Viagem

Trecho estreito em Amsterdã é sinônimo do que há de mais 'cool' na Holanda

JOEL WEICKGENANT

New York Times Syndicate

Por anos, Herenstraat e Prinsenstraat, ruas estreitas paralelas perto da ponta do cinturão do canal no centro de Amsterdã, formavam um corredor sonolento com pouca ação, exceto lojas familiares. Com apenas duas quadras de comprimento e ligadas por uma ponte para pedestres, o pequeno distrito que formam é margeado por casas elegantes que são lar de famílias prósperas.

Mas recentemente, à medida que crescia o distrito comercial das Nine Streets e o bairro adjacente de Jordaan se tornava cada vez mais badalado, as ruas pitorescas de Herenstraat e Prinsenstraat começaram a ganhar nova energia. Foram abertos bares da moda e restaurantes inovadores. E uma marcha constante de butiques independentes está transformando o distrito em uma das áreas mais bacanas de comércio da cidade.

Uma das primeiras coisas a chegar foi a cerveja. O 'T Arendsnest (Herengracht 90; 31-20-421-20-57; www.arendsnest.nl), um bar elegante revestido de painéis de madeira e que foi aberto em 2000, serve apenas cerveja e bebidas alcoólicas das microcervejarias holandesas.

"Minha meta era ser um embaixador da cerveja holandesa", disse Peter van der Arend, o proprietário. "Para muita gente no bairro, o bar se tornou como uma segunda sala de estar."

Cafés e restaurantes vieram logo em seguida. Um dos mais movimentados atualmente é o Tasca Bellota (Herenstraat 22; 31-20-420-2946; www.tascabellota.com), um bar fino de tapas que atrai jovens profissionais e famílias dos bairros próximos. Um espaço moderno-rústico com paredes verde-abacate e mesas suaves de pinho, ele serve pequenos pratos mediterrâneos como frango com molho de mel e escalopes grelhados na manteiga. O jantar para dois, com vinho e licor sambuca, sai por cerca de 60 euros, ou US$ 88, com o euro cotado a US$ 1,47.
  • Divulgação/Tasca Bellota

    Tasca Bellota, um bar fino de tapas que atrai jovens profissionais e famílias dos bairros próximos


Ainda assim, é o comércio que parece ser o principal atrativo. E diferente das Nine Streets, onde redes como Lees e estilistas famosos como Paul Frank são comuns, os aluguéis aqui são baixos o suficiente para manter varejistas independentes.

Um bom exemplo é a Fates (Herenstraat 19; 31-20-624-0500; www.fates.nl), uma butique arejada que abriu em 2005 e é especializada em produtos de fair trade (comércio justo). Entre eles estão xales de seda artesanais de Bengala Ocidental (29 a 98 euros) e colares de contas de cerâmica pintadas à mão do Quênia (cerca de 48 euros).
  • Divulgação/Fates

    Entre os produtos vendidos pela Fates estão xales de seda artesanais de Bengala Ocidental e colares de contas de cerâmica pintadas à mão do Quênia


No ano que vem, a cidade planeja dar ao corredor uma reforma boa para os pedestres para aumentar o apelo de Herenstraat-Prinsenstraat. Haverá "menos espaço para estacionamento e calçadas mais largas e ligeiramente mais altas", disse Ton Boon, um porta-voz do bairro do Centrum. Os Amsterdammertjes, os icônicos postes marcados com XXX da cidade (uma referência ao brasão da cidade), ele acrescentou, também serão removidos para ampliação das calçadas.

Isso provavelmente aumentará o apelo de butiques como I Love Vintage (Herenstraat 18; 31-40-269-3032; www.ilovevintage.nl), uma loja que abriu no início de julho e vende bolsas de couro sintético dos anos 80 e outros acessórios femininos retrô-chique, além de "pequenas marcas de pessoas com um sonho", disse Faranak Mirjalili, uma proprietária.

"As Nine Streets costumavam ser o que é hoje a Prinsenstraat-Herenstraat", disse Mirjalili. "As lojas, a conveniência e a cordialidade tornam esta uma área adorável para se estar. Especialmente quando você percebe que está no centro de Amsterdã."

Tradução: George El Khouri Andolfato

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo