Viagem

Desfrute de paparicação e águas azuis em 36 horas nas ilhas Turks e Caicos

JEREMY W. PETERS

New York Times Syndicate

31/01/2010 08h55

Penduradas no extremo sul do arquipélago das Bahamas como uma reconsideração, Turks e Caicos frequentemente são ignoradas como um destino caribenho. Mas graças a algumas marcas famosas de hotéis - Regent, Amanresorts e Meriden, para citar algumas - Turks e Caicos agora estão firmemente no mapa daqueles que buscam férias na praia com paparicação pesada e um toque de indulgência: o tipo de lugar onde os funcionários do hotel ajustam seu guarda-sol enquanto o sol se move no céu e passam toalhas frescas para evitar que você superaqueça. Os hotéis de preço moderado possuem serviço de limpeza apenas duas vezes por dia, em vez de fornecer aos hóspedes um pequeno exército de serviçais pessoais. Tecnicamente, as ilhas estão no Atlântico, mas com este nível de mimo - sem contar algumas das águas mais azuis do mundo -, quem se importa?

  • Chris Ramirez for The New York Times

    Turks e Caicos estão no mapa daqueles que buscam férias na praia com paparicação pesada e um toque de indulgência


Sexta-feira

17h30 - Show do pôr-do-sol
As chances são de que seu hotel esteja em algum lugar em Grace Bay, que é um trecho deslumbrante de areia branca, suave como cetim, abraçando a beirada nordeste de Providenciales, a ilha principal. A praia desce gentilmente no oceano, que revela faixas de azul e verde que são tão brilhantes que nenhum cartão-postal lhes faz justiça. Essa deve ser uma das praias mais adoráveis dos trópicos. É hora de sua caminhada ao pôr-do-sol, quando a luz alaranjada reflete nas águas azuis.

20h - Provando os moluscos
Grace Bay também abriga uma abundância de restaurantes, alguns melhores do que outros. Para algo menos turístico, percorra cerca de 15 minutos de carro até as Blue Hills, ao longo da costa noroeste. A Conch Shack (Blue Hills Road; 649-946-8877; www.conchshack.tc) faz jus ao seu nome, servindo moluscos em uma choupana na praia ornamentada com suas conchas rosadas reluzentes. Sente-se a uma mesa de piquenique a poucos passos da água, tire seus sapatos, enterre os pés na areia e decida como quer seu molusco. Com curry? Picado e servido como ceviche? Definitivamente não deixe de comê-los fritos, pois ficam com uma coloração marrom-dourado, miúdos e gostosos de mastigar.

23h - Saiba quando parar
Não é Las Vegas. Mas Providenciales oferece jogo de um modo charmoso, apesar de discreto, de caça-níqueis até dados e blackjack (vinte e um). Seus dois cassinos voltados aos turistas ficam situados em prédios genéricos que poderiam ser confundidos com consultórios médicos ou seguradoras. Mas isso é bom. A falta de ostentação no Casablanca Casino (Grace Bay Road; 649-941-3737; www.thecasablancacasino.com) estimula um espírito de apostas de baixo valor que não farão com que você se sinta mal por ir direto à mesa de blackjack de US$ 10.


Sábado

9h - Comer o quê?
Após botar seus olhos em Grace Bay, você provavelmente não vai querer sair de lá. Mas se fizer isso vai perder ilhas próximas como a Iguana, uma reserva natural na qual pequenos lagartos com escama correm pelas moitas, e Water Cay, lar da deslumbrante Half Moon Bay, cuja areia branca fina em forma de lua crescente emoldurada por penhascos de calcário. Por US$ 89, a Silverdeep (Leeward Highway; 649-946-5612; www.silverdeep.com) oferece excursões de três horas que incluem ponche de rum e uma iguaria local mas você precisa merecê-la. Seu capitão vai retirar a concha e limpar o máximo de moluscos que você puder colher no fundo do oceano, antes de picá-los e mariná-los em limão. Ah, e aquele apêndice translúcido, em forma de espaguete, que supostamente tem poderes afrodisíacos? Aquele é o pênis do molusco e é preciso estar preparado para comê-lo.

  • Chris Ramirez for The New York Times

    A Silverdeep oferece excursões de três horas que incluem ponche de rum e iguarias locais


14h - Quartos no topo
Você pode achar que viu luxo em Providenciales, mas o Amanyara (Malcolm Roads; 649-941-8133; www.amanresorts.com) faz o Regent parecer um Holiday Inn. Com o quarto mais barato custando a partir de US$ 1.550 durante o inverno, o almoço é uma forma mais acessível ao bolso de se maravilhar com os pavilhões arejados, como pagodes, e espelhos d'água reluzentes, e mesmo isso não é barato. O frango caipira, guarnecido com abacate e salada de mamão, custa US$ 32, e a salada grega (sem frango) custa US$ 20. Mas que melhor forma de esquecer da recessão do que relaxar em uma das espreguiçadeiras cobertas à beira da piscina, curtindo um drinque?

19h - Infinitos mojitos
Como grande parte do Caribe, Providenciales não tem falta de bares na praia repletos do kitsch tropical completo. Há abundância de tochas tiki, guarda-sóis de palha e cascas de coco. Mas para algo menos convencional, experimente o Anacaona no Grace Bay Club (Grace Bay Road; 649-946-5050; www.gracebayclub.com), cujo bar infinito é uma bancada retangular de 27 metros de granito preto, se estendendo até a água. Ele alega ser o bar mais longo do Caribe, mas na verdade está longe de ser infinito - há um pouco de mata que obstrui ligeiramente a vista do oceano. Todavia, é impressionante, assim como os coquetéis de US$ 13, todos feitos com sabores tropicais, como o mojito de framboesa, e aperitivos, que devem sustentar você até o jantar.

20h30 - Sob as palmeiras
É difícil imaginar um ambiente mais agradável para jantar do que a praia de Grace Bay. Mas cinco minutos de carro na direção do interior levam você ao Coco Bistro (Grace Bay Road; 649-946-5369), um dos lugares mais bonitos que você poder encontrar longe da água. Situado sob a copa de altas palmeiras, este restaurante ao ar livre oferece alternativas fartas à dieta constante de peixe e moluscos. Há uma costela com osso de meio quilo (US$ 39), carré de cordeiro (US$ 40) e uma salada Caesar servida com bacon e tempero apimentado (US$ 9). Você pode até mesmo levar uma palmeira para casa, do viveiro vizinho.

23h - Bares divididos
Apesar de sua localização tropical, a vida noturna em Providenciales envolve mais taças de martini do que copos de plástico. Mas se você insiste nos minúsculos guarda-chuvas em seu drinque, vá ao shopping Ports of Call, próximo dos resorts ao longo da Grace Bay Road, que conta com dois bares divertidos: O Jimmys (649-946-5282) no andar de baixo e o Calico Jacks (649-946-5129) no andar de cima. A distância entre os dois é de apenas um lance de escadas, de forma que os clientes podem facilmente alternar entre um e outro, dependendo do público e da atração musical.


Domingo

10h - Azuis dominicais
Os azuis que cercam Turks e Caicos são tão vívidos que você vai querer consultar uma roda das cores. Aquilo é cian? Cobalto? Azul-celeste? Mas a água em Chalk Sound, uma pequena baía cercada por um parque nacional em um lado e amplas casas do outro, apresenta o tom de azul mais incomum de todos na ilha. Levemente mais leve que o azul-turquesa e não exatamente o azul do céu, a cor parece ligeiramente com a da bandeira da ONU. Uma estrada boa para fotos serpenteia a península ao longo do extremo sul da baía, fornecendo vistas amplas da água e das colinas.

12h - Camarões no copo
Em um canto de Chalk Sound fica o Las Brisas (no Neptune Villas, Chalk Sound Drive; 649-946-5306), um café que oferece sanduíches baratos (carne de porco desfiada, frango e, é claro, molusco por cerca de US$ 10) e vistas ainda mais espetaculares. O restaurante fica empoleirado em uma pequena elevação e tem vista para o mar. Não perca o copo de banana frita com camarão grelhado, coberto com molho creole. Depois queime as calorias alugando um dos caiaques do barman e remando por Chalk Sound. Em uma ilha como esta, provavelmente o único esforço real que fará durante toda a viagem.

  • Chris Ramirez for The New York Times

    Jantar ao ar livre próximo ao Seven Stars Resort, nas ilhas Turks e Caicos


O básico


Alugar um carro a melhor forma de circular; os táxis são menos confiáveis e mais caros. Avis e Budget oferecem carros a partir de US$ 100 por dia. Lembre-se: dirija à esquerda.

O Seven Stars Resort (Grace Bay Road; 866-570-7777; www.sevenstarsgracebay.com) foi inaugurado em 2008 e ocupa um dos trechos mais amplos da praia de Grace Bay. Ele possui suítes bem mobiliadas com cozinhas de granito e refrigeradores sub-zero. Diárias a partir de US$ 468 para um quarto com vista do jardim, apesar de ofertas melhores poderem ser obtidas telefonando diretamente para o hotel, para um quarto com vista do mar.

O West Bay Club (Grace Bay Road; 888-701-0079; www.thewestbayclub.com), com 47 quartos, também fica em Grace Bay, apesar de ser menor e ter um preço mais moderado, com diárias a partir de US$ 300 na alta temporada.

Se custo não é problema, o Amanyara (Malcolm Roads; 866-941-8133; www.amanresorts.com) oferece casas de praia com cinco quartos por diárias de US$ 13.950. Casas menores custam a partir de US$ 5.600. O clima é tão sereno e refinado quanto nos melhores lugares dos trópicos.

Tradução: George El Khouri Andolfato

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo