Viagem

Não seja esta pessoa: os 7 malas que ninguém quer encontrar no avião

Do UOL, em São Paulo

13/12/2016 15h32

Viajar de avião já é estressante por si só. Afinal, precisa chegar bem antes do horário, aguardar muito pelo embarque e ficar horas trancado com vários desconhecidos dentro de um espaço apertado. E aí está um grande problema: você nunca sabe quem estará ao seu lado.
 
Pode ser uma pessoa charmosa e gentil, mas também alguém que bebeu todas antes do embarque, entre outros tipos. Fizemos uma lista dos mais problemáticos "vizinhos" de poltrona para fugir --ou evitar ser um deles.

 

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    O reclamão

    Realmente, é necessário ser desagradável com pessoas que nem sequer conhecem você? Lembre-se que ninguém no avião deve ser culpado pelo seu mau humor, muito menos tornar-se uma vitima dele. Humildade e gentileza trazem sentimentos bem mais positivos do que lamentar e reclamar o tempo inteiro.

    A fila do banheiro está enorme e você não vê a hora de chegar nele? Simplesmente aguarde a sua vez. A comida não está maravilhosa? Reclamar com a pessoa ao lado não mudará a situação. Seja inteligente e poupe a sua paciência e a dos outros.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    O alegrinho das alturas

    Uma pesquisa na Inglaterra descobriu que um dos maiores causadores de problemas nos aeroportos eram pessoas que iam viajar de férias e começavam a comemorar muito cedo --e com muito álcool. Consumir várias bebidas alcoólicas durante um curto período de tempo pode ser demais para seu fígado processar (e a paciência dos outros, também).

    O resultado? Total falta de inibição, o que pode justificar comportamentos agressivos ou extremamente felizes associados ao seu consumo. Um outro efeito: vontade de ir ao banheiro toda hora, podendo ocasionar uma desidratação --fato agravado pela tradicional secura no ar dos aviões. Melhor ficar no refrigerante ou no suquinho.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    O cheiroso #sqn

    A primeira coisa que você faz ao entrar no avião, após se acomodar, é arrancar os sapatos? Melhor checar se tudo está devidamente cheiroso antes. Um homem não fez isso e reclamou por ter sido expulso de um voo da American Airlines, em Paris. A alegação? Ele cheirava mal e foi convidado a deixar o avião, que iria para Dallas (EUA), momentos antes da decolagem, após vários passageiros reclamarem.

    Apesar de ser um caso extremo, cheiros podem ser um grande problema para pessoas que vão ficar trancadas juntas pelas próximas horas. Além do odor de suor, uma pessoa perfumada em excesso também incomoda, especialmente para os alérgicos. Melhor tomar cuidado e evitar ambas as situações.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    O doentão

    Sabemos que, muitas vezes, os compromissos da vida fazem com que você tenha de sair de casa mesmo que esteja com aquela gripe chata. No entanto, é preciso ter um pouco de cuidado com os outros. Afinal, para onde você acha que os germes que você está tossindo vão?

    Evite ao máximo contaminar o ambiente com a ajuda de um lenço de papel e álcool em gel. Afinal, quem quer ser o responsável por deixar uma criança doente ou, pior, iniciar uma pequena epidemia?

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    Os pais relapsos

    Depois de passar por todos aqueles procedimentos de praxe, você finalmente entra no avião e tenta relaxar durante o voo. Mas uma criança começa a chorar. Claro que ninguém quer ser o pai de uma criança que não para de gritar em um avião, e não dá para culpar um bebê por isso.

    As crianças maiores, no entanto, podem. Qualquer pessoa com mais de quatro anos tem condições de entender que gritar por horas não é legal. Basta os pais colocarem limites. O problema é que alguns não parecem muito incomodados por essa regra não escrita, e deixam seu filho querido atrapalhar a vida de todos durante a viagem.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    O sem-noção

    Respeitar o espaço alheio é o mínimo que você pode fazer ao viajar de avião. Ou seja: nada de colocar os pés na poltrona da frente, dormir no ombro do desconhecido ao lado ou abrir o zíper da calça enquanto tira uma soneca.

    Aliás, por mais lindos e brilhantes que seus cabelos longos sejam, não é legal jogá-los sobre o assento, bloqueando a TV da pessoa sentada atrás de você.

  • Imagem: Getty Images
    Getty Images
    Imagem: Getty Images

    O sem-mira

    Por mais inacreditável que pareça, muitas pessoas não têm a capacidade de acertar o xixi (ou outras coisas) dentro do vaso sanitário do banheiro do avião, deixando o local inapropriado para o uso dos outros passageiros e tripulação.

    Não está clara a razão que leva alguém a ter esse tipo de comportamento, mas, definitivamente, não é bacana com os seus companheiros de viagem. Não seja a pessoa que faz isso, por favor.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo