Viagem

Não é tão exclusivo assim: veja como ter acesso às salas VIP dos aeroportos

Marcel Vincenti

Colaboração para o UOL

12/05/2017 04h00

Para a maioria dos passageiros, aeroportos não são lugares muito agradáveis: há filas no check-in, preços abusivos em restaurantes, eventuais atrasos de voos, trânsito intenso de pessoas e assentos geralmente desconfortáveis para esperar as aeronaves. No meio desse ambiente estressante, existem verdadeiros oásis: as salas VIP (ou lounges) das companhias aéreas, onde as pessoas podem aguardar seus voos com muito conforto. Veja como são as salas VIP de algumas das principais companhias aéreas do mundo e saiba como é possível ter acesso a elas:

 

  • Imagem: Divulgação/Emirates
    Divulgação/Emirates
    Imagem: Divulgação/Emirates

    Emirates, em Dubai

    A companhia tem diversas salas VIP no aeroporto de Dubai. Uma das mais luxuosas é a Business Class Lounge do Terminal B. Os clientes podem degustar à vontade champanhes Moët & Chandon, cafés preparados por baristas da Costa Coffee e canapés feitos por chefs renomados. Espaços para descanso e entretenimento também estão presentes nesta sala VIP. Além dos passageiros da primeira classe e da executiva, membros dos programas de fidelidade Emirates Skywards Gold e Silver viajando em econômica também têm acesso ao lounge. Ou basta pagar US$ 100 (cerca de R$ 320) por quatro horas.

  • Imagem: Chris Rank/Delta Air Lines
    Chris Rank/Delta Air Lines
    Imagem: Chris Rank/Delta Air Lines

    Delta, em Atlanta

    As salas VIP da companhia são chamadas de Delta Sky Club e a principal fica no aeroporto de Atlanta, nos Estados Unidos. Os passageiros podem curtir um bar recheado com bebidas e petiscos (tudo à vontade), obras de arte espalhadas pelas paredes, televisão via satélite, jornais, revistas e um espaço de trabalho completo, com Wi-Fi, computadores e impressoras. Por uma taxa anual de US$ 495 (cerca de R$ 1.600), quem viaja na classe econômica tem direito a desfrutar o espaço.

  • Imagem: Divulgação/KLM
    Divulgação/KLM
    Imagem: Divulgação/KLM

    KLM, em Amsterdã

    No aeroporto de Schiphol, na Holanda, o Crown Lounge reúne passageiros privilegiados, que esperam seus voos em confortáveis áreas para descanso, com lanches e bebidas à vontade, wi-fi gratuito, TVs, jornais internacionais e chuveiros. O acesso ao local é permitido para passageiros da classe executiva da KLM, membros do programa de fidelidade Flying Blue Platinum ou Gold e do SkyTeam Elite Plus. Também é possível pagar uma taxa, que varia de 25 a 45 euros (cerca de R$ 90 a 160).

  • Imagem: Divulgação/Swiss International Air LInes
    Divulgação/Swiss International Air LInes
    Imagem: Divulgação/Swiss International Air LInes

    Swiss, em Zurique

    A companhia tem um conjunto de três lounges, em 3.300 m², no terminal E do aeroporto de Zurique, na Suíça. Enquanto esperam por seus voos, os passageiros podem curtir um terraço com vista para os Alpes Suíços, espaços individualizados de trabalho (com conexão de internet e mesas para notebooks), salas equipadas com confortáveis poltronas, televisores e jornais e um bar com 120 rótulos de uísque. Um dos lounges oferece restaurante de alta gastronomia, apenas para passageiros da primeira classe. Quem viaja de executiva têm acesso à maior parte do espaço.

  • Imagem: Divulgação/Latam
    Divulgação/Latam
    Imagem: Divulgação/Latam

    Latam, em Guarulhos

    A sala VIP da Latam no aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, tem 1.800 m² e acomoda até 450 pessoas. O espaço abriga sala de entretenimento com tablets, wi-fi, salas de banho, jornais internacionais e confortáveis poltronas distribuídas em diferentes ambientações. O bufê de comidas frias e quentes tem cerca de 30 m². O menu inclui vinhos, cerveja e bebidas quentes da Suplicy Cafés Especiais. A sala VIP está disponível para clientes das classes Premium Economy e Premium Business da Latam ou das companhias da Oneworld. Também podem desfrutar este espaço membros das categorias superiores dos programas LATAM Fidelidade e LATAM Pass (Platinum, Black e Black Signature).

  • Imagem: Divulgação/Latam Airlines
    Divulgação/Latam Airlines
    Imagem: Divulgação/Latam Airlines

    Latam, em Santiago

    O local ocupa 2.170 m² e pode acomodar até 460 passageiros. Oferece chuveiros, serviços de lavanderia e engraxate, salas para soneca e zona de entretenimento com jogos eletrônicos. Sua cozinha de 143 m² é responsável por um bufê de 55 metros de comprimento, com dezenas de opções de comidas frias e quentes. Para acompanhar, os melhores vinhos da região e grande variedade de bebidas premium, além de cafés da marca colombiana Juan Valdez. A sala VIP está disponível para clientes que viajam nas classes Premium Economy e Premium Business da Latam ou das companhias da Oneworld. Também podem desfrutar este espaço membros das categorias superiores dos programas Latam Fidelidade e Latam Pass (Platinum, Black e Black Signature).

  • Imagem: Divulgação/Lufthansa
    Divulgação/Lufthansa
    Imagem: Divulgação/Lufthansa

    Lufthansa, em Frankfurt

    No First Class Terminal, em Frankfurt, na Alemanha, passageiros da primeira classe fazem seu check-in, controle de passaporte e aguardam seus voos em um ambiente que parece um hotel de luxo, com confortáveis poltronas, quartos para dormir, chuveiros e ampla oferta de comidas e bebidas finas. A estrutura fica em um edifício independente, que isola os passageiros do ambiente frenético dos terminais do aeroporto. Na hora de embarcar, os clientes são levados aos aviões em carros de alto luxo, como modelos Mercedes-Benz e Porsche.

  • Imagem: Divulgação/Alitalia
    Divulgação/Alitalia
    Imagem: Divulgação/Alitalia

    Alitalia, na Itália

    Projetados por famosas empresas italianas de design, os lounges Casa Alitalia têm ambiente aconchegante de residência de luxo. Nos aeroportos de Fiumicino (Roma), Malpensa (Milão), Linate (Milão), Nápoles, Veneza e Catânia, estes espaços têm cozinhas onde chefs preparam, ao vivo, pratos frescos da culinária italiana, regados a espumantes Cantine Ferrari. O bufê inclui vinhos e queijos finos, como o Pecorino di Pienza. Para ter acesso a estes espaços é preciso ser passageiro da executiva de companhias da aliança Skyteam.

  • Imagem: Divulgação/Air France
    Divulgação/Air France
    Imagem: Divulgação/Air France

    Air France, em Paris

    No meio do movimentadíssimo aeroporto Charles de Gaulle, em Paris, há o lounge La Première, onde os clientes têm a chance de provar pratos assinados pelo chef Alain Ducasse, tomar os melhores vinhos e ainda curtir serviços de spa. O espaço também abriga uma biblioteca, jornais, revistas, além de TV HD para acompanhar todas as notícias. Para quem precisar trabalhar, também está disponível um espaço individual equipado e projetado para preservar a privacidade. O espaço é acessível apenas para passageiros da primeira classe.

  • Imagem: Divulgação/South African Airways
    Divulgação/South African Airways
    Imagem: Divulgação/South African Airways

    South African Airways, em Joanesburgo

    Lanches, frutas, queijos finos e doces estão disponíveis durante todo o dia. No almoço e jantar, massas italianas. Tudo regado a cerveja, espumantes e vinhos sul-africanos. É isso que o oferece o lounge Platinum no terminal A do aeroporto O.R. Tambo, de Joanesburgo. Esta sala VIP tem um ambiente extremamente sofisticado, como a área de comes e bebes (na foto), onde os clientes podem se servir à vontade. Lá, há também salas com poltronas confortáveis, internet de alta velocidade, espaços para reuniões de negócios e lugares para tomar banho. Para entrar lá, é preciso viajar na executiva da companhia ou fazer parte dos programas de fidelidade SAA Voyager Status Platinum Lifetime, Platinum, Gold ou Silver.

  • Imagem: Divulgação/Gol Linhas Aéreas
    Divulgação/Gol Linhas Aéreas
    Imagem: Divulgação/Gol Linhas Aéreas

    Gol, no Brasil

    A Gol tem duas salas VIP em Guarulhos (SP) e outra no Galeão, no Rio. Os Premium Lounges têm salas com poltronas de couro e home theater, salas de banho, estações de trabalho com internet de alta velocidade e uma área (na foto) com lanches, doces e drinques feitos por bartenders. Para entrar, é preciso ser cliente Smiles Diamante ou Ouro; ter cartão de crédito Mastercard Smiles Platinum; viajar na primeira classe ou na executiva de companhias parceiras (como Delta e Air France); ou pagar US$ 50 (cerca de R$ 160).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.title}}

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Topo