Potts Point é um dos destinos mais atraentes de Sydney

JULIE EARLE-LEVINE

New York Times Syndicate *

Por décadas, Potts Point desfrutou da reputação de centro boêmio de Sydney. Nos últimos anos, uma nova onda de aberturas restabeleceu o bairro como um destino para os jovens e belos, apesar - ou talvez por causa - de sua proximidade com Kings Cross, uma área mais conhecida por suas prostitutas, clubes de strip-tease e estúdios de tatuagem. Na Macleay Street, a principal artéria de Potts Point, belos prédios de apartamento art déco e casas com terraço vitorianos ficam situados entre novos restaurantes e cafés, onde celebridades e descolados se misturam.
  • Tony Sernack / The New York Times

    Na Macleay Street, a principal artéria de Potts Point, belos prédios de apartamento art déco e casas com terraço vitorianos ficam situados entre novos restaurantes e cafés


"Quando cheguei a Potts Point há 15 anos, não havia nem mesmo onde almoçar ou tomar o café da manhã", disse Christopher Becker, dono da Becker Minty, uma loja de moda e decoração com dois endereços em Potts Point.

O Toby's (Loja 6, 81 Macleay Street; 61-2-8356-9264; www.tobysestate.com.au) é um café e loja de uma marca que também vende grãos de café e é escola de baristas. Ali, as mamães bebem café espresso enquanto seus pequeninos tomam os "babyccinos" (leite fervido sem o café).

Outra marca com forte presença no bairro é a Fratelli, que oferece uma loja, a Fratelli Fresh (No. 81; 61-2-9368-6655; www.fratellifresh.com.au), e o Café Sopra, um restaurante informal. Os frequentadores escolhem em um cardápio diário em um quadro-negro, com opções como linguini com limão, pimenta e migalhas de pão (16 dólares australianos, ou US$ 14,50, com o dólar americano cotado a 1,10 dólar australiano). Depois, é possível fazer compras de tudo, desde maracujá fresco até duas dúzias de tipos de massas caseiras.

A mais recente adição à cena de restaurantes é o No. 9 (Loja 2, 9 Ward Avenue; 61-2-9331-1399), um ponto popular de café da manhã e almoço que Walter Herman, um designer de interiores, abriu em julho. O café passa a sensação de uma biblioteca francesa clássica, com uma lareira elétrica e obras de arte originais ocupando as paredes. O cardápio inclui itens como o café da manhã orgânico Full Monty, com ovos, bacon, tomates, cogumelos e feijão cozido (16,50 dólares australianos).
  • Tony Sernack / The New York Times

    O café No. 9 passa a sensação de uma biblioteca francesa clássica, com uma lareira elétrica e obras de arte originais ocupando as paredes


Para compras finas, experimente a Becker Minty (No. 81; 61-2-8356-9999; www.beckerminty.com) e sua nova filial (na esquina das avenidas Macleay e Greenknowe; 61-2-8356-9908), com moda feminina de luxo e decoração. Em uma visita na metade do ano passado à matriz, entre alguns dos itens mais incomuns estavam cinco pavões empalhados (5.650 dólares cada) e colchas feitas de pele de raposa da Patagônia (6.950 dólares).

A valorização do bairro trouxe ruas mais seguras, de forma que não há perigo em sair à noite. O Champagne bar Velluto (No. 50; 61-2-935-71100; www.velluto.com.au), do qual Jason Minty, da Becker Minty, é sócio, atrai uma clientela fashion ao anoitecer. Peça uma taça de Krug Vintage (70 dólares australianos) juntamente com um prato de deliciosos queijos franceses e australianos (17 dólares).

Tudo isso atraiu uma combinação de pais cujos filhos acabaram de deixar o lar, estudantes e jovens executivos ao bairro. "Há dez anos não existiam apartamentos na faixa de 5 a 20 milhões", disse Tony Dowling, um corretor imobiliário local. "Agora há alguns novos prédios fantásticos e ainda há um punhado de novos sendo construídos." É claro, o novo Potts Point não é barato: algumas quitinetes agora chegam ao alto preço de 700 mil dólares australianos.

Tradução: George El Khouri Andolfato
* Texto publicado originalmente em dezembro de 2009

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos