Loja de plantas carnívoras é atração em Sebastopol, na Califórnia

MATT VILLANO

New York Times Syndicate

  • Chris Hardy/The New York Times

    Peter D'Amato abriu a California Carnivores em 1990

    Peter D'Amato abriu a California Carnivores em 1990

Antes mesmo de Audrey 2ª, a planta carnívora cantante, ter implorado para Seymour alimentá-la na versão cinematográfica de 1960 de "A Pequena Loja dos Horrores", as plantas carnívoras já tinham conquistado a imaginação coletiva como predadores improváveis.

Mas na California Carnivores, uma loja a cerca de uma hora ao norte de San Francisco, cuidar dessas criaturas carnívoras é um modo de vida.

Desde que o proprietário Peter D'Amato abriu a loja ao público em 1990, ele rotulou seu negócio como o maior viveiro e loja de plantas carnívoras do país. Atualmente, ele estima contar com cerca de dez mil plantas, desde algumas que recém-brotaram até outras com mais de 150 anos.

D'Amato, um antigo colecionador de plantas carnívoras, abriu sua empresa em 1989, após representantes da Feira de Flores e Jardinagem de San Francisco terem lhe pedido para fazer uma "minúscula" exposição de dioneias em nome da Sociedade Internacional de Plantas Carnívoras.

"Parecia uma boa oportunidade; eu achei que uma dúzia de viveiros poderia ter interesse por minhas plantas", ele lembrou. "Mas durante os três dias da feira, mais de três mil pessoas pegaram meus cartões."

Hoje, o viveiro ocupa uma estufa gigante, dividida ao meio. Uma parte é a loja, que vende dezenas de espécies de plantas carnívoras de todas as partes do mundo (os preços variam de US$ 7,75 a US$ 18,75 para uma única dioneia, e US$ 28,75 por três). Também estão à venda cópias autografadas de "The Savage Garden" (o jardim selvagem), o livro de 1998 de D'Amato sobre plantas carnívoras (US$ 24,95). A outra metade da estufa é um museu gratuito: placas detalhadas conduzem os visitantes por uma visita autoguiada.

Por todo viveiro, a diversidade da flora é impressionante. Dróseras (a partir de US$ 7,75 cada) agitam tentáculos que secretam gotículas minúsculas de cola reluzente para atrair insetos ingênuos, enquanto as nepenthes tropicais (a partir de US$ 14,75) desenvolvem cápsulas em forma de decantadores que se enchem de enzimas, e ficam simplesmente aguardando que o jantar entre lá dentro.

D'Amato disse que cultiva 70% a 80% de suas plantas a partir de sementes; as demais são compradas de produtores domésticos e do exterior.

É claro, D'Amato e Damon Collingsworth, o gerente da loja, geralmente estão disponíveis para responder perguntas e oferecer dicas para cuidados com as plantas. "Basta mantê-las úmidas, lhes propiciar um clima ameno e estas criaturas maravilhosas podem crescer em qualquer lugar", disse D'Amato. Quem dera cuidar da Audrey 2ª fosse tão simples.

California Carnivores, 2833 Old Gravenstein Highway South, Sebastopol, Califórnia; 707- 824-0433; californiacarnivores.com. Aberto de quinta a segunda das 10h às 16h.

 

Tradutor: George El Khouri Andolfato

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos