem: Getty images

Carol Salles e Amanda Sandoval

Do UOL, em São Paulo

25/05/2015 07h30

Alugar uma casa para curtir as férias ou o feriado não é um bicho de sete cabeças, mas vale a pena se precaver contra furos e roubadas em geral. “Já ouvi histórias em que a família chegou e já havia outras pessoas na casa”, conta o advogado Dori Boucault, especialista em Direito de Consumidor e Fornecedor. Para sua viagem não dar dores de cabeça, listamos as perguntas que você deve fazer antes de fechar negócio.

1) É possível visitar o imóvel antes da locação?
A melhor maneira de se precaver contra furadas é, sem dúvida, fazer uma visita pessoalmente ao imóvel pretendido. “Algumas pessoas alugam casas que não existem ou que estão em reforma. Às vezes, as fotos são antigas e não refletem mais o estado atual do imóvel”, diz Boucault. Claro que nem sempre ir conferir de perto é possível. Nesse caso, uma opção é descolar um parente ou amigo que more no local e que se comprometa a fazer essa visita por você.

2) O corretor é confiável?
Se a transação estiver sendo feita via corretor de imóveis, cheque se ele tem registro no Creci (Conselho Regional de Corretores de Imóveis) local. “Já vi casos de gente que se passa por esse tipo de profissional. Eles tiram foto em frente da casa, colocam na internet e pedem dinheiro antecipado para o interessado”, alerta o advogado.

3) Haverá assinatura de contrato?
É sempre recomendável fazer um. Segundo o Procon, esse documento deve conter todos os pontos que tenham sido tratados verbalmente, discriminando datas e horários de entrada e saída, nome e endereço do proprietário, preço e forma de pagamento, local de retirada das chaves, tipo e número de cômodos, se há garagem etc. Caso o imóvel seja mobiliado, a descrição do seu estado de conservação e a relação de móveis e utensílios disponíveis também deve constar nesse documento, assim como uma política de cancelamento. O contrato deve ser assinado antes do pagamento do aluguel.

4) Posso levar meu animal de estimação?
Em geral, hotéis e pousadas não aceitam pets, ao contrário das casas de temporada, onde eles costumam ser bem-vindos. “Por conta disso, percebemos um aumento do número de viajantes que levam seus animais”, afirma Mariana Bastos, diretora-geral no Brasil do site AlugueTemporada, especializado em aluguel por temporada ao redor do mundo. No entanto, isso não é uma regra. Cheque antes de fechar negócio e informe ao proprietário que seu amigo de quatro patas estará presente também.

5) Quais gastos estão inclusos no valor do aluguel?
Despesas fixas, como luz, gás e água, geralmente já estão embutidas no preço da diária. Mas é importante se informar se há outros custos também inclusos - e o que terá que ser pago por fora. Serviços como cozinheira, faxineira e caseiro costumam ser cobrados por fora.

6) Quais serviços existem por perto?
Pergunte ao proprietário se há padarias, supermercados, bancos, hospitais, pontos de ônibus ou metrô nas redondezas, além de outros serviços que forem importantes durante a estadia. Tornou-se uma prática comum o proprietário deixar para o hóspede um miniguia local, informando tudo o que existe na região. Pergunte ao dono do imóvel escolhido se ele fará isso. 

7) Existem feiras livres ou boates próximas da casa?
Procure saber qual é rotina diurna e noturna da rua. Já pensou descobrir, em plena madrugada de sábado, que terá uma feira bem na frente da casa? Ou que ao lado há uma balada barulhenta até altas horas?

8) A casa tem algum funcionário?
Se a sua estadia for prolongada, pode ser necessária a visita de uma faxineira, jardineiro ou alguém para limpar a piscina, por exemplo. Nesse caso, o dono deve informar dia e horário da visita, nome do funcionário e se essa despesa está incluída ou cobrada como extra.

9) O preço é compatível com o mercado?
Verifique outras casas parecidas na mesma cidade ou região. Se o preço estiver muito abaixo do mercado, é bom ficar atento. “Pode ser indício de golpe”, analisa Boucault. No entanto, com a popularização de sites específicos em aluguéis por temporada ao redor do mundo, essa percepção deve começar a mudar. “Temos anfitriões que abrem suas casas para receber pessoas por motivos que não se limitam ao ganho financeiro – como a troca cultural, intercâmbio e networking. Outros optam por anunciar um valor mais baixo no começo, para atrair os primeiros hóspedes,” diz Samuel Soares, gerente de marketing do Airbnb, site especializado em aluguel por temporada ao redor do mundo.

10) A casa é de fácil acesso?
Casas de montanha ou em praias mais afastadas podem ser de acesso difícil. Algumas, por exemplo, só podem ser alcançadas por meio de trilhas. Se esse for o caso, verifique se a trilha pode ser feita em um carro comum, véiculos com tração 4x4 ou somente a pé.

11) Terei à disposição talheres, roupas de cama e de banho, além de produtos de limpeza e papel higiênico?
Em geral, roupas de cama e toalhas são fornecidas, mas itens de higiene e limpeza, não. Prepare-se para não ser pego de surpresa.

12) Posso fumar na casa?
Muitos proprietários, especialmente fora do Brasil, não permitem. Em alguns casos, delimitam uma área na qual é possível fumar - geralmente um terraço ou área externa.

Mais Viagem