Viagem

Expedição Brasil Melhor, segundo dia: Livre para as belas paisagens do deserto do Jalapão

Poio Estavski
Imagem: Poio Estavski

FABIO CUNHA

Participante da expedição

Depois de um dia estafante, os aventureiros da Expedição Brasil Melhor 3 tiveram um merecido dia de turismo em um dos mais peculiares e intrigantes locais de nosso vasto país. Um mix de deserto, cerrado e savana chamado Jalapão.

O sol a pino, mesmo no inverno, nos faz acordar cedo. Não podemos deixar de visitar os cartões-postais do local. O Fervedouro é uma nascente de água com impressionante vazão. Apenas seis pessoas por vez podem desfrutar do paraíso, uma manifestação plena da natureza. Tem forma de poço esverdeado, no qual é impossível afundar e ficar coberto por areia até a cintura e por água até os ombros. A sensação é única e inesquecível.

Depois da visita, retornamos para Mateiros. Famintos, encontramos um escondido restaurante de comida caseira. Não há cardápio e só é servido um tipo de prato por dia. Fica na rua principal, sem placa, mas é muito saboroso e divertido. Dona Rosa, a proprietária da casa, serve com muito humor no quintal o almoço aos turistas e locais. A sobremesa não tem na casa, mas bem ao lado um charmoso quiosque serve sorvete de massa, característico do interior do Brasil.

No final de tarde, toda a expedição seguiu em comboio para festejar o início da viagem. O destino? As dunas do Jalapão. São 30 km de Mateiros, passando pela serra do Espírito Santo e um emaranhado de trilhas de areião. O visual é deslumbrante. Dunas de areia, cor do capim dourado, ela é o resultado de uma mistura de sete minérios que compõem as areias e águas da região.

À noite, pizza atrás da praça e visita à casa noturna de Mateiros, com decoração simples, povo pacato e muito forró, o ritmo predileto da cidade. Ciente do que o dia seguinte reserva para os participantes, eles precisam de descanso para acordar cedo e preparar as malas para um dia que promete muita adrenalina.

Solidário até com um pé só

Daniel Feijão, balonista, 24 anos, sofreu um grave acidente logo após a última expedição, em 2007. Internado por mais de 30 dias sem saber quais seqüelas teria, lutou para se recuperar. Força de vontade, disciplina e apoio da família contribuíram para a sua total recuperação. Foram dez meses de cirurgias e fisioterapia com um objetivo: participar da expedição em 2008. E ele conseguiu! Mesmo com um pé imobilizado, ele está presente este ano, na companhia de seu irmão gêmeo, Rafael Feijão. Festa para os amigos que fizeram questão de levá-lo para conhecer as belezas do Jalapão.

Expedição Brasil Melhor


MATEIROS (TO)
População: 1.737 (2007)
Território 9.592 km²
A cidade: O local não possuía energia elétrica até 2001. Foi "descoberta" pelo Ibama, que incentivou a criação do Parque Estadual do Jalapão. Considerada a capital do Jalapão, fica na região entre as cidades de São Feliz do Tocantins, Dianópolis e Formoso (BA), onde se localizam atrativos naturais como a cachoeira da Formiga, cachoeira da Velha, o Fervedouro, as dunas do Jalapão, além da Serra da Muriçoca e a Pedra da Baliza, na divisa entre os estados do Tocantins, Bahia, Piauí e Maranhão. Há ainda a comunidade Mumbucas, onde é feito artesanato de capim dourado nacionalmente conhecido. Destaque para as praias fluviais de areias finas e águas cristalinas, conhecidas como praias do Jalapão. O cenário mais famoso, porém, são as dunas do Jalapão, com cerca de 40 metros de altura e 34km² de área aproximada, com areia de cor laranja decorrente da erosão natural de paredões de arenito.
Onde ficar e comer:
Panela de Ferro - Pousada e Restaurante (av. Tocantins , qd.07, lt.15 Centro; TV aberta, ar condicionado, restaurante) e Pousada Cardoso (tel.: 6) 3534-1049)
Achados:
Casa da Dona Rosa, na rua Principal
Pizzaria, atrás da praça
Para curtir à noite:
Em frente à praça, o forró da cidade

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo