Viagem

Conheça Varsóvia, uma das cidades mais baratas da Europa, em 36 horas

DENNY LEE

New York Times Syndicate

22/10/2009 20h32

Varsóvia realmente tem a arquitetura mais feia da Europa, como declarou recentemente uma pesquisa TripAdvisor?

Certamente, uma nuvem cinzenta parece pairar permanentemente sobre os parques de concreto da cidade e prédios da era soviética. Mas nos cinco anos desde que a Polônia ingressou na União Europeia, uma injeção colorida de dinheiro e cultura deram a Varsóvia um brilho inconfundível.

Hotéis de luxo cintilam com os luxos do setor privado. O centro de Varsóvia está tomado de outdoors eletrônicos da Coca-Cola e outros produtos ocidentais icônicos. E artistas antes obscuros estão se banhando no reflexo dos holofotes. Felizmente para os visitantes, ainda demorará vários anos para a Polônia adotar o euro e o zloty continua sendo uma moeda bastante desvalorizada. Logo, apesar de Varsóvia poder não ser a cidade mais bonita, ela continua sendo uma das mais baratas da Europa.


  • Lonnie Schlein/The New York Times

    Arquitetos reconstruíram a medieval Old Town Market Square, em Varsóvia, usando pinturas e cartões-postais como base

Sexta-feira

16h30 - Paralelepípedos impecáveis
A maioria das excursões por Varsóvia começa na Stare Miasto, ou Cidade Velha, e uma viagem de táxi pela cidade parda e pálida deixa claro o motivo. Com virtualmente toda Varsóvia demolida pelos nazistas, os novos castelos e casas burguesas de cor pastel da Cidade Velha dão à cidade uma textura histórica que em geral está ausente. Mas não fique muito tempo. Apesar de você poder se deparar com uma exposição de arte bacana na Praça do Castelo, a pedras impecáveis e a pintura recente dão ao local um ar de Disney. Então, antes que a magia se perca, entre no Lody (Ulica Nowomiejska 7/9; 48-22-635-73-46), uma sorveteria popular, e curta uma última lambida.

20h - Nada de pierogis
A Polônia não é conhecida por deleites gastronômicos, de forma que não causa surpresa o fato de suas cozinhas mais ambiciosas explorarem em peso livros de receitas estrangeiros. Um dos pontos mais badalados atualmente é o KOM (Ulica Zielna 37; 48-22-338-63-53; www.komunikat.net), um restaurante fusion aberto por Kai Schoenhals, um americano, e sua esposa, Katarzyna Figura, uma atriz polonesa. Situado em uma central telefônica pré-guerra, o restaurante serve pratos internacionais como tacos de foie gras com chutney de pera com hortelã, e filé mignon grelhado com molho de figo. As bebidas também são internacionais. Jantar e bebidas para dois, cerca de 240 zlotys (US$ 82, com o dólar cotado a 2,90 zlotys).

23h - Hora do glamour
Para experimentar a ascensão econômica de Varsóvia, siga as limusines e BMWs até os bares repletos de champanhe do centro da cidade. Espere abundância de gel de cabelo, leões-de-chácara grosseiros e nomes como Platinum (Ulica Fredry 6; 48-22-596-46 66; www.platiniumclub.pl) e Cinnamon (Plac Pilsudskiego 1; 48-22-323-76-00), o segundo no piso térreo de um prédio de escritórios envidraçado projetado por Norman Foster. O cordão de veludo pode ser brutal, então apareça bem antes da meia-noite. O Cinnamon pode ter perdido parte de seu brilho, mas não diga isso às aspirantes a Paris Hilton dançando sobre as mesas.


  • Lonnie Schlein/The New York Times

    O Palácio da Cultura e Ciência é o controverso presente de Stalin que paira sobre Varsóvia como um belo insulto

Sábado

10h30 - Fábrica de moda
O coração boêmio de Varsóvia se deslocou para a outra margem do Rio Vistula, para o distrito operário de Praga (www.warszawskapraga.pl), onde os prédios antigos ainda exibem marcas de bala. Uma incubadora foi a Fabryka Trzciny (Ulica Otwocka 14; 48-22-619-05-13; www.fabrykatrzciny.pl), uma antiga fábrica onde artistas e músicos se misturam, apesar de que mais no início da noite. Fotógrafos emergentes deixam sua marca na Galeria Luksfera (Ulica Zabkowska 27/31; 48-22-619-91-63; www.luksfera.pl), enquanto designers de produtos exibem seu trabalho ao lado na Magazyn Praga (48-22-670-11-85; www.magazynpraga.pl), um espaço bruto que borra a distinção entre galeria e loja. E para moda de origem local, o Green Establishment (Ulica Wilenska 13; 48-22-670-41-32; www.gestablishment.com) produz sua própria linha de camisetas e vestidos alegres que resumem o estilo de rua chique de Praga.

13h - Gororoba à moda antiga
Os bares de leite - as cantinas sem firulas da era comunista que servem pratos básicos poloneses como os pierogis e borscht- podem estar acabando assim como as filas de pão. Mas os poucos que restaram são instituições apreciadas, não apenas por nostalgia, mas por causa dos preços baixos. O Bar Zabkowski (Ulica Zabkowska 2; 48-22-619-13-88) é uma cápsula do tempo amarela e azul preferida por idosos e estudantes que fazem fila ao longo de uma janela estreita para a sopa de repolho (2,40 zlotys) e pierogi (a partir de 4,20 zlotys). A caixa tipo babushka até mesmo mantém um cardápio em inglês debaixo da caixa registradora. Se as luzes fluorescentes e as plantas de plástico forem desagradáveis demais para seu gosto, volte para a margem oeste do rio até o recém-reformado Bar Bambino (Ulica Krucza 21; 48-22-625-16-76; www.barbambino.pl), que parece um bar de leite projetado pelo Starbucks.

16h - A próxima Berlim?
Os relatos sobre a promissora cena de arte de Varsóvia podem ser exagerados, especialmente após uma visita à galeria Raster (Ulica Hoza 42/8; www.raster.art.pl). Mas esse espaço irregular, inserido no quarto andar de um prédio de apartamentos caindo aos pedaços, está alimentando nomes em ascensão como a fotógrafa Aneta Grzeszykowska. O outro grande ponto na cidade é a Foksal Gallery Foundation (Gorskiego 1A; 48-22-826-50-81; www.fgf.com.pl), que representa Robert Kusmirowski e outros. A cena de arte contemporânea, entretanto, receberá um grande impulso quando o Museu de Arte Moderna em Varsóvia (Ulica Panska 3; 48-22-596-40-10; www.artmuseum.pl), de quatro anos, se mudar para sua sede reluzente. Mas isso não acontecerá antes de 2014, então entre em seu espaço temporário no centro da cidade, que tem uma livraria bacana dirigida pela Pro qm (www.pro-qm.de) de Berlim.

18h30 - Mergulho no horizonte
Para um pouco de exercício pré-jantar que também serve como vista panorâmica, nade um pouco no RiverView Wellness Center do InterContinentalHotel (Ulica Emilii Plater 49; 48-22-328-86-40; www.riverview.com.pl; entrada, 150 zlotys). Situada a 43 andares de altura, a piscina elevada oferece vistas fantásticas do Palácio da Cultura e Ciência (www.pkin.pl), o controverso presente de Stalin que paira sobre Varsóvia como um belo insulto.

20h - Cozinha-estádio
Há algo ligeiramente perturbador, mas deliciosamente divertido, em assistir um naco de carne crua ser picado em um deslumbrante monte de steak tartare. Situado na cozinha labiríntica do fabuloso Europejski Hotel, o U Kucharzy (Ulica Ossolinskich 7; 48-22-826-79-36; www.gessler.pl) transforma a culinária polonesa em um esporte com torcida. Até mesmo a decoração sugere um show de culinária, com azulejos brancos envelhecidos, chapéu de chef e mesas de blocos de madeira que enfrentam as frigideiras quentes e grelhas flamejantes. Outros pratos recém abatidos incluem miolo de vitela na torrada, carne recheada e peixe assado. Jantar para dois, com bebidas, cerca de 280 zlotys.

22h30 - Poloneses festivos
A cidade não é só mocassins e saltos altos. Para uma festa underground, tome um táxi de volta a Praga, onde um pátio em ruínas (Ulica 11 Listopada 22) abriga três clubes alternativos. Um é o Klub Saturator (48-504-35-37-72; www.saturator.art.pl), que conta com três pisos remendados repletos de tipos artísticos em tênis antigos e chapéus elegantes relaxando nos sofás que não combinam. Ao lado fica o Hydrozagadka (48-504-11-10-59; www.hydrozagadka.waw.pl), que atrai uma mistura eclética que poderia incluir web designers e músicos. A noite ainda é jovem. As festas de Varsóvia acabam tarde nos fins de semana e uma das pistas de dança mais excessivas atualmente fica no Klub 55 (Plac Defilad 1; www.klub55.pl). O clube esfumaçado, que fica dentro do Palácio da Cultura, atrai um público de boa aparência que gosta de dançar e se pavonear. Aviso: a ação só esquenta depois das três da manhã.


  • Lonnie Schlein/The New York Times

    O Hydrozagadka atrai uma mistura eclética que poderia incluir web designers e músicos

Domingo

11h - Arte ou objeto
Para uma visão mais estudada do revival cultural de Varsóvia, caminhe pelos espaços imponentes do Centro de Arte Contemporânea (Ulica Jazdow 2; 48-22-628-12-71; www.csw.art.pl). Situado no reconstruído Castelo Ujazdowski, o museu está expondo sua muito aguardada coleção internacional, há 20 anos em preparação. A coleção conta com 110 artistas (90 deles poloneses) e inclui nomes famosos como Jenny Holzer e Nan Goldin. Ou, se preferir caçar tesouros únicos, traga os zlotys restantes ao Bazar na Kole (Ulica Obozowa 99), um mercado de pulgas ao ar livre no leste de Varsóvia, que vende curiosidades como capacetes enferrujados da Segunda Guerra Mundial, abajures prussianos e outras lembranças do recente passado soviético. Chegue cedo ou perderá o barco.



O básico

Os táxis são abundantes e baratos, apesar dos preços não serem regulados, então é uma boa ideia perguntar antes de tomar um.

Os hotéis em Varsóvia tendem a atender os viajantes a negócios, então espere uma redução das diárias nos fins de semana.

Para vistas aéreas, uma ótima localização e quartos modernos, o InterContinental Warsaw (Ulica Emilii Plater 49; 48-22-328-88-88; www.warszawa.intercontinental.com) é uma opção. O arranha-céu conta com 404 quartos espaçosos, uma piscina resplandecente no 43º andar e vários bons restaurantes. Os quartos geralmente custam a partir de 105 euros, cerca de US$ 154, com o euro cotado a US$ 1,47, mas online podem custar apenas 48 euros (US$ 70).

O Hotel Le Regina (Koscielna 12; 48-22-531-60-00; www.leregina.com) oferece elegância de butique à beira da Cidade Velha. Os 61 quartos ocupam um palácio gótico que já foi a embaixada americana. O hotel possui uma piscina em estilo romano e um restaurante francês. As diárias custam a partir de 330 euros, mas online podem custar apenas 80 euros.

Tradução: George El Khouri Andolfato

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo