Viagem

Fãs de comida, design e festas acham seu espaço em 36 horas em Buenos Aires

PAOLA SINGER

New York Times Syndicate

19/04/2010 07h48

A história contemporânea argentina é uma montanha-russa de booms e crashs financeiros, em meio a novelas políticas emocionantes. Mas apesar de todos os altos e baixos, uma coisa permanece constante: a elegância graciosa de Buenos Aires e seu ar cool cosmopolita. Essa cidade atraente continua atraindo fãs de comida, design e festas com sua vida noturna agitada, estilo fashion avançado e uma taxa de câmbio favorável. Mesmo com as incertezas econômicas, a energia criativa e o espírito empreendedor dos portenhos prevalece – basta olhar para o número crescente de espaços de arte, butiques, restaurantes e hotéis.

 

  • Horacio Paone/The New York Times

    San Telmo, em Buenos Aires, é conhecido pelos shows de tango tradicionais, lojas de antiguidades e uma feira de rua aos domingos repleta de achados antigos

Sexta-feira

16h - Muros urbanos
Artistas jovens originais estão deixando sua marca em Buenos Aires. Vá até as ruas de Palermo para ver o impressionante mural do lado de fora do Hollywood in Cambodia (Thames 1885; 54-9-11-6289-6258; hollywoodincambodia.com.ar), uma galeria dedicada à arte de rua. Para uma experiência plena de grafite, agende uma visita com a Graffitimundo (graffitimundo.com), 75 pesos, ou US$ 20 com o dólar cotado a 3,72 pesos, que destaca bairros badalados como Villa Crespo, onde nomes em ascensão como Pum Pum pintam suas criaturas fantásticas em muros abandonados. A cena de design também passa por um boom. Cheque a Nobrand (Gorriti 5876; 54-11-4776-7288; nobrand.com.ar), uma loja que reinventa itens argentinos como a cuia de chimarrão, lhes dando um aspecto peculiar, cartunesco.

18h - Ar de Inglaterra
Os laços com o velho mundo foram cortados há muito tempo, mas algumas tradições permanecem com plena força. O Sirop Folie (Vicente Lopez 1661; 54-11-4813-5900; siroprestaurant.com), em uma rua curiosa no bairro rico de Recoleta, serve um chá da tarde bastante britânico que inclui scones frescos, geleias caseiras, minissanduíches, bolos e sabores fragrantes da Tealosophy (70 pesos para dois). Famílias bem-vestidas aparecem após as 17h, ocupando as banquetas aconchegantes, em cor pastel, próximas das janelas. Para um chá asiático, experimente a nova Tea Connection (Avenida Cerviño 3550, 54-11-4807-5034; teaconnection.com.ar). Independentemente do que faça, não pule esta refeição; o jantar ainda demorará eras.

21h30 - Toque de jazz
A música ao vivo é uma das maiores atrações de Buenos Aires, e o jazz contemporâneo está roubando as atenções graças a uma nova geração de músicos talentosos que desenvolveram seu próprio estilo. Confira uma apresentação ao vivo no Thelonious Club (Salguero 1884, primeiro andar; 54-11-4829-1562; theloniousclub.com.ar), um lounge com sofás de couro preto antigos, pisos de madeira surrados e um bar com iluminação backlight. Algumas das atrações são de vanguarda. O compositor Fernando Tarrés, por exemplo, incorpora vídeo e sons gerados por computador ao seu novo projeto de art music Trespass. Outros têm apelo para um público mais amplo, como Ricardo Cavalli, considerado por alguns como o melhor saxofonista do país.

23h30 - Ceia à meia-noite
Nas noites de fim de semana, os portenhos levam o jantar tarde da noite ao extremo. Misture-se às corujas elegantes no intimista Tegui (Costa Rica 5852; 54-11-5291-3333; tegui.com.ar), uma adição glamourosa à lista de restaurantes escondidos da cidade. A entrada deste ponto au courant nos arredores de Palermo é camuflada por um muro grafitado – obra dos virtuosos do estêncil do Vomito Attack. Germán Martitegui, o chef, oferece um cardápio ambicioso, de fontes locais, preparado em uma cozinha aberta de aço inoxidável. Experimente o filé preparado lentamente com ovo poché e farinha de mandioca torrada. Jantar sai por cerca de 200 a 240 pesos.

 

  • Horacio Paone/The New York Times

    Pedalinho no Parque Tres de Febrero, em Buenos Aires

Sábado

10h30 - Diga Om
Entre na febre local de fitness com uma energizante aula de ioga na Valle Tierra (Costa Rica 4562; 54-11-4833-6724; valletierra.com), um estúdio moderno e arejado no jovem Palermo Soho. Após uma série de posições de guerreiro desafiadoras, peça por uma massagem com pedra quente (140 pesos). Então saia para uma caminhada descontraída por El Rosedal – um romântico jardim de rosas dentro do Parque Tres de Febrero de cerca de 160 hectares. Frequentemente ignorado, o jardim foi recentemente adornado com milhares de novas rosas e teve suas pérgulas e caminhos reparados. Se bater a vontade, alugue um barco a remo e dê uma volta pelo lago ao redor, que é atravessado por uma ponte em arco.

14h – Chimichurri
Obtenha sua cota de carne no Miranda (Costa Rica 5602; 54-11-4771-4255; parrillamiranda.com), uma churrascaria movimentada de nova geração, onde a decoração é bacana e os funcionários são modernos, mas a comida permanece tradicionalmente sem frescura. O espaço industrial tipo loft consegue ser aconchegante graças aos vasos com plantas, tecidos nas paredes, toques de madeira e fluxo constante de executivos de cinema que trabalham nos estúdios próximos (a área ao redor é chamada de Palermo Hollywood). Peça clássicos como provoleta, uma grossa fatia de queijo provolone temperada e grelhada, e o bife de chorizo, um suculento miolo de contrafilé (cerca de 60 pesos para o almoço). Este favorito atemporal vem com excelentes batatas fritas e molho chimichurri.

17h - Casa de Xul
O pintor, escultor e escritor Alejandro Xul Solar é a resposta argentina a Paul Klee. Antes de sua morte em 1963, o artista selecionou 50 pinturas para serem exibidas no museu que ele imaginava, montado por sua viúva, Micaela Cadenas, 30 anos depois. O Museo Xul Solar (Laprida 1212; 54-11-4824-3302; xulsolar.org.ar) possui 86 obras dentro de um prédio modernizado do final dos anos 1800. Vislumbre um mundo surreal: cartas de tarô reinventadas, um piano com três fileiras de teclas coloridas como um arco-íris e outras invenções fantásticas. A ex-residência de Solar, que deverá ser aberta para visitas especiais no futuro próximo, permanece intocada no andar superior.

22h - Massa argentina
Os historiadores estimam que cerca de um milhão de italianos se estabeleceram na Argentina no início do século 20, o que provavelmente explica por que Buenos Aires possui tantas massas e sorvetes deliciosos. O Sottovoce (Libertador 1098; 54-11-4807-6691; sottovoceristorante.com.ar) é um restaurante familiar clássico que sempre acerta. No momento em que você se senta, um garçom atencioso traz uma cesta de pães e um prato de patê e salada de feijão branco. A maioria das massas é feita à mão. Combine-as com qualquer molho: o Sottovoce, feito de tomate, manjericão, orégano, alho e azeite de oliva e parmesão, tem sabor delicado (cerca de 95 pesos por jantar). Para sobremesa, experimente o delicioso sorvete de doce de leite, ou caminhe algumas quadras para tomar um sorvete na Un’ Altra Volta, mas boa sorte para escolher entre os 60 sabores (Quintana 502; 54-11-4783-4048; unaltravolta.com.ar).

1h - Queimando a pista
O Tequila (Avenida Rafael Obligado Costanera e La Pampa; 54-11-4781-6555), um importante ponto de vida noturna há quase duas décadas, reabriu em outubro após uma longa reforma. A boate intimista agora conta com cortinas de veludo vermelhas estilo boudoir, paredes revestidas de couro, candelabros e mais candelabros. Entre a clientela você encontrará tipos como banqueiros, modelos e descolados. A política de entrada não mudou, o que significa “sinto muito” se você não estiver na lista. Há sempre barganha com os leões-de-chácara carrancudos ou obtenção de serviço de mesa por cerca de três mil pesos. Quem disse que dançar com portenhas sensuais era fácil ou barato?

 

  • Horacio Paone/The New York Times

    Para uma atualização fashion de último minuto em Buenos Aires, pare na Niño Bien, uma nova butique que estoca marcas de luxo argentinas como Maria Cher e La Martina

Domingo

12h - Bairro butique
San Telmo, com suas ruas de paralelepípedos, é conhecido pelos shows de tango tradicionais, lojas de antiguidades e uma feira de rua aos domingos repleta de achados antigos. Mas há uma nova vida no velho bairro. Cheque o Zavaleta Lab (Venezuela 567; 54-11-4342-9293; zavaletalab.com), uma das galerias de arte contemporânea que se mudaram recentemente para o bairro. Este espaço estilo Chelsea, com pilares de ferro, tetos de tijolos expostos e paredes brancas austeras, é onde artistas como León Ferrari –ganhador do Leão de Ouro da Bienal de Veneza de 2007– exibem suas obras. Para uma atualização fashion de último minuto, pare na Niño Bien (Avenida Belgrano 302; 54-11-4342-5599; ninobien.com.ar), uma nova butique que estoca marcas de luxo argentinas como Maria Cher e La Martina, e que lançará sua própria linha masculina e feminina neste ano.

14h - Assista uma partida
Seria uma vergonha deixar a Buenos Aires obcecada por futebol sem assistir os arqui-inimigos River Plate e Boca Juniors travando um duelo em campo. Mesmo se você não for fã do esporte, a paixão da torcida é um show envolvente. Não vá só (a menos que se sinta à vontade entre os ruidosos torcedores); reserve um lugar por meio de agências de turismo estabelecidas como Go Football (54-11-4816-2681; gofootball.com.ar ; cerca de 300 pesos). Guias bilíngues pegam você no hotel, permanecem com você durante a partida e ensinam os cantos locais.

 

O básico


A capital argentina é repleta de hotéis bem equipados onde a maioria dos funcionários fala inglês.

Logo será inaugurado o Algodon Mansion (Montevideo 1647; 54-11-3530-7777; www.algodonmansion.com), um hotel de luxo com 10 suítes em uma mansão reformada em Recoleta. Ele contará com serviço de mordomo, cardápios de roupa de cama e travesseiros, acervos de DVD no quarto e banheiros repletos de mármore italiano. Quartos a partir de US$ 800.

Inaugurado em 2008, o Vitrum (Gorriti 5641; 54-11-4776-5030; www.vitrumhotel.com) em Palermo Hollywood tem uma fachada de vidro colorido e quartos espaçosos, retrô-futuristas. No terraço há um spa com uma enorme Jacuzzi. Quartos a partir de US$ 224 (com café da manhã incluído).

Tradutor: George El Khouri Andolfato

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo