Viagem

Em Lisboa, casas de fado reverberam música na madrugada

Ed Alcock/NYT
Imagem: Ed Alcock/NYT

SETH SHERWOOD

New York Times Syndicate

04/05/2008 16h00

Ana Moura está em transe. Olhos fechados, cabeça inclinada para trás, a diva portuguesa de 28 anos, vestida de preto, deixa seu cabelo longo, escuro, cobrir metade de seu rosto enquanto enche o ar com um lamento noturno ascendente.

Ao lado dela, dois violonistas dedilhavam um acompanhamento em tom menor enquanto a voz da cantora ecoava pelas paredes de pedra do século 16 da Casa de Linhares (Beco dos Armazéns, 2; 351-21-886-5088; www.casadelinhares.com), talvez o clube de música com atmosfera mais antiga no bairro medieval de Alfama, em Lisboa.

"Os lençóis ondas de mar / Onde fomos naufragar", ela canta, evocando uma mistura de imagens de navegação e melancolia tão profundamente impregnados no fado, a música acústica folclórica tradicional da cidade.

Quando a noite cai sobre o Castelo de São Jorge, no alto da colina, e a escuridão toma as ruas de paralelepípedos abaixo, as veneráveis casas de fado do bairro ganham vida, reverberando com música noturna madrugada adentro. O público lota os porões de pedra abobadados. Os garçons servem pratos de chouriço, bacalhau tradicional e garrafas de vinho tinto português. E cantores de todas as idades, a maioria mulheres, se revezam no cantar de histórias viscerais de perda em melodias cristalinas.

No ano passado, Mick Jagger, Keith Richards e outros membros dos Rolling Stones vieram à Casa de Linhares para assistir Moura se apresentar. Ela acabou colaborando em versões adaptadas dos clássicos "Brown Sugar" e "No Expectations" , para um futuro álbum de canções dos Stones.

E apesar das origens do fado serem um tanto nebulosas --ele já foi rastreado até os invasores mouros, escravos brasileiros e marinheiros portugueses com saudade de casa-- suas emoções poderosas são claramente universais. Como a própria meia-noite, a música é sombria, misteriosa e totalmente envolvente.

"Eu certa vez ouvi uma senhora dizer, chorando, 'Eu não consigo entender as letras, mas posso senti-las no meu interior'", disse Moura. "É o que acontece com o fado."

Tradução: George El Khouri Andolfato


Divulgação

Praga


Uma vez por mês, música alta e pulsante dentro de um bonde que circula pela madrugada da cidade

Ler matéria


Yannis Kolesidis/NYT

Atenas


À noite, o Parthenon brilha como uma jóia e o monte Lycabettus sedia animados clubes e bares da capital grega

Ler matéria


Jonathan Player/NYT

Londres


A madrugada no mercado de Covent Garden mostra que a noite da capital britânica vai além dos clubbers e punks

Ler matéria


Jakob Dall/NYT

Copenhague


Ao cair da noite, a cidade dá adeus ao estereótipo de certinha e permite que sua vida noturna floresça

Ler matéria


Maria Luisa Stock/UOL

Berlim


Sem restrições de público, o Clärchens Ballhaus reúne de jovens modernos a casais de meia idade na capital alemã

Ler matéria


Richard Harbus/NYT

Paris


No anoitecer da Cidade Luz, uma visita a um tradicional clube de bilhar, com direito a gin fizz e brandy

Ler matéria


Dave Yoder/NYT

Veneza


A beleza misteriosa da cidade italiana se acentua na madrugada, quando as ruas se tornam desertas e silenciosas

Ler matéria


James Hill/NYT

Moscou


Na frenética Moscou do século 21, serviços 24 horas não faltam —e livrarias ofertam cultura aos notívagos

Ler matéria


Steafno Buonamici/NYT

Barcelona


O mítico absinto é o drink oficial do Marsella, o bar mais antigo da badalada e notívaga metrópole espanhola

Ler matéria


ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo