Conheça a rota da moda e da arte de Florença, na Itália

ANELISE SANCHEZ

Colaboração para o UOL Viagem

Claro que as grandes rivais Paris e Milão continuam sendo os principais roteiros da alta costura internacional e os destinos mais procurados pelos que acompanham o mundo fashion. Todo ano, a indústria da moda organiza um elaborado calendário para que, em poucos minutos, as passarelas da Cidade Luz e aquelas da capital lombarda exibam ao público o trabalho de um ano inteiro.

  • Departamento de Turismo e Moda da Cidade de Florença/Divulgação

    Loja laboratório de Loretta Caponi, estilista que, em pouco tempo, tornou-se fornecedora de roupas de cama e lingerie para clientes exclusivos como Lady Diana e a família Kennedy

No entanto, existe uma outra cidade italiana onde o ritmo da alta moda ainda não foi "contaminado" pelos holofotes da grande mídia ou até por personagens extravagantes como Anna Wintour. Muito pelo contrário. Em Florença, o tempo corre mais lento e a sistemática produção em série ainda não substituiu as mãos hábeis de inteiras gerações de artesãos. Ali, a busca pela economia do tempo cedeu espaço as habilidades manuais e intelectuais que transformam, por exemplo, um pedaço de couro em um sapato sob medida, uma pedra rústica em uma jóia de valor inestimável.


Não é de hoje que Florença abriga grandes artesãos. Basta lembrar que já por volta de 1.200 a cidade cunhou a sua própria moeda em ouro denominada fiorino, considerada valiosíssima em toda a Europa. Visando valorizar esse patrimônio, o Departamento de Turismo da Prefeitura de Florença está organizando visitas guiadas e gratuitas aos ateliês dos mais famosos artesãos da cidade.


A iniciativa, que acontece todas as segundas e sextas-feiras, estendendo-se até o dia 21 de junho, prevê 48 percursos diferentes em locais como oficinas de trabalho do couro, ourivesaria, ateliês de vestidos de noivas, centros de restauração de relógios e antiquários, entre outros.


Com uma simples reserva por e-mail ou telefone, os turistas poderão desfrutar de um roteiro de aproximadamente três horas, que também inclui visitas a alguns dos monumentos mais famosos de Florença. Cada percurso é dedicado a dois ateliês e a um monumento - uma ocasião imperdível para conhecer de perto os segredos dos melhores artesãos italianos.

 

  • Departamento de Turismo e Moda da Cidade de Florença/Divulgação

    Nos últimos anos do século 19, Felice Bojola inaugurou em Florença e em Viareggio laboratórios para a produção de artigos em couro

No início do mês, por exemplo, foi organizada uma visita que começava no laboratório de Alessandro Dari, ourives que produz jóias de forte significado simbólico, e proseguia com uma parada no Museu Stefano Bardini e suas mais de mil obras, entre pinturas, esculturas, cerâmicas e objetos musicais. A última etapa do percurso, que também pode ser acompanhado por um guia que traduz para o inglês, era uma visita ao ateliê de Giancarlo Parri para ver suas últimas criações para o ramo da alta costura.

 

Os roteiros foram elaborados para atender a todos os gostos e é impossível não escolher um que adapte-se as suas próprias preferências. Homens e mulheres, por exemplo, com certeza ficarão de boca aberta diante das criações de Saskia Wittmer, que depois de ter frequentado uma escola que inspirava-se em Steiner transferiu-se até Florença para aprender a arte de criar calçados. Hoje ela realiza manualmente e, sob medida, sapatos masculinos e femininos com materiais inusitados.

 

Outro passeio interessante é a visita ao laboratório de Saskia, que inclui uma passagem pela famosa igreja de Santa Maria Novella, um dos principais símbolos da capital toscana e, finalmente, um encontro no laboratório dos costureiros masculinos Liverano & Liverano.


Quem prefere a arte da perfumaria pode reservar o percurso programado para 17 de maio, que prevê um passeio pela Officina Profumo Farmaceutica di S.M Novella, um lugar que parece ter estacionado no tempo. Trata-se de uma das farmácias mais antigas do mundo, que por volta de 1.221 deu início as suas atividades e até hoje produz perfumes, sabonetes, águas de colônia, licores e vinagres balsâmicos.


Ainda durante o mês de maio, um dos roteiros preferidos dos casais italianos para o casamento será organizado no dia 24, que inclui uma visita à Morbar, laboratório que há mais de três gerações cria vestidos de noiva e moda prêt à porter.


Os últimos roteiros acontecerão nos dias 18 e 21 de junho, com visitas a lugares como a histórica Casa dei Tessuti (Casa dos Tecidos), à igreja de Orsanmichele e suas obras de arte gótica e ao laboratório Il Gatto Bianco, onde os designers Carla e Walter Romani criam artesanalmente jóias inimitáveis.


Mais informações

Tel: + 39 055 23 40 742

Fax: + 39 055 24 41 45

Email: prenotazioni@cscsigma.it
http://www.florenceartfashion.com/it/percorsi_calendario.htm

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos