Basílica em Florença reabre após dois anos

Da Ansa

Fechada durante dois anos por falta de funcionários de manutenção e segurança, reabre amanhã ao público a Basílica de Santo Spirito, do século XV, um dos locais de culto mais importantes e celebrados de Florença.

Graças a Associação de Amigos de Santo Spirito e aos fundos arrecadados por ela entre os habitantes do bairro e numerosos amantes da arte, inclusive estrangeiros, finalmente foi possível garantir a segurança do monumento com pessoal especializado. A igreja voltará a abrir a fiéis e turistas seis dias por semana, de terça-feira a domingo, durante seis horas por dia: das 9h30 às 12h30 e das 16h às 19h, com entrada gratuita.

Projetada pelo arquiteto renascentista Filippo Brunelleschi - que também projetou a cúpula do Duomo (catedral) de Florença -, enriquecida por obras de Michelangelo, Perugino, Sangallo, Sansovino, Filippino Lippi e Buontalenti, e definida por Bernini como "a mais bela do mundo", Santo Spirito foi a vítima mais ilustre da degradação que há muitos anos perturba a vida da praça homônima. Pontos de venda de drogas e presença de desocupados haviam produzido uma escalada de incidentes que culminaram, há dois anos, em uma série de atos de vandalismo que levaram o prior Ivan Caputo a fechar a igreja.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos