Topo

Viagem

Dunas, vulcões e passeios de Ferrari são atrações em desertos pelo mundo

Do UOL, em São Paulo

27/02/2015 07h00

Já faz tempo que desertos não são apenas redutos de desolação. Com paisagens capazes de exibir vulcões, dunas e culturas aborígenes, tais lugares tornaram-se destinos ideais para aventuras turísticas: neles, os espaços são amplos e os horizontes, recheados de oportunidades para ótimas fotografias.

Abaixo, conheça alguns lugares onde, apesar da escassez de água, a diversão é abundante (não, São Paulo não está incluída na lista):

DESERTO DO ATACAMA (CHILE)

Getty Images
Imagem: Getty Images
Localizado no norte do Chile, o deserto do Atacama é um dos locais mais áridos do planeta Terra e, além da água escassa, há o ar rarefeito: o Atacama está a cerca de 2.450 metros acima do nível do mar. Mas não se assuste: San Pedro de Atacama, a vila usada como base para explorar a região, possui boa infraestrutura hoteleira e diversas agências que levam turistas para conhecer o terreno quase marciano destas paragens. Entre os destaques da paisagem da área estão o vulcão Licancabur (com 5.916 metros e visto de longe), os vales da Lua e da Morte e os tours para os gêiseres do El Tatio. O observatório espacial Space, de onde é possível admirar planetas e galáxias, também encanta os forasteiros. Mais informações, aqui

DESERTOS ENTRE NEVADA E ARIZONA (EUA)

Marcel Vincenti/UOL
Imagem: Marcel Vincenti/UOL
Os hotéis luxuosos, as fachadas de neon e as baladas intermináveis fazem o visitante esquecer que Las Vegas está plantada no meio de uma enorme região desértica. E, como na "Cidade do Pecado" tudo é megalomaníaco, os tours pelo deserto são realizados das maneiras mais originais possíveis. À área do Red Rock Canyon os turistas podem chegar dirigindo máquinas como Ferraris, Mustangs e Corvettes. E tours ao Grand Canyon saem dos arredores de Vegas com avionetas e helicópteros, permitindo que os forasteiros admirem, a partir do ar, toda a beleza árida desta região dos Estados Unidos. Mais informações aqui e aqui.

VALE DA MORTE (EUA)

Getty Images
Imagem: Getty Images
O nome assusta, mas é também um grande marketing para essa árida região do estado americano da Califórnia. E atrações não faltam no Vale da Morte e arredores: a área abriga diversos resquícios de cidades-fantasmas da época da corrida do ouro (entre o final do século 19 e o começo do século 20), como Ballarat e Panamint City. Inseridos em sua paisagem desértica de mais de 1 milhão de hectares também há um castelo (o Castelo Scotty, erguido no século 20 pela família de um executivo de uma corretora de seguros) e rochas que parecem se mover sozinhas, na área de Racetrack Playa. E o melhor: apesar de sua aparente desolação, não é tão difícil chegar ao Vale da Morte: a atração está a cerca de 250 quilômetros para quem sai de Las Vegas, no estado de Nevada. 

SAARA MARROQUINO

Marcel Vincenti/UOL
Imagem: Marcel Vincenti/UOL
Perto da fronteira com a Argélia, a quase 400 km de Marrakech, o Marrocos oferece uma região de dunas do deserto do Saara onde o turista pode passear de dromedário, dormir em tendas e observar o que talvez seja o mais belo entardecer do país. A viagem é longa, principalmente para quem parte dos redutos turísticos de Casablanca, Fez ou Marrakech, mas merece ser feita por turistas com tempo. Uma das melhores áreas para se aventurar no local é Erg Chebbi, que exibe dunas com até 150 metros de altura que adquirem uma intensa cor alaranjada no nascer e no pôr do sol. A melhor base para explorar Erg Chebbi é a cidade vizinha de Merzouga, que oferece boas opções hoteleiras e empresas que organizam passeios com veículos 4x4 pelo deserto. 

SALAR DO UYUNI (BOLÍVIA)

AFP/PHOTO/Aizar Raldes
Imagem: AFP/PHOTO/Aizar Raldes
A mais de 3.600 metros de altitude, o Salar do Uyuni é uma das atrações turísticas mais populares da Bolívia. Trata-se de um deserto de sal com 12.000 km² que pode ser visto do espaço. Seu solo branco, o horizonte infinito e o céu constantemente azul compõem imagens surreais inesquecíveis. Quando chove um pouco, principalmente entre dezembro e março, a água deixa o chão como um espalho refletindo tudo à sua volta. A região também abriga hotéis feitos de sal e uma ilha de cactos milenares. Perto do Salar, é possível visitar um deserto que parece saído de um quadro de Salvador Dalí e lagoas coloridas cercadas por montanhas e cobertas de flamingos. E toda a área é explorada a bordo de valentes picapes 4x4, que costumam sair da cidade de Uyuni, onde o turista pode conhecer um cemitério de locomotivas. Passeio mais original, impossível. Mais informações, aqui.  

DESERTO DA NAMÍBIA

Eduardo Vessoni/UOL
Imagem: Eduardo Vessoni/UOL
O Saara é a região desértica mais conhecida da África, mas o continente abriga outros lindos destinos áridos que merecem uma visita. A Namíbia, no sudoeste africano, se destaca nesse quesito. O país exibe as exóticas árvores "dead pan" e as dunas de Sossusvlei (entre as mais altas do mundo), que podem ser observadas a partir de passeios de balão. Passeios aventureiros de quad bike e piqueniques no deserto também fazem parte do cardápio. Outra visão imperdível do deserto da Namíbia é a neblina que chega do oceano Atlântico (a mais de 60 quilômetros de distância) e cobre as montanhas e dunas da área. O fenômeno pode ser admirado durante os passeios de balão. Clique aqui para mais informações. 

OUTBACK (AUSTRÁLIA)

Divulgação
Imagem: Divulgação
A Austrália é conhecida por suas praias, mas boa parte do país é dominada por um enorme deserto, chamado de Outback. E uma das grandes atrações desse cenário é, sem dúvida, o Uluru-Kata Tjuta National Park, que abriga a imponente montanha Uluru (na foto), com 348 metros de altura e sagrada para os aborígenes da área. Turistas que levam um pedaço da rocha como recordação devem tomar cuidado. Agências locais contam que muitos enviam os pedaços da rocha de volta pouco tempo depois da partida, atingidos por maldições. O Uluru é considerado Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco. 

DESERTO BRANCO (EGITO)

Getty Images
Imagem: Getty Images
Localizado no Deserto Ocidental do Egito, o Deserto Branco (em árabe, Sahara al-Baida) é destino perfeito para ser conhecido a bordo de veículos 4x4. A atração está localizada perto da vila de Farafra, a cerca de 400 km do Cairo, e, sobre a areia dourada, exibe exóticas formações rochosas de calcário que, esculpidas pelo vento, lembram figuras como cogumelos, tartarugas, camelos e até seres humanos. Durante o pôr do sol, o cenário tende a ficar surreal: por vezes, as rochas brancas ganham tonalidades roxas, deixando a paisagem incrível. A atração faz parte do Parque Nacional do Deserto Branco, que tem mais de 300 km². 

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem