Viagem

Encontradas no México as pinturas rupestres mais antigas da América

Da Ansa

23/05/2008 15h53

CIDADE DO MÉXICO, 23 MAI (ANSA) - As pinturas rupestres mais antigas da América estão no estado de Baixa Califórnia Sul, norte do México, segundo um estudo feito por especialistas do Instituto Nacional de Antropologia e História.

As pinturas foram descobertas na caverna de San Borjita e, de acordo com as análises realizadas a partir das mais modernas tecnologias, são datadas de cerca de 7.500 anos atrás.

Os resultados ainda são provisórios, pois os processos de validação de 60 amostras de pigmentos, no Rafter Radiocarbono Laboratory de Nova Zelândia estão em andamento, informou o Instituto.

A arqueóloga María de la Luz Gutiérrez, responsável pela investigação, declarou que se constatada essa conclusão, "serão modificadas as interpretações" em torno da cronologia da arte rupestre na região.

Até o momento acreditava-se que as pinturas rupestres mais antigas eram datadas de 4.900 anos.

As amostras foram retiradas de pinturas em San Francisco, San Jorge, San Juan e Guadalupe.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Viagem

Topo