Viagem

36 horas em Pittsburgh - Compras excelentes, galerias inovadoras e museus de prestígio

Jeff Swensen/NYT
Imagem: Jeff Swensen/NYT

JEFF SCHLEGEL

New York Times Syndicate

16/07/2008 20h10

Pittsburgh, no Estado americano da Pensilvânia, passou por uma notável renascença, de uma cidade industrial carente de recursos para um oásis cultural reluzente. Mas é difícil se livrar dos velhos estereótipos, de forma que Pittsburgh provavelmente não consta na curta lista de muitas pessoas de um destino para escapada cosmopolita. É uma pena, porque esta cidade de 89 bairros distintos é uma cidade bacana e, eu ouso dizer, descolada.

Há grandes restaurantes, destinos de compras excelentes, galerias inovadoras e museus de prestígio. A convergência de três rios e as colinas verdes ao redor também a tornam um ambiente urbano surpreendentemente bonito. E se os Pirates estiverem na cidade, vá ao PNC Park. Além do jogo de beisebol, o estádio oferece uma grande desculpa para explorar o centro de Pittsburgh e as vistas do rio.



Sexta-feira


16h - Futebol americano e aço
Conheça o que mexe com a cidade no Senator John Heinz History Center (1.212 Smallman Street; 412-454-6000; www.pghhistory.org), que narra as glórias do passado e do presente da cidade, da indústria siderúrgica americana ao time de futebol Pittsburgh Steelers. São na verdade dois museus: o museu principal é dedicado a tudo, do império da indústria alimentícia Heinz à população poliglota. Os dois andares superiores são ocupados pelo Western Pennsylvania Sports Museum, que presta homenagem à rica herança esportiva da cidade. É difícil não notar o prédio de tijolos de sete andares que já foi um depósito; basta procurar pela foto gigante de Franco Harris, o jogador de futebol do Salão da Fama.

19h - Jantar com cascata
O cardápio de martinis muda quase com a mesma freqüência que os especiais sazonais no Soba (5.847 Ellsworth Avenue; 412-362-5656; www.bigburrito.com/soba), um restaurante pan-asiático com exterior vitoriano e um interior zen, que conta com uma parede de cascata de água de dois andares. O cardápio inclui tempurá de camarão envolto em alface (US$ 11) e halibute do Alasca assado (US$ 30). A carta de vinhos é extensa, assim como as mais de 20 variedades de saquê. O ambiente é rico e da moda, mas não de forma excessiva. Se você chegar cedo, peça um martini especial, talvez feito de vodca com gengibre, no terraço na cobertura.

22h - Sala aveludada
O Brillobox (4.104 Penn Avenue; 412-621-4900; www.brillobox.net) parece um bar artístico do East Village -o que não é de se estranhar, já que o casal de artistas trintões que é seu proprietário é de ex-nova-iorquinos. Eles retornaram para Pittsburgh, eles disseram, para contribuir para a crescente cena de arte da cidade. Exibições de filmes de arte, performances, leituras e música ao vivo são realizadas no andar superior, em uma sala revestida de papel de parede aveludado e murais. Ou apenas se solte no bar no andar de baixo, com suas luzes vermelhas que dão clima e uma jukebox eclética que conta com Goldfrapp, Patsy Cline e Snoop Dogg.




As melhores vistas de Pittsburgh estão em Monte Washington, e a melhor forma de chegar lá é pelo Duquesne Incline
VEJA MAIS FOTOS DA CIDADE AMERICANA DE PITTSBURGH


Sábado


10h30 - Comida e caminhada
À noite, o ex-distrito industrial Strip fica cheio de festeiros que entram e saem dos bares e clubes. Mas, nas manhãs de sábado, a vias paralelas da Penn Avenue e Smallman Street (aproximadamente entre a 16th e 26th Street) se transformam em um amplo mercado ao ar livre, com quiosques de pratos estrangeiros que servem kebabs do Oriente Médio, lingüiças italianas e o folhado grego baklavá. Compre hortifrutis, roupas e quinquilharias antigas enquanto acordeonistas e bandas de mariachis fornecem a trilha sonora festiva. Faça uma pausa com uma xícara de café e um mele, uma torta com recheio de frutas, no La Prima Espresso Company (205 21st Street; 412-565-7070), onde os idosos sentados nas mesas externas parecem estar bebendo o café espresso e jogando cartas há uma eternidade.

13h - Sem camas aqui
Você provavelmente encontrará por conta própria o Andy Warhol Museum (117 Sandusky Street; 412-237-8300; www.warhol.org). Para uma arte contemporânea mais radical, siga um novo caminho pelo bairro Mexican War Streets até o Mattress Factory (500 Sampsonia Way; 412-231-3169; www.mattress.org; ingresso US$10). Situado em uma antiga fábrica de colchões, o museu é dedicado a instalações de arte que ocupam toda uma sala. No momento está em cartaz "Instant Before Incident" (instante antes do incidente), uma escultura instigante do artista italiano Luca Buvoli que descreve um Fiat antigo passo a passo se projetando pela janela.

15h - Itens difíceis de encontrar
Algumas das lojas mais cheias de estilo podem ser encontradas na 16:62 Design Zone, que vai do Strip District a Lawrenceville. Ela conta com mais de cem lojas de propriedade local dedicadas a design, decoração do lar, arte contemporânea, moda e arquitetura. Entre as mais interessantes está a sem fins lucrativos Society for Contemporary Craft (2.100 Smallman Street; 412-261-7003; www.contemporarycraft.org), uma galeria e loja que exibe artesanato como bolsas reluzentes metálicas (US$ 300 a US$ 500) e gabinetes de aço reciclado (a partir de US$ 3.500).

18h - Pegue a câmera
As melhores vistas de Pittsburgh se encontram no Monte Washington, e a melhor forma de chegar lá -ou pelo menos a mais divertida- é subindo o Duquesne Incline (1.220 Grandview Avenue; 412-381-1665; www.incline.cc; US$ 4 ida e volta). Um dos dois bondinhos sobreviventes dos anos 1870, ele leva três minutos para subir os 25 metros a partir da Grandview Avenue. Há um simpático pequeno museu de história que conta com velhos recortes de jornal, mas o verdadeiro espetáculo é a vista do centro de Pittsburgh, onde o Allegheny e o Monongahela se encontram para formar o Rio Ohio.

19h30 - Cidade sob vidro
Enquanto estiver lá em cima, a Grandview Avenue também é lar de uma série de restaurantes. Para impressionantes peixes e frutos do mar com vistas do rio, faça reservas para o Monterey Bay Fish Grotto (1.411 Grandview Avenue; 412-481-4414; www.montereybayfishgrotto.com). Este restaurante com três pisos fica no topo de um prédio de dez andares. Não é exigido paletó, mas é apropriado ir bem-vestido. Em uma recente visita, os especiais incluíam salmão do Atlântico grelhado no carvão e morangos frescos com cobertura de vinho tinto (US$ 26).




O Dee's Cafe é uma casa noturna barata e confortável que fica lotada nos fins de semana de Pittsburgh
VEJA MAIS FOTOS DA CIDADE AMERICANA DE PITTSBURGH


21h - Rumo ao teatro no centro
Geralmente considerado como a companhia de teatro mais inovadora de Pittsburgh, o City Theatre (1.300 Bingham Street; 412-431-2489; www.citytheatrecompany.org) monta peças que dificilmente seriam encenadas no distrito cultural no centro. O teatro, em um par de ex-igrejas, conta com um palco principal com 272 lugares e outro com 110 lugares. Uma montagem de "The Wonder Bread Years", uma comédia escrita pelo ex-roteirista da série "Seinfeld", Pat Hazell, entrou em cartaz em 10 de julho (US$ 35 e US$ 40). Produções recentes incluem peças de Adam Rapp, Christopher Durang e Jeffrey Hatcher.

23h - Maratona de pubs
Siga para a East Carson Street, segundo alguns o trecho contínuo mais longo de bares do país. Tem de tudo lá, de botecos simples a casas noturnas elegantes. O Dee's Cafe (1314 East Carson Street; 412-431-1314; www.deescafe.com) é uma casa noturna barata e confortável que fica lotada nos fins de semana com uma mistura de grisalhos locais, boêmios e estudantes universitários. Peça uma cerveja Iron City e talvez jogue um pouco de sinuca (US$ 6 a hora).



Domingo


11h - Brunch e bugigangas
Um dos pontos mais incomuns de brunch da cidade é o Zenith (86 South 26th Street; 412-481-4833; www.zenithpgh.com), uma combinação de galeria de arte, loja de roupas antigas, antiquário e restaurante vegetariano. Para aqueles que não suportam tofu, o brunch (US$ 10) inclui pratos tradicionais como ovos, panquecas e torradas. Ele fica cheio, então chegue antes dele abrir, às 11h, para evitar a fila.

12h30 - A outra Oakland
O distrito de Oakland está repleto de energia intelectual da Universidade de Pittsburgh, da Universidade Carnegie Mellon e de um grupo de museus. Comece pela Nationality Rooms at the Cathedral of Learning (4200 Fifth Avenue; 412-624-6000; www.pitt.edu/~natrooms), uma torre de 42 andares em estilo gótico no campus da Pittsburgh que conta com 27 salas de aula, cada uma dedicada a uma diferente nacionalidade. Então vá aos renomados Carnegie Museum of Art (412-622-3131; www.cmoa.org) e Carnegie Natural History Museum (www.carnegiemnh.org), ambos na 4.400 Forbes Avenue, para Degas e dinossauros. Antes de partir, escolha uma excursão a pé por Oakland e suas obras de arte públicas. Não mencionado no folheto, mas que vale a pena ser procurado: o muro de tijolos na Roberto Clemente Drive, que já fez parte do muro externo do antigo campo dos Pirates, o Forbes Field.



Informações básicas


A Delta e a JetBlue possuem vôos sem escala do Aeroporto Kennedy em Nova York até Pittsburgh por cerca de US$ 238, segundo uma recente pesquisa online; a American Airlines e a US Airways têm vôos sem escala que saem de La Guardia.

O Parador Inn of Pittsburgh (939 Western Avenue; 412-231-4800; www.theparadorinn.com) é uma pensão com tema caribenho em uma mansão dos anos 1870, no North Side da cidade. A diária dos quartos custa US$ 150.

Também no North Sida fica o Priory Hotel (614 Pressley Street; 412-231-3338; www.thepriory.com), um hotel butique ao estilo europeu em uma reformada paróquia beneditina do século 19. Quartos duplos a partir de US$ 145.

Para hospedagem de maior luxo, experimente o Renaissance Pittsburgh Hotel (107 6th Street, 412-562-1200; www.marriott.com/hotels/travel/pitbr-renaissance-pittsburgh-hotel), um hotel de 300 quartos em um marco histórico no centro da cidade. Diárias a partir de cerca de US$ 180.

Tradução: George El Khouri Andolfato

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo