Viagem

Prove a gastronomia 'de rua' de Mumbai

Reprodução/Jumbo King
Imagem: Reprodução/Jumbo King

KAVITHA RAO

New York Times Syndicate

Quando o chef bad-boy da televisão, Anthony Bourdain, fez uma jornada culinária pela Índia há dois anos, ele disse que o vada pav, o humilde lanche de rua geralmente vendido por cerca de 10 centavos, foi a melhor coisa que comeu.

Bourdain estava certo. O vada pav é um glorioso excesso de carboidratos em forma de um patê de batata picante envolto em uma cobertura de farinha de grão-de-bico, então ensanduichado em uma massa amanteigada e banhada em um forte chutney de alho.

Comida de rua despretensiosa como o vada pav, preferivelmente comprada de um vendedor mau humorado, faz parte da grande experiência de viagem indiana. Ainda assim, é preciso um turista corajoso para provar os produtos de um vendedor de rua que geralmente está amassando a batata com as próprias mãos nuas e sujas, enquanto moscas voam alegremente em volta. Felizmente, vários restaurantes estão promovendo um saneamento da comida de rua, a servindo em um ambiente limpo (mesmo que nem sempre impecável). Na maioria dos lugares, você pode comer como um rei por menos de US$ 2.

Em um dos numerosos restaurantes Jumbo King por toda a cidade, é possível comer o vada pav em diversos sabores por apenas 7 rúpias (cerca de 14 centavos de dólar, com o dólar cotado a 50 rúpias). O Jumbo King quer ser o McDonald's dos lanches de rua, e os vada pavs embalados de forma uniforme são servidos por funcionários usando luvas plásticas a partir de utensílios de aço reluzentes, com coberturas adicionais de chutney picante e alho.

No resplandecentemente limpo, mas freneticamente movimentado, Swati Snacks (248 Karai Estate, Tardeo Road; 91-22-6580-8406), em frente ao Bhatia Hospital, é possível se banquetear com chaats tão deliciosos quanto os comprados nas chaatwalas na famosa praia Chowpatty, mas sem lhe causar dor de barriga.

O chaat é a comida de rua clássica de Mumbai, um termo genérico para uma mistura saborosa de ingredientes, que pode incluir batatas, discos de farinha de grão-de-bico, cebolas, iogurte, grão-de-bico, hortelã, amendoim e vários chutneys. Experimente o pani puri (discos de massa crocantes recheados com batatas, couve e um molho de tamarindo, que explode deliciosamente no seu paladar), bhel puri (arroz tufado misturado com cebola, tomate, chutney de hortelã, palitos crocantes de farinha de grão-de-bico, amendoim, sumo de limão e coentro) e o mais suave pankhi (delicadas panquecas de arroz cozidas no vapor em folhas de bananeira), não exatamente comida de rua, mas boas demais para deixar passar.

Este também é um dos poucos lugares seguros para provar golas (bolas de gelo picadas banhadas em calda com sabor de rosa ou hortelã) e o caldo de cana que mata a sede. Mas chegue cedo, já que não há reservas e as filas são longas.

Kailash Parbat, outra rede popular com lanchonetes em muitos multiplexes, é um bom lugar para outros lanches quintessenciais de Mumbai como o pav bhaji (um pão torrado cheio de vegetais frescos cozidos na manteiga) e o ragda pattice (pão de batata torrado com grão-de-bico). No subúrbio de Bandra, o Elco Pani Puri Center oferece um chaat higiênico com conforto e ar-condicionado, além de ser conhecido por seu pani puri (Elco Arcade, Hill Road, Bandra; 91-22-2645-7677).

Haverá sempre aqueles mumbaicares que lhe dirão que os lanches de rua comidos em restaurantes não se comparam aos autênticos do "Raju, o chaatwala cego no segundo escoadouro aberto atrás da Estação de Trem de Churchgate". Eles provavelmente estão certos. Há algo nos verdadeiros pratos de rua que os torna mais saborosos. Os melhores vendedores geralmente são encontrados em frente às faculdades e estações de trem.

Se quiser correr o risco de provar o artigo genuíno, certifique-se se optar pelos lanches quentes saídos diretamente da grelha ou frigideira, evite chutneys, sucos e molhos, jogue fora a cebola e tomate crus e se atenha às opções vegetarianas se tiver um estômago delicado. Afinal, o que é bom o bastante para Anthony Bourdain...

Tradução: George El Khouri Andolfato

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo