Viagem

36 horas em Cartagena - Livre da cocaína, cidade pulsa como uma festa de salsa

Scott Dalton/NYT
Imagem: Scott Dalton/NYT

ERIC RAYMAN

New York Times Syndicate

04/06/2008 16h40

Com seus dias de cocaína no passado, a cidade portuária colombiana de Cartagena despontou como a bela do baile. Esta cidade tropical no Caribe está pulsando como uma festa de salsa, atraindo endinheirados e socialites latino-americanos e europeus às suas mansões coloniais reformadas, restaurantes fusion sofisticados e praças ao estilo do Velho Mundo. Outros ritmos também podem ser ouvidos. Violeiros caminham pelas ruas pavimentadas com pedras. Concursos de beleza e festivais de dança mantêm a cidade agitada após o anoitecer. E clubes de música tecno mantêm os foliões de Cartagena dançando até o amanhecer. Mas esta cidade impressionantemente bela também tem um lado tranqüilo. Praias de areias brancas e água cristalina ficam a uma pequena distância.



Sexta-feira


16h - Atacando as muralhas
Cartagena é uma cidade para caminhar, e seu distrito histórico murado parece uma medina marroquina, com prédios coloniais espanhóis de 300 anos reunidos ao lado de ruas pavimentadas com tijolos. A paleta é saturada de azul escuro, rosa cinzento, laranja queimado e ocre. A brisa fresca do mar e abundância de sombras tornam a cidade velha bastante confortável mesmo a um calor de 32ºC. Para se orientar, acene para uma das charretes-táxi (www.paseosencoche.com). Um passeio de 15 minutos pela cidade velha, um Patrimônio Cultural da Humanidade da Unesco, custa 30 mil pesos (cerca de US$ 17 com o dólar cotado a 1.800 pesos). O condutor apontará os locais durante o percurso e, ao anoitecer, acenderá as velas nas lanternas.

18h - De olho nas pedras
As muralhas de pedra de 400 anos que cercam a cidade estão surpreendentemente intactas e se estendem por mais de três quilômetros. Caminhe na direção oeste ao longo de uma ampla praça no topo de uma muralha; o Caribe está à sua direita, e as ruas medievais adoravelmente restauradas à sua esquerda. Para um coquetel ao pôr-do-sol, caminhe até o Café del Mar (Baluarte de Santo Domingo; 575-664-65-13; www.cafedelmarcolombia.com), pegue um banquinho do lado externo, perto dos canhões enferrujados que antes protegiam a cidade, e peça uma pina colada colombiana (14 mil pesos).

20h - Bom apetite
Cartagena possui uma culinária rica, combinando sabores e ingredientes do Caribe, da Europa, da África e até mesmo da Ásia. Para uma refeição suntuosa, mas atípica, dobre a esquina a partir da casa de Gabriel García Márquez para ir ao El Santísimo (Calle del Santísimo, nº 8-19; 575-664-33-16; www.restauranteelsantisimo.com), onde chefs que estudaram na França preparam pratos colombianos clássicos com molhos modernos servidos em um pátio de tijolos com vinhas penduradas, brisas suaves e luz de velas. Um favorito é lagostim em um molho coco e tamarindo (45 mil pesos). Não pule a sobremesa ou, como o cardápio as chama, "os pecados da freira". Isto se aplicaria ao la envidia, mousse de manga com calda de uva (18 mil pesos).



Sábado


9h - Passeando ao amanhecer
Há poucos motivos para sair da cidade velha, mas um deles é escalar o enorme Castillo de San Felipe (www.fortificacionesdecartagena.com), um imenso forte construído nos séculos 17 e 18 pelos espanhóis (ou, mais precisamente, por seus escravos) para defender o flanco terrestre do porto. Comece bem cedo, antes de o sol tostar tudo. O forte contém uma fazenda de formigas de túneis escondidos que podem ser explorados com ou sem um guia e que as crianças aventureiras adorarão. Um táxi saído da cidade velha custa cerca de 5.000 pesos; o ingresso, 13 mil pesos.




Ruínas do Castillo de San Felipe, forte construído nos séculos 17 e 18, incrivelmente preservado
VEJA MAIS ATRAÇÕES DAS 36 HORAS EM CARTAGENA


11h - Fruta suculenta
Faça uma pausa para uma fruta. As mulheres de Palenque mascateiam um arco-íris de frutas maduras pelas ruas de El Centro: bananas, mangas, mamões, cocos, ameixas e goiabas. Experimente a nêspera, uma fruta do tamanho de um kiwi com a textura de uma pêra e o sabor celestial de chocolate, açúcar caramelizado e amora.

Meio-dia - Arte e Inquisição
Três museus obrigatórios estão a um quarteirão um do outro e podem ser vistos em menos de 30 minutos cada. O Museu de Arte Moderna (Plaza San Pedro Claver; 575-664-58-15) exibe as obras fantásticas de artistas colombianos como Dario Morales. O Museu do Ouro (Plaza de Bolívar; 575-660-07-78) fica em uma mansão barroca e exibe jóias que escaparam dos Conquistadores. E, para aqueles com estômago forte, atravesse a praça até o Palácio da Inquisição (Plaza de Bolívar; 575-664-73-81), onde instrumentos enferrujados de tortura documentam os esforços da Igreja Católica Romana para eliminar a heresia no Novo Mundo.

13h30 - O que há em um nome?
O bairro operário de Getsemaní tem dois restaurantes populares que estariam disputando o direito a um nome: La Casa de Socorro e La Cocina de Socorro. La Cocina é o mais elegante dos dois. Os moradores locais preferem La Casa (Calle Larga, 8E-112, Getsemaní; 575-664-46-58), um restaurante que serve grandes porções de peixes e frutos do mar, como camarões e caranguejos com arroz com coco e caranha vermelha com banana frita. O almoço custa cerca de 50 mil pesos.

17h - Experimente estes
Artesanato local como redes, figuras de barro e máscaras de madeira coloridamente pintadas estão disponíveis em toda parte. Para itens mais incomuns, procure as lojas ao longo da Calle Santo Domingo e Calle San Juan de Dios. Mesmo se você não for mulher e tamanho 4, cheque a principal estilista da Colômbia, Silvia Tcherassi (Calle San Juan de Dios, 31-11; 575- 664-94-10; www.silviatcherassi.com). A livraria Abaco (Calle de la Iglesia, 3-86; 575-664-83-38; www.abacolibros.com) estoca livros de fotos da arquitetura e artesanato locais. E a Galería Cano (Centro Calle, 334-11; 575-664-70-78) vende reproduções de alta qualidade de jóias pré-colombianas.

19h - Penetras em casamento
Supostamente, a melhor hora para visitar uma das magníficas catedrais da cidade é ao entardecer, o horário dos casamentos. E uma das mais românticas é a Igreja de San Pedro Claver (Plaza San Pedro Claver; 575-664-72-56) do século 16. Os convidados começam a chegar por volta das 18 horas, vestidos de branco ou trajes formais. Os acompanhe até a nave cavernosa, iluminada por velas e decorada com buquês de flores brancas fragrantes. A melodia de "Dona Nobis Pacem" ressoa ao longo do teto abobadado vinda do coral no balcão, enquanto os noivos trocam seus votos.




Passeio de canoa de madeira por La Ciénega, uma floresta de manguezais repleta de vida selvagem, em Cartagena
VEJA MAIS ATRAÇÕES DAS 36 HORAS EM CARTAGENA


21h - A revolução pára aqui
Dê um jeito de entrar no La Vitrola (Calle Baloco, No. 2-01; 575-660-07-11), um restaurante elegante que se tornou local de encontro dos colombianos sofisticados. O clima é da Cuba dos anos 40, com fotos em sépia dos amigos dos proprietários, ventiladores de teto no alto e estantes de vinhos em mogno. Em uma noite recente, três altos oficiais militares uniformizados estavam em uma mesa; um casal fashion estava em outra, fumando cigarros. A cozinha é nueva colombiana, com especiais como sopa de cebola com pimentão, queijo e creme de leite (11 mil pesos) e garoupa assada em molho de manga e maracujá (38.500 pesos).

23h - Cartagena Social Club
Cartagena é uma cidade musical. No início da noite, uma brisa marítima refresca o ar e o ritmo do trote dos cavalos se mistura com as risadas e cantoria de amigos reunidos em bares, clubes e praças públicas. Pegue uma mesa no lado externo do Donde Fidel (Plaza de los Coches, 32-09) e peça uma cerveja Club Colombia. Mas, para ouvir música ao vivo, não há motivo para deixar o La Vitrola, onde na maioria das noites um grupo talentoso toca merengue, salsa e música cubana. Sente-se ao bar e beba uma aguardente, a bebida com sabor de anis que é a favorita nacional.



Domingo


9h - De volta à natureza
Retorne à natureza em La Ciénega, uma floresta de manguezais repleta de vida selvagem. Passeios em canoas de madeiras estão disponíveis pela (575-665-70-23; www.turincoctg.com, 30 mil pesos) e se reúnem perto do hotel Las Américas (575-656-72-22; www.hotellasamericas.com.co). Você verá martins-pescadores, garças e pelicanos de um lado de seu barco e prédios ao estilo Cancún do outro. Atravesse a estrada para La Boquilla, uma praia popular. Encontre um guarda-sol, uma rede e uma limonada com coco fresca.



O Básico


A partir do aeroporto, um táxi para a cidade velha custa 10 mil pesos, cerca de US$ 5,60, com o dólar cotado a 1.800 pesos.

A cidade velha conta com dois conventos medievais que foram transformados em hotéis de luxo. Seus monges arquitetos sabiam como projetar visando conforto. O Sofitel Santa Clara (575-664-60-70; www.sofitelsantaclara.com) tem 119 quartos, um spa e uma piscina construída ao redor de um pátio colonial com jardins tropicais. Diárias a partir de 555 mil pesos.

O outro é o Charleston Santa Teresa (Plaza Santa Teresa, 575-664-94-94; www.hoteles-charleston.com). Antes lar de uma ordem carmelita, o hotel ocupa um quarteirão inteiro da cidade e é construído ao redor de um grande pátio com jardins de palmeiras reais e folhagem tropical. Há também uma piscina na cobertura com vistas espetaculares. Quartos a partir de 689 mil pesos.

Para orçamentos mais modestos, a Casa La Fe na Fernández Madrid Park (575-664-03-06; www.casalafe.com) tem 14 quartos confortáveis equipados com Wi-Fi, a partir de 200 mil pesos. Um café da manhã de sucos de frutas tropicais recém-espremidas e ovos está incluso.

Tradução: George El Khouri Andolfato

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo