Viagem

Conheça a Church Street, um verdadeiro oásis de antiguidades em Londres

ANDREW FERREN

New York Times Syndicate *

28/08/2009 18h01

Não distante das butiques da moda de Marylebone, a Church Street oferece a coisa mais rara entre todas na região de Londres atualmente: um bairro não valorizado. Caminhar pelo mercado de laticínios que margeia a rua e leva ao Alfies Antique Market (13-25 Church Street, Marylebone NW8 8DT; 44-20-7733-6066; www.alfiesantiques.com) é como voltar no tempo.
  • Stefan Schievelbein/SXC Photos

    A alma mercantil da Church Street atrai pessoas em busca de tesouros e pechinchas


Aberto desde 1976 em uma antiga loja de departamentos, o Alfies conta com mais de 70 comerciantes espalhados por mais de quatro andares. Antes um refúgio de enfeites empoeirados, ele decididamente passou a moderno nos últimos anos. Enquanto sobem os preços das antiguidades ao longo da Pimlico Road, e Portobello Road envolve mais ver pessoas do que caçar tesouros, o Alfies permanece fiel à sua alma mercantil da Church Street.

Visitar o mercado com frequência pode manter na dianteira os caçadores de design. Até poucos anos atrás, a ampla galeria no porão da loja de móveis Decoratum (www.decoratum.com) estava repleta de poltronas de couro e jacarandá, de aparência exótica dos anos 60 e 70, do designer brasileiro Sérgio Rodrigues, na época pouco conhecido fora da América do Sul. Em poucos meses após sua estréia na Decoratum, os móveis de Rodrigues começaram a aparecer nas melhores revistas de design.

Enquanto isso, há tanto vidro de Murano em exposição aqui que alguém se pergunta se restou algum na Itália. A Decoratum está estocando muito do vidro italiano - grande parte pendurado no teto, como o candelabro "Spun Sugar" dos anos 60 de Mazzega, feito com cerca de 300 placas de vidro pingado que lembram Jackson Pollocks em miniatura.

Em uma loja no segundo andar chamada The Originals, Paola Noe e Iaia Chiesa vendem artigos de baquelita no Alfies há 20 anos, mas como está cada vez mais difícil encontrar peças de qualidade, elas também passaram para o vidro. "À medida que os velhos comerciantes se aposentam, nós recebemos novos comerciantes jovens que criam grandes espaços de galeria", disse Noe. "Isso trouxe uma nova energia."

Bob Kowalit, de Chelsea, Massachusetts, retornou recentemente ao mercado e pareceu satisfeito com a nova direção do Alfies. "Há quatro anos, as mercadorias eram mais aleatórias - um pouco como uma grande venda de garagem", ele disse, "mas agora as coisas estão bem mais especializadas e realmente modernas".

Mas não há apenas móveis no Alfies. A Persiflage, uma loja de roupas com nome obscuro no segundo andar, oferece fabulosos itens antigos como um vestido de couro e jérsei de Jean Muir de 1972, e muitos cabides de vestidos de organza que a princesa Margaret costuma usar em Mustique.

Para comerciantes, colecionadores e clientes, assim como para os muitos moradores do bairro, o Alfies Rooftop Restaurant é a cantina local preferida. Em uma tarde recente, um jovem casal que parecia colecionar tatuagens e piercings faciais estava enfiado em pratos imensos de café da manhã inglês, com ovos, bacon, salsicha cumberland, cogumelos fritos, batata picada frita, feijão assado ou tomates grelhados e torrada. A duas mesas dali uma mulher elegante em uma capa de chuva forrada de pele e brincos de diamante estava compartilhando um vinho branco com um amigo. Pratos como tagine de cabrito, sopas caseiras e sanduíches cobrem todo o território entre o café da manhã e o happy hour. Um almoço para dois custa 20 libras (US$ 29, com a libra cotada a US$ 1,45) ou menos.

Tradução: George El Khouri Andolfato
* Texto originalmente publicado em abril de 2009

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo