Viagem

Veja 10 dicas básicas para permanecer em segurança enquanto viaja

Getty Images
Cuidado com situações que podem arruinar as suas próximas férias Imagem: Getty Images

Do UOL, em São Paulo

25/07/2016 14h03

Evitar problemas é um dos segredos para ter uma viagem de sucesso. Afinal, não há bom humor que resista ao ser pego desprevenido por um furto ou assalto, doença e até mesmo incêndio. 

Baseados em uma lista do site Bussiness Insider, confira algumas dicas para se manter seguro enquanto conhece novos lugares pelo mundo.

  • Acesso restrito

    Ao escolher a hospedagem, prefira estabelecimentos com entrada restrita ao prédio. Cheque, inclusive, se o hotel bloqueia o acesso ao andar dos quartos, a menos que você tenha uma chave (ou cartão) para inserir no elevador e liberar a entrada, bem como aqueles que possuem sentido único nas escadarias, onde a pessoa só entra com permissão.

  • Fogo!

    Escolher um quarto nos andares quatro, cinco ou seis pode ajudar a conseguir assistência mais rápido no caso de um incêndio. De acordo com Anthony Melchiorri, apresentador do programa "Hotel Impossible", a escada do caminhão dos bombeiros costuma alcançar até esses pisos na hora de combater o fogo. Também ajuda selecionar um dormitório que seja perto de alguma das escadas de emergência do prédio, pois o recomendado é não utilizar o elevador neste tipo de situação.

  • Teste rápido

    Use o seu celular para testar a recepção assim que entrar no quarto do hotel, tentando descobrir como o estabelecimento guarda seus dados pessoais. A dica é telefonar como se fosse um desconhecido e perguntar se consegue falar com você. Se o funcionário informar o número do seu quarto, melhor ficar atento. A resposta certa, neste caso, é a equipe fazer a ligação diretamente, sem divulgar qualquer tipo de dado.

  • Monitore sempre

    O indicado é aproveitar a internet para conferir as movimentações de seu cartão de crédito ao menos uma vez ao dia, o que ajuda a descobrir o mais rápido possível qualquer atividade fraudulenta. Muitas companhias, inclusive, oferecem a opção do cliente receber alertas de mensagens de texto quando o cartão é utilizado ou no momento em que as compras ultrapassarem um determinado montante. Vale ficar alerta e fugir da dor de cabeça.

  • Adesivo especial

    Se você é especialmente receoso com a questão da privacidade, melhor atento ao olho mágico da porta de seu quarto no hotel. Com o equipamento certo, é possível ter, mesmo do lado de fora do dormitório, uma visão clandestina lá de dentro. Tanto que um tribunal americano decidiu que a repórter de TV americana Erin Andrews teria o direito a uma indenização após ser filmada nua, e sem saber, dentro de seu quarto de hotel. Para evitar situações como essa, a dica é colocar um adesivo sobre o olho mágico de sua porta.

  • Informações em mãos

    Tudo certo no quarto? Antes de sair para passear, melhor pegar um cartão extra na recepção de seu hotel, onde estejam informações como endereço e telefones do estabelecimento. Pode ser bastante útil caso você se perca pela cidade, sem sinal de internet ou tenha zero noção de como voltar para lá. Mesmo que você não fale quase nada do idioma local, o "papelzinho salvador" certamente vai ajudar alguém que conhece a região a te mostrar o melhor caminho de volta.

  • Nada de ostentação

    Basta uma rápida pesquisada na internet para descobrir quais são itens mais populares entre os ladrões do local onde você vai passear. Mesmo sem isso, não é difícil descobrir que andar com joias chamativas ou mexer na carteira cheia de dinheiro no meio da rua pode chamar a atenção dos bandidos e tornar você um alvo fácil.

  • Melhor lugar

    De modo geral, as pessoas costumam colocar objetos de valor na bolsa, mochila ou bolso de trás. No entanto, o bolso da frente normalmente é uma aposta mais segura. Além de estar na sua linha de visão, ajudando a evitar o ladrão ao estilo "mão leve", que aproveita a distração alheia para furtar itens, também garante que você não perca o principal caso precise deixar seus pertences para trás em uma situação de emergência.

  • Hora certa

    Evite visitar as atrações turísticas do destino na alta temporada. Além do conforto de evitar longas filas de espera, existe a questão de que as áreas públicas lotadas costumam ser um alvo comum para ataques. "Ao longo da história, percebemos que os espaços públicos maiores costumam ser atacados quando se quer atingir o máximo impacto", explica John Rose, especialista em aviação e terrorismo.

  • Seguro morreu de velho

    Adquirir um seguro de viagem para cruzeiros pode salvar o seu bolso em caso de emergências, pois ajuda a aliviar os custos e fornece assistência adicional para questões como as barreiras linguísticas ou discrepâncias médicas. Apesar dos navios contarem com uma enfermaria para cuidados básicos dos passageiros - como enjoo ou gripe, não possuem um hospital completo para tratar os ferimentos mais graves, como ossos quebrados ou ataques cardíacos. Se algo assim acontece, o passageiro precisa desembarcar no porto mais próximo atrás de tratamento adequado.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo