Expedição Brasil Melhor chega ao fim de Bonito (MS)

Por Fabio Cunha

Participante da expedição

  • Anderson estavski (Poio)

Entramos no último dia de nossa aventura com um nó na garganta. Depois de nove dias de boa convivência, muito 4x4 e solidariedade, nossa aventura estava chegando ao fim. O silêncio no rádio, nosso meio de integração nos momento de deslocamento, escancarava as saudades antecipadas.

Nosso diretor de prova, Luiz Anchieta, o Luizão, quebrou o gelo agradecendo a todos e fazendo um balanço do tempo e dos acontecimentos que o grupo passou junto. Imediatamente ele passou a palavra para cada um dos participantes que fizeram seus agradecimentos e comentários sobre a viagem. Um momento emocionante, a saudade dos nossos bons dias bateu antes de a aventura terminar.

A maior razão de toda a nossa viagem foi a ação social envolvida e viabilizada pelas empresas amigas e parceiras da expedição. Foram 66 toneladas de alimentos, 17.500 kits escolares e milhares de brinquedos que lavavam nossa alma no final de cada dia de muita estrada e poeira e espalhavam alegria em cada cidade onde o grupo parava.

Toda a estrutura foi montada em duas frentes: o on road (na estrada), que levava a maioria das doações, organizava a distribuição nas cidades, dormitórios da expedição (diga-se de passagem com louvor) e o off road, que levava em menor quantidade, mas em lugares ainda mais remotos. Um casamento perfeito e muita gente beneficiada.

Chegamos a Bonito, em Mato Grosso do Sul, nosso destino final, onde fomos recebidos com muita festa para nossa última ação. Uma ONG local nos recebeu e apresentou seus trabalhos de inclusão social, dança, capoeira e cursos técnicos, tudo realizado com muita boa vontade dos idealizadores. À noite, depois de mais uma ação social, o grupo se reuniu para a festa final. Muita emoção no ar.

No dia seguinte, todos tiveram dia livre para descansar e visitar os pontos turísticos de Bonito. Agora cada um volta para sua realidade de trabalho, esperando no próximo mês o encontro do grupo para vermos as fotos e assistirmos às imagens de cada um e do DVD da viagem, em local ainda a confirmar. Não vejo a hora de reencontrar meus novos amigos e relembrar os lugares lindos que passamos nos cinco mil quilômetros de expedição.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos