Viagem

Conheça dez lugares inusitados para dizer "sim"

Da Redação

19/05/2009 21h04

Vestidão branco, véu, grinalda, tapete vermelho, marcha nupcial de Mendelssohn, cerimônia católica, chuva de arroz, arremesso de buquê. O pacote definitivamente precisa levar o crédito por formar um conjunto de rituais resistente aos séculos, que habita o imaginário de casais (ok, sobretudo de mulheres) de diferentes gostos e estilos. Mas para quem cansou do clichê ou para quem gostaria de embutir o casamento na viagem de lua-de-mel (não que isso signifique economizar), existem muitas outras maneiras de oficializar uma união.
Embaixo da água ou a milhares de metros acima do nível do mar, ao som de uma tribo indígena nos Andes ou ao uivar de um vento glacial. Conheça dez destinos que testemunham o momento mais romântico na vida de casais de formas não convencionais.

No Empire State Building


Dizer o "sim" no arranha-céu mais famoso do cinema não é para qualquer um. Aqueles que desejam realizar o casamento no Empire State Building, em Nova York, cenário do filme King Kong, participam de um concurso. Em 2009, 400 casais se inscreveram e apenas 13 tiveram o privilégio de trocar os votos a 240 metros de altura, e ter Manhattan como paisagem de fundo. As cerimônias são individuais e celebradas no dia de São Valentim (14 de fevereiro, o Dia dos Namorados americano). Os noivos podem levar apenas 20 convidados. Os casais mais populares têm a dura tarefa de escolher (e convencer) quem sobrar para assistir ao evento pela internet.
As inscrições para 2010 ainda não estão abertas. Os interessados devem ficar atentos às notícias publicadas na página oficial do edifício (www.esbnyc.com). Para concorrer, é preciso enviar uma foto e contar a história de amor do casal.

No Lago Ness


Quem não enjoa com o balanço de um barco pode pensar em celebrar o casamento em um cruzeiro sobre as águas do Lago Ness, na Escócia. Mesmo não tendo medo do lendário monstro que dizem habitar o local, o melhor é preparar a cerimônia para os meses de bom tempo, entre outubro e março. De água doce e escura, Ness é o segundo maior lago do país (com uma área de aproximadamente 56 km2) e um dos muitos que se formaram em falhas geológicas.
O casal pode escolher entre realizar a cerimônia e a festa no barco ou deixar a recepção para um restaurante à beira do lago. No primeiro caso, terá mais chances de aproveitar a paisagem. No entanto não se recomenda ter a bordo mais do que 70 convidados.
Uma cerimônia de quatro horas realizada no barco custa 750 libras esterlinas (cerca de 2.400 reais). Serviços como música e decoração são contratados a parte. Informações: Crannog Concept (www.crannog.net).

Sob os braços do Redentor, literalmente


Se a ideia é casar no Brasil - muito mais fácil mobilizar os amigos -, mas em altíssimo nível (topográfico, inclusive), que tal no mais famoso cartão postal do país? Desde o ano passado, são celebrados casamentos católicos na capela de Nossa Senhora Aparecida, que está aos pés do Cristo Redentor, monumento que abençoa a paisagem carioca. O preço não é muito mais caro que o de igrejas em outras regiões da cidade (a partir de 1.500 reais). Nos primeiros meses, teve uma fila de espera (principalmente de casais estrangeiros, já que o jornal britânico The Sunday Times publicou uma notícia sobre a novidade antes mesmo da primeira cerimônia). Para 2009, ainda há alguns horários disponíveis.
Informações: Santuário Cristo Redentor do Corcovado (santuariocristoredentor@yahoo.com.br ou (21) 3874-1568).
  • Divulgação

    Capela de Nossa Senhora Aparecida realiza cerimônias aos pés do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro


Nas nuvens


Estar nas nuvens é a sensação de quem troca alianças no alto de Table Mountain, na Cidade do Cabo, na África do Sul. Do alto de seus aproximadamente mil metros, vê-se uma impactante imagem do porto, da capital legislativa sul-africana e do oceano Atlântico. A época mais adequada para um casamento ao ar livre no local é de abril a outubro.
Há inúmeras empresas especializadas em organizar a cerimônia no local e cuidar dos tramites burocráticos para um casamento de estrangeiros no país. É preciso comparar preços e serviços oferecidos. O custo médio de um pacote (que inclui a cerimônia civil, transporte dos noivos e alguns serviços como fotografia e música) é de 1.600 dólares (3.360 reais).
Informações: Weddings Abroad (www.weddingsabroad.co.za).
  • Divulgação

    Estar nas nuvens é a sensação de quem troca alianças no alto de Table Mountain, na Cidade do Cabo


Em uma cerimônia maia


Outra opção para quem deseja um casamento nada convencional em uma paisagem paradisíaca é realizar uma cerimônia maia em alguma praia de Cancún, no México. A celebração, também chamada de Tsokobel, dura aproximadamente meia hora. Um sacerdote indígena é encarregado de conduzi-la. Os noivos vestem os trajes tradicionais maias, pedem autorização aos deuses e bebem balche, uma bebida sagrada feita de casca de árvore e mel. Devem realizar oferendas em um altar típico, que depois são repartidas entre as pessoas presentes. Música nativa dá o tom à cerimônia, que também pode ser feita dentro de uma comunidade indígena.
Os preços para realizar esse tipo de evento não são dos mais baratos. Uma cerimônia maia pode sair por 7.500 dólares (15.740 reais), além de 200 dólares (420 reais) pagos pelas vestimentas. Se o casal deseja que a cerimônia tenha efeitos civis, são outros 6.500 dólares (13.640 reais).
Informações: arte-maya@hotmail.com

Na cidade perdida dos Incas


Machu Picchu (Peru), maior símbolo do Império Inca, também pode servir de cenário para um casamento original. Dentro do parque que abriga as ruínas existe um hotel de luxo que organiza cerimônias com rituais indígenas. A decoração é feita com folhas de coca, produto essencial para a cultura inca. Não falta o acompanhamento musical típico andino, caracterizado pela flauta "quena". A cerimônia só pode ter efeito civil se o noivo ou a noiva tem cidadania peruana ou reside no país.
Um pacote que inclui a realização do evento para até dez convidados e uma diária no hotel custa 2.200 dólares (4.620 reais).
Informações: Machu Picchu Santuary Lodge (www.orient-express.com/web/omac_es/omac_a2a_home.jsp)

Chegando de trenó para uma cerimônia na Lapônia


Para os casais convencidos de que o calor de sua paixão resiste a qualquer prova, a Lapônia Finlandesa pode ser considerada. Em uma das opções oferecidas pela agência inglesa First Choice, os noivos podem chegar de trenó puxado a renas (afinal, na terra do Papai Noel, é de bom tom locomover-se como o bom velhinho) para uma cerimônia um tanto gelada, mas com uma visão espetacular. Os votos são trocados em um mirante com vista para um lago congelado. O pacote que inclui a hospedagem dos recém casados em uma luxuosa e aconchegante cabana de madeira custa a partir de 1.019 libras, o equivalente a 3.260 reais.
Informações: First Choice (www.firstchoice.co.uk/sun-holidays/adult-holidays/lapland-weddings)

Nos Alpes austríacos


Para os amantes do frio e da neve, outra opção são os Alpes austríacos. Cerimônias de casamento podem ser organizadas no castelo de Kaprum, pequeno povoado situado no centro do país e conhecido graças à estação de esqui e a um glaciar de mesmo nome. Os noivos podem aproveitar e passar a lua de mel na cidade.
O pacote mais simples, que inclui a organização do evento, fotografia, transporte ao castelo e cinco dias de hospedagem em um hotel, custa 1.295 libras, ou cerca de 4.140 reais.
Informações: www.weddings-abroad.com/austria_kaprun.htm

Em Las Vegas


Las Vegas (EUA) já é um clássico das bodas fora do padrão. A cidade é um verdadeiro parque de diversões do casamento, com cerimônias rápidas e inusitadas. As capelas que se espalham pelas ruas e cassinos atendem todo tipo de gosto e funcionam 24 horas. A mais famosa delas, a Little White Chapel, além de oferecer os já típicos casamentos com Elvis Presley, permite que os noivos se casem sem sair do carro.
A cerimônia pode ser realizada em inglês, espanhol, francês ou alemão. Os preços dos pacotes variam de 200 a 800 dólares (420 a 1.680 reais). Quem quiser trocar as alianças sobrevoando a cidade deve pagar 995 dólares ou 2.090 reais, (de helicóptero) ou 1.500 dólares, 3.150 reais (de balão).
Informações: www.alittlewhitechapel.com
  • Divulgação

    A Little White Chapel, em Las Vegas, nos EUA, permite até que os noivos se casem sem sair do carro


Embaixo d'água


A ilha colombiana de San Andrés, em pleno mar do Caribe, foi durante alguns anos o destino escolhido por quem planejava um casamento rápido, sem burocracia e com uma paisagem espetacular. Mesmo que os estrangeiros não possam formalizar a união só com o passaporte, o local ainda é bastante procurado graças à possibilidade de realizar o matrimônio embaixo dŽágua ou em uma das magníficas praias de areia branca do Caribe.
Um pacote simples para um casamento na praia custa a partir de 500 dólares (1.050 reais). Já os preços dos casamentos submarinos variam de acordo com a experiência dos noivos em mergulhar e com a presença de convidados.
Informações: Saiweddings (www.saiweddings.com)

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo