Veneza estuda restringir acesso de turistas

Da ANSA

VENEZA, 31 AGO (ANSA) - A cidade italiana de Veneza está avaliando a ideia de permitir o acesso ao município somente a turistas que pernoitarem no local.

Segundo o assessor comunal para Mobilidade de Veneza, Enrico Mingardi, a proposta visa restringir o número de turistas, principalmente os que vão à cidade apenas para passar algumas horas, modalidade praticada atualmente por milhões de pessoas.

Mingardi pontuou que a medida precisa ser tomada já que há "um limite físico que não pode ser superado" e "inconvenientes que os moradores não podem mais suportar".

"É necessário estudar um projeto para introduzir um número restrito (de turistas, ndr.). Se possui pernoite, entra, senão, não", contou o assessor.

Mingardi explicou ainda que será apresentada uma proposta, respaldada pela Região do Vêneto, onde fica Veneza, a fim de torná-la lei. "Nos próximos dias, faremos uma consulta às categorias e aos cidadãos", esclareceu o assessor.

Por sua parte, o presidente da associação veneziana de albergues, Franco Maschietto, defende que além da restrição, é preciso uma reorganização dos serviços públicos e dos terminais de acesso à cidade.

Veneza é conhecida pelo seu Festival Internacional de Cinema. Neste ano, a 66ª edição do evento ocorrerá entre os dias 2 e 12 de setembro. (ANSA)

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos