Viagem

Não, as Farc não estão nas ruas de Bogotá

Luna Kalil/UOL
Imagem: Luna Kalil/UOL

Da enviada à Colômbia*

14/03/2008 20h22

Apesar do litoral quente caribenho fazer sucesso entre os turistas, é a região da Cundinamarca, onde fica Bogotá D.C., que lidera o ranking de maior número de visitas em 2007. A capital, que tem temperatura por volta dos 14º C durante boa parte do ano -inclusive no verão, recebeu mais de 50% do número total de turistas que estiveram na Colômbia nesse período.

Por mais que se saiba que os grupos guerrilheiros não vivem nos grandes centros urbanos -eles se concentram em regiões rurais específicas e bastante conhecidas-, o medo de ser seqüestrado ou presenciar uma troca de tiros quando se visita Bogotá não é incomum.

Ao pisar na capital, no entanto, essa sensação tende a mudar. Até porque o máximo que o turista irá encontrar nas ruas são policiais ou militares -vestidos como tais e armados até os dentes, sim- nas áreas centrais. Possivelmente, eles estarão fazendo a segurança do interior de alguns hotéis, de grandes edifícios empresariais e sedes governamentais.

Andar sozinho de dia pela Candelaria, parte da cidade que concentra um grande número de monumentos históricos, culturais e universidades, ou andar de bicicleta na ciclovia no domingo, são duas atividades muito tranqüilas. Mesmo assim, como dizem os colombianos, "no hay que dar papaya" (em português, "É bom não dar bandeira") durante as caminhadas e visitas aos principais pontos da cidade. Como em qualquer outra grande capital do mundo, é sempre recomendável ficar esperto com seus pertences e não circular pela periferia e pelos bairros mais afastados do centro, principalmente à noite.

Luna Kalil/UOL
Aos domingos, as ruas da capital são fechadas para dar espaço à ciclovia
A corrida de táxi pela avenida El Dorado do aeroporto com o mesmo nome até o Centro Internacional de Bogotá pode dar um panorama interessante, já nas primeiras horas de Colômbia, para compreender algumas das contradições do país. Durante o trajeto, é possível ver cartazes e outdoors que ora exaltam o Exército nacional, ora pedem pela liberação dos reféns que estão em poder das guerrilhas. Às 9h da manhã, o trânsito para chegar à região central é tão caótico como em qualquer outra grande capital do mundo.

O centro da cidade está especialmente guardado por militares, em sua maioria jovens, que carregam armamentos pesados e circulam pelos principais pontos turísticos. Esses mesmos militares também são turistas na própria cidade -dois deles tiravam fotos em Montserrate, um dos pontos turísticos mais altos da cidade, quando a reportagem do UOL esteve lá-e também são excelentes guias e simpáticas fontes de informação sobre a cidade.

Luna Kalil/UOL
Segurança faz revista na entrada da biblioteca El Tintal, em Bogotá
Em Bogotá é recorrente ouvir as pessoas dizendo que "a cidade melhorou muito nos últimos anos, desde que o presidente Álvaro Uribe assumiu", em agosto de 2002. Mas a revista para entrar -e às vezes até para sair- de museus, bibliotecas e alguns estabelecimentos comerciais já faz parte da cultura da cidade e é quase obrigatória. Os aeroportos do país também não perdoam: revistam todas as pessoas, sem exceção, e eventualmente abrem as malas.

Capital mundial do livro até abril

As bibliotecas tornaram-se pontos turísticos muito importantes na cidade, que conta com 19 delas, três de grande porte -consideradas as principais-, seis médias e dez menores. Eleita Capital Cultural do Livro pela Unesco em abril de 2007 -o título tem a duração de um ano-, Bogotá investe promovendo cursos, programas de alfabetização e letramento digital, além de dispor de acervos gigantescos. As maiores delas têm salas especialmente adaptadas para as crianças, que podem usar o computador e brincar com os jogos que eles disponibilizam durante o dia todo. Curiosidade: algumas oferecem aulas de capoeira. (LK)

* A jornalista LUNA KALIL viajou a convite da Proexport, órgão governamental colombiano que promove o turismo internacional
Mais
Colômbia investe no turismo internacional para melhorar imagem

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo