Viagem

Descubra a cosmopolita Xangai em 36 horas

ARIC CHEN

New York Times Syndicate

Agora que os Jogos Olímpicos de Pequim viraram uma lembrança, a atenção da China se desloca para Xangai, enquanto a cidade se prepara para receber a Feira Mundial de 2010. Com a previsão de 70 milhões de visitantes e a participação de 200 países, os seis meses de Feira Mundial serão enormes segundo qualquer parâmetro - não que Xangai alguma vez tenha precisado de uma desculpa para festejar.


  • Ariana Lindquist/NYT

    Arranha-céus com luzes desconcertantemente brilhantes vistos de cima do Shanghai World Financial Center, um dos símbolos da cidade, com 101 andares e pisos de vidro


Apesar do impacto da desaceleração econômica global, a irmã desobediente de Pequim ainda é cheia de truques: de luminosos de néon e arranha-céus com luzes desconcertantemente brilhantes aos clubes pulsantes e casas da época da concessão estrangeira que escondem seus segredos decadentes. Mas além dos clichês, a cidade mais cosmopolita da China continental ainda oferece uma grande variedade de experiências.



Sexta-feira

19h - Jornada ao kitsch
Esta noite envolve o abraçar do kitsch. Logo, estabeleça o tom indo ao Túnel de Vistas do Bund, um passeio estilo Disney desde a área histórica do Bund (procure por uma placa em frente ao Peace Hotel, na Nanjing Road East) até o distrito futurista de Pudong. Compre o ingresso de 40 yuans (cerca de US$ 5,70, com o dólar cotado a 7 yuans), e um transporte prateado fará a travessia do Rio Huangpu em meio a uma extravagância de luzes pulsantes, piscantes e em espiral, bonecos assustadores e narrações ainda mais assustadoras ("inferno e paraíso", "magma nascente"). Não faça perguntas; apenas relaxe e aguarde pelo coquetel ao final da noite.

20h - Jantar no topo
Mas antes, mais sobrecarga sensorial. Saia do túnel em Pudong e caminhe na direção da Oriental Pearl Tower, uma torre de TV que seria a Estátua da Liberdade de Xangai caso a Estátua da Liberdade parecesse um foguete com luzes de Natal. Então siga para o arranha-céu com um buraco gigante no topo: o novo Shanghai World Financial Center com 101 andares. Se tiver estômago, suba até o deck de observação no 100º andar (150 yuans) com seus assustadores pisos de vidro. Caso contrário, entre pelo Park Hyatt Shanghai e pegue o elevador até o 100 Century Avenue, o amplo restaurante no 91º andar com átrios com o triplo da altura. Suas seis cozinhas abertas servem de tudo, de ostras, massas e sushi, até pato Peking e bife wagyu (jantar para dois, com vinho, cerca de 2 mil yuans). Admire os pisos com mosaicos geométricos e o baixo relevo em redemoinho - se conseguir tirar seus olhos das vistas panorâmicas.

22h - Bebendo no Bund
Não dá para evitar o Bund. Do outro lado do rio em relação a Pudong, este trecho às margens do rio com edifícios art déco e outros é o passeio público característico de Xangai e um centro de restaurantes e bares de luxo. À noite suas fachadas iluminadas por holofotes oferecem um ponto de vista sem igual para se maravilhar com o gigantesco show de luzes que é Pudong. Assim, vá para a saideira no Glamour Bar (No. 5 no Bund, sexto andar; 86-21-6329-3751), um lounge perenemente popular com um toque de anos 30.

23h30 - Até acabar
Quer ainda mais? Siga para o Nº 18 do Bund, que, dependendo de seu ponto de vista, é um ninho de pessoas belas e elegantes ou um pesadelo de estrangeiros bêbados e excessivamente produzidos, com colônia demais e roupas apertadas demais. Lá você encontrará dois pontos elegantes: o Bar Rouge (sétimo andar; 86-21-6339-1199) e o Lounge 18 (quarto andar; 86-21-6323-8399). Para algo mais underground, não perca o Shelter (5 Yongfu Road; 86-21-6437-0400), uma local de teste para DJs em ascensão. Situado em um antigo abrigo antiaéreo e pintado de preto, ele fica lotado de jovens com casaco com capuz e gorro.


  • Ariana Lindquist/NYT

    O Yang's Fry-Dumpling serve deliciosos bolinhos de carne de porco cobertos com sementes de gergelim e cebolinhas


Sábado

11h - Lanche e compras
Comece o dia no distrito da Concessão Francesa, com suas casas antigas e ruas margeadas por árvores - especificamente, na ex-residência que agora abriga o Citizen Cafe & Bar (222 Jinxian Road, 86-21-6258-1620; www.citizenshanghai.com). Experimente o club sandwich (45 yuans) em um ambiente estilo salão com lambris, ventiladores de teto ao estilo antigo e banquetas de veludo. Então perambule pelas butiques elegantes da área. Não deixe de parar na loja de antiguidades Lao Zhou's (152 e 204 Jinxian Road; 86-136-8191-6036) para móveis e bugigangas da era da velha Xangai; One by One (141-10 Changle Road; 86-21-5306-3280; também em 141-12 Changle Road e 143 Xinle Road) para trabalhos dos estilistas conceituais emergentes da cidade; e Spin (758 Julu Road, Prédio 3; 86-21-6279-2545), que produz cerâmicas contemporâneas do tradicional centro de produção de porcelana de Jingdezhen.

14h - Espaço para bolinhos
Com fome? Apesar das filas frequentemente longas, o Yang's Fry-Dumpling (54-60 Wujiang Road) vale a pena a espera. Pouco mais do que barracas de rua, estes dois endereços adjacentes preparam sheng jian bao fritos - bolinhos de carne de porco cobertos com sementes de gergelim e cebolinhas (1 yuan cada) - que são tão deliciosamente cremosos que você desejaria ter um babador. O truque: morda um buraquinho e chupe todo o recheio.

15h - Revolução cultural
Hora de alimentar seu apetite cultural. Você tem três museus na Praça do Povo para escolher: o Museu Xangai (201 Renmin Avenue; 86-21-6372-5300; www.shanghaimuseum.net), um importante centro de arte antiga chinesa, incluindo bronzes, jades, cerâmicas, caligrafia e pintura; o Museu de Arte de Xangai (325 Nanjing Road West; 86-21-6327-2829), com exposições que variam de mais caligrafia até pinturas modernas e a Bienal de Xangai; e o Museu de Arte Contemporânea (231 Nanjing Road West; 86-21-6327-9900; www.mocashanghai.org).

17h30 - Alívio aos pés
Após a busca por grande arte, dê um descanso aos seus pés no Dragonfly, uma rede internacional com sede em Xangai de spas estilo zen onde os tratamentos incluem uma hora de massagem nos pés por 135 yuans. Há uma unidade (458 Dagu Road; 86-21-6327-1193; www.dragonfly.net.cn) não distante da Praça do Povo.

20h - Pratos étnicos
Prove a culinária das minorias étnicas da China no Lost Heaven (38 Gaoyou Road; 86-21-6433-5126; www.lostheaven.com.cn), que serve receitas de grupos da província sulista de Yunnan e arredores. Seu interior escuro, vermelhão, decorado frugalmente com arte etnográfica, é um bom lugar para provar pratos como perca com molho de feijão preto da tribo Dai (80 yuans) e salada de frango yunnan com pimenta e gergelim (60 yuans).

22h - Noite boêmia
Os fãs de jazz podem encerrar a noite no JZ (46 Fuxing West Road; 86-21-6431-0269; www.jzclub.cn), um clube com apresentações ao vivo de jazz e um clima de bar clandestino da velha Xangai. Outra opção é o Y.Y. Club (125 Nanchang Road; 86-21-6466-4098), onde você encontrará uma clientela inclinada às artes que fuma e bebe - e fuma ainda mais - em um interior estilo salão (pense em piano, cortinas de veludo e cartazes de propaganda da época de Mao). Não precisa ter pressa; ele fica aberto 24 horas.


  • Ariana Lindquist/NYT

    No Y.Y. Club você encontrará uma clientela inclinada às artes que fuma e bebe excessivamente


Domingo

10h - De har kow a Mao
Xintiandi, outro destino obrigatório no circuito turístico, é um enclave popular de casas recriadas e restauradas - excessivamente restauradas, diriam alguns - que agora abrigam restaurantes, lojas e bares de luxo. Comece pelo dim sum no Crystal Jade (6-7 South Block, Xintiandi, Lane 123, Xinye Road; 86-21-6385-8752), um restaurante cantonês em um novo shopping. Seu ambiente pode carecer de charme, mas você adorará o camarão har kow (24 yuans), bolinhos dumpling cozidos no vapor (24 yuans) e bolo de nabo frito (16 yuans). Então caminhe até o Memorial ao Local do Primeiro Congresso Nacional do Partido Comunista da China (76 Xinye Road). É onde o Partido Comunista chinês foi fundado em 1921 e onde se pode pensar a respeito do que Mao Tsé-tung acharia da Xangai atual.

O básico
Xangai conta com um bom sistema de metrô, que está sendo ampliado para a Feira de 2010, e os táxis são baratos.

O novo Park Hyatt Shanghai (100 Century Avenue; 86-21-6888-1234; www.parkhyattshanghai.com) ocupa o 79º ao 93º andares do Shanghai World Financial Center. Além das vistas de cair o queixo, ele oferece decoração luxo básico, vários restaurantes, um spa impressionante e 174 quartos espaçosos com banheiras imensas. A diária padrão custa 5.500 yuans, ou US$ 785, com o dólar cotado a 7 yuans, com diárias mais baixas oferecidas online.

Situado em um prédio dos anos 20, o JIA Shanghai (931 Nanjing Road West; 86-21-6217-9000; www.jiashanghai.com), com 55 quartos, é pequeno e intimista, com um interior asiático contemporâneo eclético com ricas texturas. Jia significa lar em mandarim, e os quartos e agrados generosos (chá da tarde gratuito, um bar aberto com água mineral, sucos e refrigerantes) estão à altura do nome. Há também um excelente restaurante italiano chamado Issimo. As diárias dos apartamentos custam a partir de 2 mil yuans, com diárias mais baixas disponíveis online.

O URBN Hotel (183 Jiao Zhou Road; 86-21-5153-4600; www.urbnhotels.com), com 26 quartos, alega ser o primeiro hotel neutro em carbono da China. Seu projeto elegante em um ex-prédio dos correios adaptado exibe madeiras e tijolos reaproveitados e quartos com sala de estar rebaixada e sofás em toda a volta. Os apartamentos saem por 1.400 yuans.

Tradução: George El Khouri Andolfato
 

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo