Viagem

36 Horas em St. Barts, a ilha francesa de milionários e celebridades

ANDREA R. VAUCHER

New York Times Syndicate

29/02/2008 21h47

Chris Ramirez/NYT
Avião pequeno aterrisa na
minúscula pista em St. Barts

Chegar a St. Barts não é fácil, nem mesmo com seu próprio jato. Na etapa final da viagem e antes de passar com cuidado por entre dois picos e pousar em uma minúscula pista que, como os moradores da ilha gostam de brincar, é tão curta quanto a de um porta-aviões, troque seu jato milionário por um minúsculo hidroavião. Esse processo todo talvez possa explicar a exclusividade da ilha. Apesar de Jay-Z, Beyoncé e um elenco rotativo de celebridades manterem St. Barts nos tablóides, esta minúscula ilha francesa ainda emana uma vibração chique, relaxada, não estragada por idiotas embasbacados e viajantes de um só dia. E apesar da nova onda de bares de vinho, butiques berrantes e restaurantes de grife, a principal atração da ilha continua sendo suas sedutoras praias de areia branca, cercadas pelas águas azuis do Caribe.



Sexta-feira


17h - Samba na praia
Para uma introdução ao clima sensual internacional de St. Barts, veja o pôr-do-sol no Do Brazil (Shell Beach; 590-590-290-666; www.dobrazil.com), um bistrô e bar de propriedade de Yannick Noah, o ex-astro do tênis, em Shell Beach, a praia mais próxima do principal porto da ilha, Gustavia. Peça o Saravah (gengibre fresco, abacaxi e cachaça) por 10 euros (US$ 15 com o euro a US$ 1,50) ou uma dose de vodca de caramelo caseira (4 euros), ao embalo de canções de reggae. Precisa esticar as pernas? Mergulhe na água quente. Com suas ondas calmas, talvez esta seja a melhor praia da ilha para nadar.

20h30 - Rei crioulo
A culinária de St. Barts não se resume a foie gras e escargot. O Eddy's (Rue du Centenaire, Gustavia; 590-590-275-417), uma instituição da ilha situada em um jardim tropical, oferece culinária crioula com toque asiático. Os favoritos tradicionais, como o picante caranguejo recheado (14 euros), são servidos juntamente com rolinhos primavera de atum fresco (14 euros) e tom ka kai (10 euros), a sopa de frango tailandesa. A clientela, assim como a decoração, é despretensiosa mas com estilo.



Chris Ramirez/NYT
O cais em Gustavia recebe grandes iates

22h30 - Quay será
Caminhe pelo cais em Gustavia, e babe diante dos iates gigantes nos quais bilionários russos, rappers da Costa Leste americana e magnatas como Ron Perelman realizam festas e playboys fumando charutos cubanos entretêm mulheres jovens. Pare no Le Bete a Z'Ailes, também conhecido como Baz Bar (Porto de Gustavia; 590-590-297-409; www.bazbar.com), um sushi bar à beira-mar, para jazz, blues e funk ao vivo. Ele atrai um público eclético e animado; é o tipo de ponto em que possível se deparar com alguém como Naomi Campbell ou marinheiros franceses sensuais entornando saquê.



Sábado


10h30 - Delicatessen francesa
Siga o público fumante e bebedor de café expresso ao Maya's-to-Go (Les Galeries du Commerce, Saint Jean; 590-590-298-370; www.st-barths.com/mayas-to-go), uma delicatessen de luxo com um pátio preguiçoso, em frente ao aeroporto. É um ótimo lugar para se abastecer para um piquenique na praia. Experimente o sanduíche Nico -queijo de leite de cabra, rúcula e presunto em pão ciabata (7 euros)- ou salada de carne vietnamita (6 euros por 100 gramas). Esqueceu do protetor solar? Ao lado fica a Pharmacie de l'Aeroport (590-590-276-661), uma farmácia simpática que vende produtos sofisticados a preços de free shop. Um tubo de La Roche-Posay Anthelios XL Fluide Extreme 50+ SPF custa 20 euros, pelo menos 15% menos do que alguém pagaria em Nova York, desde que consiga encontrá-lo.

11h30 - Quem precisa de sombra?
Das 17 praias da ilha, apenas uma não é acessível por carro: a Colombier, na ponta noroeste. Para chegar lá, siga pela imaculada praia de Flamands até o final da estrada; estacione e siga por uma antiga trilha de cabras. A caminhada, que apresenta vistas magníficas, demora 30 minutos e, apesar de não ser difícil, pode ser um pouco vertiginosa em alguns pontos. A menos que tenha pés extremamente firmes, você provavelmente vai querer algo mais robusto do que sandálias. A praia em forma de lua crescente tem areia tão fina quanto talco para bebê e água tão calma como uma banheira. A única coisa ausente ao longo deste trecho atemporal de areia quase deserta é um pouco de sombra.

15h - Hora das compras
Gustavia pode conter todas as marcas de luxo (Hermes, Prada, cite a que quiser), mas o local de compras mais interessante é Saint Jean, na costa norte da ilha. Christiane Celle (Route De Saline; 590-590-277-839; www.calypso-celle.com) foi uma das primeiras butiques na ilha; atualmente ela tem lojas em todo o mundo, vendendo vestidos elegantes, saídas de praia de seda e casacos de cashmere em uma variedade desconcertante de cores. Preços a partir de 45 euros. No Angels & Demons (Villa Creole; 590-590-873-077), é possível descobrir qual será o acessório da estação: amuletos de prata em cordões de seda, da Catherine Michiels. E para biquinis de virar a cabeça, vá ao Pain de Sucre (Centre le Pelican; 590-590-293-079; www.paindesucre.com), que lhe dará uma idéia do que todos estarão vestindo em Saint Tropez e Malibu no próximo verão.

17h30 - Drinque ao entardecer
Pegue um assento na primeira fila do arrebol alaranjado no Le Restaurant des Pecheurs, o restaurante à beira da praia e lounge no hotel Le Sereno (Grand Cul de Sac; 590-590-298-300; www.lesereno.com). Beba lentamente um mojito de vodca (15 euros) no pátio ao ar livre enquanto se maravilha com os incríveis praticantes de kitesurf voando no horizonte.

21h - Pizza no paraíso
Para uma comida boa e simples servida em toalha plastificada em vez de linho fino, vá ao Hideaway (Saint Jean; 590-590-276-362; www.hideaway.tv). As pessoas que cuidam são ótimas e a pizza é ótima. Além disso, os preços estão entre os mais baixos da ilha; uma pizza de massa fina crocante com presunto e cogumelo custa apenas 13 euros, e uma garrafa de Valpolicella decente custa 21 euros. Você realmente se sentirá integrado quando Andy, o proprietário, levar um tonelzinho de rum de baunilha à sua mesa para a sobremesa.



Chris Ramirez/NYT
No Le Ti St-Barth, "showgirls"
dançam em cima das mesas

23h - Moulin Rouge
Le Ti St-Barth (Pointe Milou; 590-590-279-771; www.ksplaces.com) -ou o Ti, como todo mundo o chama- é tão à moda antiga que quase parece novo. A decoração, carregada em veludo vermelho com candelabros emplumados, parece algo que você encontraria em uma excursão barata pela noite de Paris. Apesar de ser um restaurante, a verdadeira ação começa após a sobremesa, quando showgirls vestindo trajes fetichistas sobem nas mesas e agitam o público ao som da batida disco do D.J. Francky.

1h - After hours
Durante a alta temporada de inverno, St. Barts festeja até o amanhecer. Siga para a Casa Nikki (Gustavia; 590-590-276-377; www.nikkibeach.com/stbart), o clube noturno de propriedade da equipe que trouxe a fórmula badalada da Nikki Beach a St. Barts. Os farristas abastados não se importam em gastar 40 mil euros em champanhe Methuselahs (seis litros) e dar banho na multidão com ele. Dois bares e um D.J. mantêm as coisas animadas até às 6h.



Domingo


Meio-dia - Choque do futuro
Não se pode partir de St. Barts sem fazer uma visita ao astrólogo da ilha, Hubert Delamotte. Delamotte chegou em 1979 para passar férias, conheceu sua esposa e nunca mais partiu; agora ele é dono da Hostellerie des 3 Forces (Vitet; 590-590-276-125; www.3forces.net), um pequeno hotel na mata que eles chamam de "spa místico". Pessoas de toda parte do mundo vêm em busca da leitura de seu mapa astrológico por 100 euros. Independente de você acreditar ou ser cético, ele é muito divertido. Faça reserva com bastante antecedência.

13h - Mar e cena
Veja como a outra metade faz seu brunch no Sand Bar, um restaurante a céu aberto no Eden Rock Hotel (Saint Jean; 590-590-297-999; www.edenrockhotel.com), o hotel mais reluzente da ilha. Situado à beira d'água, ele atrai uma clientela de magnatas, astros do rock e seu séqüito de fim de semana. A comida também é excelente. Quando está no cardápio, o linguado (47 euros) é de morrer. Conclua sua refeição com uma torta de limão (14 euros) e então pegue uma espreguiçadeira na areia, por 30 euros, e você poderá passar toda a tarde em meio às celebridades.



Informações básicas


De São Martin, pegue um hidroavião para a viagem de 15 minutos até St. Barts. A Air Caraibes (www.aircaraibes.com), WinAir (www.fly-winair.com) e Saint Barth Commuter (www.stbarthcommuter.com) possuem vôos a partir de US$ 298 para viagem neste mês. Outra opção é a Rapid Explorer (590-590-524-506; www.rapidexplorer.com), uma lança que leva 45 minutos e custa 84 euros (cerca de US$ 126 com o euro valendo US$ 1,50) a viagem de ida e volta.

A Gumbs Car Rental no aeroporto (590-590-277-532) aluga carros a partir de 35 euros por dia.

Le Sereno (Grand Cul de Sac; 590-590-298-300; www.lesereno.com), um hotel de luxo de 37 quartos, foi projetado por Christian Liaigre e conta com móveis de madeira escura e elegância moderna ao longo de uma praia de 180 metros, cheia de sombras de palmeiras. Diária a partir de 480 euros.

Como opção menos extravagante, experimente os bangalôs do Hotel Emeraude Plage (Saint Jean; 590-590-276-478; www.emeraudeplage.com). Eles oferecem cozinhas ao ar livre e pátios com vista do oceano, com quartos a partir de 255 euros.

Ou tente conseguir um dos sete chalés com ar-condicionado no Hotel les Mouettes (Lorient Beach; 590-590-277-791; www.st-barths.com/hotel-les-mouettes). A decoração é simples, mas os chalés ficam a apenas poucos passos do mar. Com quartos a partir de 95 euros, é uma das melhores pechinchas da ilha.

Tradução: George El Khouri Andolfato

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo