Viagem

36 Horas em Washington, a cidade dos EUA que está novamente na moda

Divulgação
Imagem: Divulgação

HELENE COOPER

New York Times Syndicate

13/03/2009 18h36

Washington está repentinamente de novo na moda, acrescido de uma dose dupla de jovens trabalhadores políticos idealistas, que de fato acreditam que podem mudar o mundo, além da chegada do primeiro presidente negro dos Estados Unidos. Passou a ser até bacana acenar a bandeira. E nos meses de lua-de-mel da presidência de Barack Obama, antes do casamento do país com o novo presidente azedar como de costume, uma viagem à capital do país é o que há. Seria quase antipatriótico não visitá-la.



Sexta-feira


18h - A festa começa cedo

Beba na companhia dos recém-chegados a Washington no Eighteenth Street Lounge (1212 18th Street NW; 202-466-3922; www.eighteenthstreetlounge.com). Entre pela porta ao lado da Mattress Discounters -não há sinalização do lado de fora- suba as escadas e voilà! Uma casa geminada de múltiplos níveis, com sala após sala de sofás de veludo e lareiras, aguarda por você. Há um deck nos fundos para coquetéis pós-expediente na primavera e verão.

20h - Coma como a Oprah

Tome um táxi até Capital Hill, até o Art and Soul Restaurant no Liaison Hotel (415 New Jersey Avenue NW; 202-393-7777; www.artandsouldc.com). O ex-chef de Oprah Winfrey, Art Smith, é o dono deste restaurante que foi a central de comando das grandes festas da posse. Sim, você já tomou uns drinques, mas você não vai dirigir, então não deixe de provar a margarita no bar antes de se sentar para comer. O cardápio fará você se recordar que, sim, Washington é uma cidade sulista -nem pense em deixar de provar a Chesapeake Bay Fry para começar. É uma combinação de frutos do mar fritos, mariscos, lula, camarão e ostras com, é claro, quiabo. Os bolos de milho Terra e Mar (com caranguejo, carne bovina e queijo brie) são ridiculamente bons. Se ainda estiver com fome, então peça a costeleta de porco com molho de presunto. E os bolinhos miniatura de coco e chocolate. O jantar para dois, com drinques, vinho e sobremesa, custa cerca de US$ 140.



  • Susana Raab/NYT

    O famoso Lincoln Memorial, em Washington, D.C.


22h - Caminhada da liberdade

Por sorte, você não está usando sapatos Prada com saltos de 13 centímetros, porque você vai queimar a costeleta de porco com uma caminhada até o parque National Mall. Seu destino é o Lincoln Memorial (www.nps.gov/linc), com o velho Abe iluminado por trás à noite. Os monumentos de Washington são sempre melhores vistos à noite, quando os turistas vão embora e os românticos estão caminhando de braços dados. Na noite da eleição, o Lincoln Memorial era um local carregado de emoção: Illinois estava enviando outro de seus filhos para Washington. De lá para cá, o monumento que há muito era o primeiro destino dos visitantes afro-americanos em Washington se tornou quase um refúgio, com moradores e visitantes vindo para ler a inscrição "Sem malícia contra ninguém; com caridade para com todos" e refletir sobre a América, a Bela.



Sábado


9h - Protesto sentado matinal

O café da manhã no Florida Avenue Grill (1100 Florida Avenue NW; 202-265-1586), uma instituição de culinária sulista, evoca os protestos sentados e o movimento dos direitos civis. O endereço serve a gordurosa e deliciosa culinária do Sul desde 1944. Mingau quente, presunto, biscoitos e molho -tudo cercado por fotos de antigos figurões de Washington, como Ron Brown, o ex-secretário do Comércio, e Strom Thurmond, o ex-senador da Carolina do Sul. Obama terá que manter a linha se seguir seus predecessores aqui.



  • Susana Raab/NYT

    Centro de Visitantes do Capitólio oferece exposições rotativas de documentos históricos


10h - Nº 1600 da avenida Pennsylvania

Nós sabemos, é o local turístico mais visado. Mas entenda, é a Casa Branca (1600 Pennsylvania Avenue; 202-456-7041; www.whitehouse.gov). Para agendar uma visita, primeiro é preciso encontrar nove amigos para acompanharem você. Então telefone para seu deputado no Congresso para agendar. (Não sabe exatamente quem é? Procure em writerep.house.gov.) Esses passeios sem guia -que funcionam na base do primeiro que chegar é o primeiro a entrar e são marcados com cerca de um mês de antecedência- permitem que você explore as salas públicas e os jardins. Sinto muito, mas você não poderá checar a quadra de basquete interna planejada por Obama, mas poderá ver a Sala Leste, a Sala de Recepção Diplomática e a sala de jantar onde ocorrem aqueles sofisticados jantares de Estado.

Meio-dia - Olá, Betsy

Não, não é aquela Betsy... não há bandeiras estreladas no Betsy Fisher (1224 Connecticut Avenue NW; 202-785-1975; www.betsyfisher.com). Esta butique estilizada e elegante é ponto de referência para os funcionários do novo governo Obama. (A porta-voz de transição de Obama, Stephanie Cutter, descola seus vestidos Diane von Furstenberg aqui.) A proprietária, Betsy Fisher Albaugh, sempre tem drinques e vinho à mão para manter ocupados os homens que invariavelmente são arrastados para a loja.

14h - Vamos, deputado!

Ele levou seis anos para ser concluído, mas o Centro de Visitantes do Capitólio dos Estados Unidos (Capitol Hill; na extremidade leste do parque The Mall; 202-225-6827; www.visitthecapitol.gov) finalmente foi inaugurado. O centro subterrâneo visa aliviar o gargalo que costumava servir de entrada para os visitantes no Capitólio. Ele faz isso e mais, apesar das críticas, que dizem que ele assume uma vida própria separada demais do próprio Capitólio. Confira pessoalmente -é possível agendar uma visita pelo site, ou apenas comparecer e perambular pelo local. O centro oferece exposições rotativas de documentos históricos, que podem variar de uma cópia cerimonial da 13ª Emenda que aboliu a escravidão ao discurso feito pelo presidente Bush ao Congresso, após os ataques do 11 de Setembro.



  • Susana Raab/NYT

    Chi-Cha, um lounge onde é possível tomar drinques de fim de noite


19h - Hora da festa

Ok, basta de turismo federal, é hora de encontrar os washingtonianos de verdade. Vá ao sempre agitado Corredor da U Street e descole um banco no Local 16 (1602 U Street NW; 202-265-2828; www.localsixteen.com), um popular reduto democrata. Há múltiplos lounges e, melhor de tudo, um deck na cobertura, onde é possível ver as luzes da cidade enquanto beberica seu martini de melancia pré-jantar. Muitos arrecadadores de fundos democratas frequentam o lugar, então não se surpreenda se houver alguma festa privada em uma das salas.

20h30 - Prato político

Jante a poucas quadras de distância no Cork Wine Bar (1720 14th Street NW; 202-265-2675; www.corkdc.com), que pode ter uma das melhores batatas fritas da cidade. Os proprietários, Khalid Pitts e Diane Gross, são amigos de Barack (Pitts é diretor de responsabilidade política da União Internacional dos Funcionários do Setor de Serviços, que apoiou Obama, e Gross trabalhou para o establishment político democrata por anos). O cardápio inclui pratos grandes e pequenos, de queijos e azeitonas marinadas a confit de pato e sauté de couve. E, minha nossa, não esqueça das batatas fritas! Elas são temperadas com alho e limão. Pode pedir duas porções. O jantar para dois, com vinho, custa cerca de US$ 60.

22h30 - Sala cheia de fumaça

Fume o resto de sua noite no Chi-Cha (1624 U Street NW; 202-234-8400; www.latinconcepts.com/chi-cha), um lounge onde se fuma tabaco com mel por um narguilé ao mesmo tempo que se toma drinques de fim de noite. O público eclético dança rumba e salsa até altas horas da madrugada, e há sempre um diplomata em um sofá de canto fazendo algo impróprio -desvie o olhar, curta seu narguilé e dance com o ritmo. É como estar em Beirute. Ok, vamos tentar de novo. É como estar em Marrakech. Bem, talvez Marrakech com música brasileira. Se quiser que a noite prossiga, pare no Ben's Chili Bowl no momento em que está mais movimentado.



Domingo


8h - Rio idílico

Washington é conhecida pelas belas manhãs ao longo do Rio Potomac, e uma forma perfeita de vê-las é de uma canoa. A Thompson Boat Center (2900 Virginia Avenue NW; 202-333-9543; www.thompsonboatcenter.com), no encontro de Georgetown com o Rock Creek Parkway, oferece aluguéis de canoa a partir de US$ 8 a hora e US$ 22 por dia. Reme pelo rio e poderá ver um senador (ou um príncipe saudita) tomando café no pátio de sua mansão.




  • Susana Raab/NYT

    Igreja Católica Romana de Santo Agostinho é uma das mais antigas igrejas negras dos EUA


12h30 - Levante sua voz

A Igreja Católica Romana de Santo Agostinho (1419 V Street NW; 202-265-1470; www.saintaugustine-dc.org) que se considera a "Igreja Mãe dos Católicos Negros nos Estados Unidos", é uma das mais antigas igrejas católicas negras do país. A missa dominical das 12h30 combina hinos tradicionais negros com música gospel. O local tem cantado com fervor particular desde o dia da eleição, em 2008.



Onde ficar



O Hotel Palomar (2121 P Street NW; 202-448-1800; www.hotelpalomar-dc.com) é um hotel butique Kimpton no coração do Círculo Dupont. Diárias a partir de US$ 150.

O Hotel Monaco (700 F Street NW; 202-628-7177; www.monaco-dc.com), também um hotel Kimpton, fica no Penn Quarter, em frente à Galeria Nacional de Retratos e perto do Museu Internacional da Espionagem. Quartos a partir de US$ 180.

O Hotel Tabard Inn (1739 N Street NW; 202-785-1277; www.tabardinn.com) é uma alternativa barata (alguns quartos compartilham um banheiro) repleta de charme; pense na Velha Inglaterra não distante da Casa Branca. A diária dos quartos com banheiro compartilhado custa a partir de US$ 113; com banheiro privado, US$ 158.

Tradução: George El Khouri Andolfato

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem

Topo