Viagem

Conheça o charmoso distrito de Barracas, em Buenos Aires

MICHAEL T. LUONGO

New York Times Syndicate *

Por anos, uma das mais famosas atrações turísticas de Buenos Aires ficava em um bairro que os estrangeiros eram avisados a evitar. O Señor Tango (Vieytes 1655; 54-11-4303-0231; www.senortango.com.ar), um espetáculo de tango espalhafatoso que inclui um cavalo vivo, fica em Barracas, no sul da cidade. Os guias frequentemente alertavam os turistas levados em ônibus a não se afastarem, para não correrem o risco de serem assaltados.
  • Marino Santa María/Divulgação

    O artista plástico Marino Santa María cobriu as casas de Barracas com mosaicos e transformou o distrito em um lugar mais atraente para os turistas


Mas isso agora mudou, em grande parte devido ao rejuvenescimento que transbordou das vizinhas Puerto Madero e San Telmo, duas áreas que se beneficiaram com o aumento do turismo e um boom imobiliário.

Barracas, que fica perto dos velhos portos da cidade, significa 'depósitos'. Há muito abandonados, muitos depósitos estão sendo reformados e transformados em moradias de luxo e centros culturais.

Um artista local, Marino Santa María, 59 anos, cujo estúdio fica na casa em que nasceu na Pasaje Lanín 33 (www.marino-santamaria.com.ar), recebe o crédito por ter atraído a atenção para o distrito. Ele começou a transformar a rua em 2000, cobrindo cada casa com mosaicos vistosos. Nos últimos anos, um festival de arte ao ar livre de fim de semana surgiu em Lanín, de julho a dezembro. Santa María lamentou que apesar das visitas dos ônibus de turistas, "muitos mapas não apontam Barracas".

O ano todo em Pasaje Lanín, turistas e moradores locais podem visitar o Ingrata (Pasaje Lanín 168; 54-11-4303-3663; www.ingratabar.blogspot.com), um bar de vinho e café com música ao vivo no Edificio Barracas Central, uma tecelagem reformada. Várias quadras dali, uma ex-padaria foi convertida em 250 apartamentos de luxo. O Centro Cultural Moca (Montes de Oca 169; 54-11-4519-5639; www.ccmoca.com.ar) abriu em seu piso térreo em maio, trazendo grandes programas de arte para o bairro.

Nem toda Barracas é de classe operária, especialmente a Avenida Caseros. Silvina Trouilh, uma proprietária do Caseros Restaurant (Avenida Caseros 486; 54-11-4307-4729), aberto em dezembro de 2008, disse que ficava "no quarteirão mais bonito de Buenos Aires", antes lar dos empresários britânicos que controlavam as estradas de ferro da cidade no final dos anos 1800. O restaurante serve pratos como leitão assado e cordeiro por cerca de 50 pesos por pessoa, ou US$ 13, com o dólar cotado a 3,80 pesos.

Poucas portas rua abaixo fica o bistrô Club Social (Avenida Caseros 442; 54-11-4307-1919). O proprietário, Ezequiel Arslanian, o decorou com azulejos recuperados e relíquias da virada do século passado, dizendo, "nossa inspiração veio do Balthazar em Nova York". As entradas, cerca de 44 pesos, incluem frango no wok ou capelete recheado com abóbora e queijo brie.

Há apenas hotéis-butique e pensões, como a Casa Bolivar (Bolivar 1701; 54-11-4300-3619; www.casabolivar.com), que abriu no final de 2007 em um prédio reformado de 1901. A diária dos 14 apartamentos, todos com cozinha, custa de US$ 85 a US$ 140.

Pamela Murphy, uma nova-iorquina e designer de interiores, se mudou para Buenos Aires em 2004 e abriu o Garden Buenos Aires (Piedras 1677; 54-11-4300-3455; www.gardenbuenosaires.com) em fevereiro de 2008. O amplo prédio de 1907 serve como seu lar e tem quatro quartos cujas diárias variam de US$ 80 a US$ 135. Olhando para seu jardim dos fundos, completo com uma pequena piscina e objetos arquitetônicos encontrados, Murphy disse: "É realmente uma sorte eu ter esta casa aqui".

Tradução: George El Khouri Andolfato
* Matéria publicada originalmente em junho/09

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo