Dez voos cancelados com primeira greve de nova Alitalia

da Ansa

ROMA, 19 JAN (ANSA) - Uma equipe da Alitalia realizou uma greve de quatro horas, das 10h às 14h locais, nesta segunda-feira, convocada pelo Sindicato dos Trabalhadores (SDL), a primeira desde a volta da empresa, sob a direção da Companhia Aérea Italiana (CAI).

A greve foi organizada contra os cortes na equipe, os critérios de contratação e as condições de trabalho impostas pelos novos dirigentes da companhia.

Os trabalhadores também criticam "a falta de aplicação da norma social que garante direitos durante a maternidade e paternidade e assistência a familiares deficientes".

Esta é a primeira greve após o início das atividades da nova Alitalia, em 13 de janeiro passado, sob a liderança do consórcio italiano.

Durante o horário que a companhia esteve em greve, no aeroporto de Fiumicino, na capital italiana, foram cancelados quatro voos internacionais da Alitalia -- para Argel, Moscou, Cairo e Malta --, e três nacionais -- um para Palermo e dois para Milão.

Segundo fontes do sindicato, no total seriam dez os voos anulados.

Em Milão, também se prevê para hoje uma assembléia extraordinária dos acionistas da Alitalia para aprovarem a aliança com a franco-holandesa Air France-KLM, que na segunda-feira passada foi aceita pelo conselho de administração.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos