Festival Nacional da Baleia Franca celebra o turismo de observação de baleias em Santa Catarina

PRISCILA GOMES

Enviada especial a Praia do Rosa (SC)*

Começa neste dia 28, na Praia do Rosa (Imbituba/SC), o Festival Nacional da Baleia Franca. Até 02 de outubro turistas, comunidade local e convidados podem assistir teatros infantis com temas ecológicos, palestras e mesas de discussão com biólogos, oceanógrafos e operadores de turismo de observação de baleias de diversas partes do mundo, além de realizar o whale watching.



Praticado em cerca de 90 países e atraindo mais de 10 milhões de pessoas por ano, o turismo de observação de baleias teve início na Califórnia (EUA), no final da década de 1940, quando o PhD Carl L. Hubbs iniciou observações científicas sistemáticas das baleias cinzentas.

Atualmente, além dos EUA, Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, México e Canadá são os principais países praticantes dessa modalidade de ecoturismo.

No Brasil

Operadoras de turismo que ofereciam passeios de mergulho no arquipélago de Abrolhos, sul da Bahia, foram as primeiras empresas a praticar o whale watching no país. Ainda no estado baiano, é possível fazer passeios de observação de baleias na Praia do Forte e a região de Prado. Nestas áreas, as grandes estrelas são as baleias da espécie jubarte.

Em Santa Catarina, a APA (Área de Preservação Ambiental) da baleia franca compeende uma área de 130 km de costa -de Lagoinha do Leste, no sul de Florianópolis, até Balneário Rincão, no sul do estado-, e a temporada de baleias vai de julho a novembro -quando chegam da Antártida a procura de águas quentes para procriar e acasalar-, tendo seu auge nos meses de setembro e outubro.

Muito dócil, a baleia franca costuma se aproximar bastante dos barcos e, como são mais gordas que as baleias da espécie jubarte, costumam se movimentar mais lentamente, facilitando a avistagem no mar.

Para o passeio, vale anotar algumas dicas em relação de vestuário. Como parte da temporada acontece no inverno, é preciso ir bem agasalhado e é aconselhável usar calças de tecido mole e que sequem rapidamente já que o embarque é feito na beirada do mar. Mesmo com o frio, é preciso usar filtro solar e, quem levar máquina fotográfica ou filmadora, deve protegê-las para que os respingos de água não estraguem o material.

Turismo Vida Sol e Mar
http://www.vidasolemar.com.br/site/ecoturismo_baleias.asp

*A jornalista PRISCILA GOMES e o cinegrafista EDUARDO BONAVITA viajaram a convite da PROA (Pousadas do Rosa Associadas)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos