Museu de artesanato de João Pessoa mostra Paraíba em todas as suas formas

Eduardo Vessoni

Do UOL, em João Pessoa

Madeira, cerâmica, lata e couro. Na Paraíba, a arte popular é tão variada quanto a geografia deste pequeno estado nordestino conhecido pelas suas praias de falésias alaranjadas e pelo interior cenográfico do sertão.

Mais do que endereço de faixas de areia com ares selvagens, a Paraíba surpreende com trabalhos artesanais produzidos em regiões distantes como Brejo, Cariri e Sertão, mesorregiões paraibanas que respiram arte em forma de bordados, brinquedos populares, talhados de comunidades quilombolas e objetos de couro.

As distâncias entre os destinos turísticos nem sempre animam o visitante a deixar o litoral, mas em João Pessoa é possível fazer uma viagem pelo mundo da arte popular em um único espaço. Conhecido como Casa do Artista Popular, o museu abriga mais de mil peças produzidas em 115 municípios paraibanos.

Este imóvel da década de 1930, com projeto de interior da arquiteta Janete Costa, funciona como uma espécie de galeria onde estão expostas peças assinadas por artistas que, ao longo dos anos, transformaram seu trabalho simples em cobiçadas obras de arte, que chegam a custar cinco mil reais.

Entre os destaques estão Guariguazi Tavares -- artista potiguar radicado em João Pessoa, conhecido por suas coloridas esculturas de madeira, e as cerâmicas do já falecido artista Tota, cujo trabalho já foi confundido, durante um evento no Rio de Janeiro, com o de Picasso, devido à identidade visual entre as peças.

O acervo permanente está exposto em salas individuais de acordo com o estilo dos trabalhos, como o espaço dedicado à cerâmica e à fibra de Carnaúba, rendas e fibras, flandres e marchetaria, sala dos fios e dos brinquedos populares.

"O visitante encontra no museu peças que chamam a atenção não só pela perfeição dos trabalhos, mas também pela identidade cultural que essas obras têm com a arte produzida na Paraíba", explica Ladjane Barbosa Souza, gestora do PAP, programa governamental que integra o museu a um roteiro de artes populares, formado também pelo Mercado de Artesanato Paraibano, a Casa do Artesão e o Centro de Artesanato de Tambaú.

Amantes e colecionadores da genuína arte popular saem com um tanto decepcionados, uma vez que as peças não estão à venda e as lojas de artesanato de João Pessoa tendem a comercializar produtos que pouco diferem dos trabalhos encontrados em outros destinos nordestinos. Mas, pelo menos, trazem de volta na bagagem a experiência de ter feito uma viagem por salas que levam o visitante além dos atrativos mais óbvios.

Casa do Artista Popular
Praça da Independência, 56, João Pessoa-PB. Entrada gratuita.
Funcionamento: de terça a domingo (inclusive feriados), das 9h às 17h.
Tel.: (83) 3221-2267
www.casadoartistapopular.pb.gov.br

*O jornalista Eduardo Vessoni viajou para a Paraíba com o apoio da TAM e da PBTUR

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos