Viagem

Conheça aeroportos do futuro que vão mudar a experiência de pegar um avião

Do UOL, em São Paulo

10/01/2016 08h00

Hotéis, restaurantes, lojas, florestas e cachoeiras dentro de grandes obras de arte da arquitetura. Não estamos falando de nenhum novo parque temático. São os aeroportos do futuro, que estão deixando de ser um lugar para subir e descer de um avião, para se transformarem em verdadeiras atrações turísticas. E esse futuro está mais perto do que imaginamos. Conheça alguns projetos que, em poucos anos, vão mudar a forma como chegamos a alguns dos destinos mais concorridos do mundo. 

  • Imagem: Projeção artística/ Fosterandpartner.com
    Projeção artística/ Fosterandpartner.com
    Imagem: Projeção artística/ Fosterandpartner.com

    Aeroporto Internacional do México

    O México vai desbancar o aeroporto de Guarulhos como o maior da América Latina. Mas isso só em 2020, quando o Aeroporto Internacional da Cidade do México deve ficar pronto. Anunciado pelo presidente Enrique Peña Nieto no ano passado, foi planejado para se tornar um ícone nacional, utilizando em sua arquitetura símbolos como a águia e a cobra, que figuram no brasão do país. Ele vai substituir o atual aeroporto internacional que serve a capital mexicana, que será desativado cerca de seis horas antes do novo ser inaugurado. Terá inicialmente capacidade para 50 milhões de passageiros por ano, com esse número podendo crescer para 120 milhões após a conclusão total das obras.

  • Imagem: Projeção artística/adp-i.com
    Projeção artística/adp-i.com
    Imagem: Projeção artística/adp-i.com

    Aeroporto Internacional Chongqing Jiangbei, China

    Inaugurado em 1990, o Aeroporto Internacional Chongqing Jiangbei, que serve a cidade de Chongqing, a maior do sudoeste chinês, nunca parou de crescer. De ampliação em ampliação, a capacidade, que era de um milhão de passageiros por ano na inauguração, já atingiu 60 milhões ao ano. Mas não para por aí: a ideia é ultrapassar os 70 milhões em 2020, com ambição de se tornar o maior aeroporto do oeste da china em 2035. O tamanho da obra só se compara com a beleza, com um bonito parque no entorno, com direito a cachoeira artificial e muito verde.

  • Imagem: Projeção artística/jewelchangiairport.com
    Projeção artística/jewelchangiairport.com
    Imagem: Projeção artística/jewelchangiairport.com

    Aeroporto Jewel Changi, Cingapura

    Viajar para Cingapura vai ser mais legal que nunca a partir de 2018. Quando as obras de expansão do maior aeroporto do país ficarem prontas, muito mais que pegar um avião, o aeroporto localizado no distrito de Changi será ele próprio um destino turístico. O terminal principal será formado por uma grande cúpula de vidro e aço em forma de rosquinha com dez andares. Cinco deles serão ocupados por lojas, jardins e restaurantes e os outros cinco, por um grande estacionamento subterrâneo. E no meio de tudo isso, uma cachoeira chamada Rain Vortex despencará do teto, com luzes que deixam tudo ainda mais espetacular. Enquanto espera pela hora do embarque, ainda vai ser possível caminhar por trilhas em meio a um parque coberto de 13.000 m² de extensão.

  • Imagem: Projeção artística/nordicarch
    Projeção artística/nordicarch
    Imagem: Projeção artística/nordicarch

    Novo Aeroporto de Istambul

    O maior aeroporto do mundo está nascendo em Arnavutköy, um distrito no lado europeu da cidade. Construído para substituir o Aeroporto de Istambul Atatürk, que será desativado, terá capacidade para 90 milhões de passageiros por ano em sua primeira fase, a ser entregue em 2018. O objetivo é atender até 150 milhões de passageiros quando estiver concluído. Na arquitetura, o que mais chama atenção são as linhas geométricas que formam o teto do terminal 1, o maior do mundo, inspirados nas formas da cidade e suas cores.

  • Imagem: Projeção artística/shigerubanarchitects
    Projeção artística/shigerubanarchitects
    Imagem: Projeção artística/shigerubanarchitects

    Aeroporto Monte Fuji Shizuoka, Japão

    As plantações de chá nas cercanias do Monte Fuji, em Shizuoka, serviram de inspiração para a construção do novo terminal de passageiros do aeroporto local. O telhado todo ondulado na cor verde imita a paisagem da região, enquanto no interior a armação em madeira aparente remete a grandes barris de madeira. O projeto só foi aprovado no ano passado e as obras ainda nem começaram. Mas pela projeção já dá para se imaginar chegando ao Japão tendo o Monte Fuji como paisagem.

  • Imagem: Projeção artística/dubaiairports.ae
    Projeção artística/dubaiairports.ae
    Imagem: Projeção artística/dubaiairports.ae

    Al Maktoum International, Emirados Arabes

    O Aeroporto Internacional Al Maktoum passou a receber voos em 2013, com capacidade para até 7 milhões de passageiros por ano. Mas é de Dubai que estamos falando, onde um projeto nunca é simples assim. É só uma parte do Dubai World Center, um complexo de 140 km² de área que, além do aeroporto, inclui centros de logística, comercial, residencial e um gigantesco campo de golfe. É praticamente uma nova cidade vizinha a Dubai. E o aeroporto também deve crescer, acompanhando os sonhos megalomaníacos dos sheiks árabes, tornando-se o maior do mundo quando estiver completo, depois do ano 2020, com capacidade de mais de 220 milhões de passageiros por ano.

  • Imagem: Projeção artística/Zaha Hadid
    Projeção artística/Zaha Hadid
    Imagem: Projeção artística/Zaha Hadid

    Aeroporto Internacional Beijing Daxing, China

    No ano de 2019 uma grande estrela deve ocupar uma área de 2.680 hectares do distrito de Daxing, a 46km de Pequim. É o novo aeroporto da capital chinesa, que deve aliviar a carga do atual aeroporto da cidade, o Beijing Capital International Airport, que já funciona acima de sua capacidade. O objetivo é que comece a operar com capacidade para 45 milhões de pessoas por ano, subindo para 100 milhões a longo prazo. O arrojado modelo atual poderia ser ainda mais ousado, já que um dos projetos contemplava que todos os terminais fossem subterrâneos.

  • Imagem: Projeção artística/La Guardia
    Projeção artística/La Guardia
    Imagem: Projeção artística/La Guardia

    La Guardia, EUA

    Inaugurado no longínquo ano de 1939, o tradicional aeroporto de La Guardia, um dos três que atende a região metropolitana de Nova York, vai mudar de cara. Reconhecido como o melhor do mundo ainda nos anos 60, hoje é alvo de reclamações e piadas dos usuários, acostumados com os constantes atrasos dos voos. A solução foi botar tudo abaixo, transformando os três terminais em um único, grande e moderno terminal. É estimado um investimento de US$ 4 bilhões na construção, que só deve ser concluída em 2021.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo