Viagem

Brigas, boneca inflável e até cobra: os bafões dentro de aviões em 2016

Do UOL

22/12/2016 13h41

Viagens aéreas são momentos com alta propensão para gerar inconvenientes. Com frequência, voos atrasam, aeroportos ficam superlotados e passageiros sofrem no ambiente cada vez mais apertado das aeronaves. 

Os problemas, porém, nem sempre terminam depois que as portas dos aviões se fecham e as pessoas se instalam em seus respectivos assentos, prontas para decolar rumo ao destino de férias de seus sonhos.

Em 2016, o interior dos aviões foi palco de casos bizarros envolvendo homens embriagados, brigas com a participação de pilotos e até uma cobra que apareceu a bordo, em pleno voo. Houve, também, algumas situações extremamente engraçadas dentro das aeronaves.   

Abaixo, veja alguns dos momentos mais malucos que ocorreram durante viagens aéreas neste ano. 

  • Imagem: Aero Icarus/Creative Commons
    Aero Icarus/Creative Commons
    Imagem: Aero Icarus/Creative Commons

    Assalto ao carrinho de bebidas

    Em fevereiro deste ano, uma aeronave da empresa Pegasus Airlines que viajava entre Istambul e Roma teve que sair de sua rota por causa de uma confusão criada a bordo por cinco passageiros bêbados. Os viajantes teriam entrado na aeronave já embriagados e, durante o voo, assaltaram o carrinho de refeições, pegando bebidas alcoólicas e comida sem a autorização dos tripulantes.

    Aos serem cobrados pelos comissários de bordo, eles se recusaram a pagar pelos itens e começaram a xingar os funcionários da Pegasus. A confusão foi tão grande que o piloto resolveu pousar a aeronave na cidade bósnia de Sarajevo, que fica perto da rota entre Istambul e Roma. Depois da aterrissagem, a polícia local prendeu os cinco homens, todos de nacionalidade turca.

  • Briga entre piloto e passageiro

    Em 2016, um piloto da American Airlines se atracou com um passageiro bêbado que empurrou uma comissária de bordo da empresa em pleno avião. "Você não vai colocar as suas mãos na minha aeromoça", gritou o comandante, depois de jogar e dominar o agressor no chão. De acordo com o site News.Com.Au, o rapaz começou a atacar tripulação quando a aeronave, vinda do Kentucky, pousou na Carolina do Norte, nos Estados Unidos.

    Antes da cena que aparece no vídeo acima, ele teria ameaçado quebrar a mandíbula de uma comissária e chutado a perna de outro. O brigão, porém, não conseguiu se desvencilhar do domínio do piloto e foi preso logo depois do avião abrir as portas.

  • Pernalonga a bordo

    No último mês de setembro, um comissário da companhia Southwest Airlines resolveu quebrar a rotina do procedimento de pouso e anunciou a chegada da aeronave à cidade de Chicago, nos Estados Unidos, de uma maneira diferente: imitando a voz do Pernalonga e de outros personagens do desenho animado "Looney Tunes". "O que é que há, velhinhos? Aqui é o Pernalonga. E em nome desta companhia aérea, a Southwest Airlines, gostaria de lhes dar as boas-vindas a Chicago", diz ele, reproduzindo a voz do famoso coelho ouvida na versão em inglês do desenho. E a piada não se limitou ao Pernalonga.

    O profissional da Southwest ainda imitou a voz em inglês de outros personagens do "Looney Tunes", como o Patolino e o Piu-piu. Toda a encenação durou mais de dois minutos e parece ter entretido muitos dos passageiros a bordo, já que é possível ouvir a risada de vários deles ao fundo. O discurso termina com o famoso "That´s all, folks!" ("Isso é tudo, pessoal!"), que encerra os desenhos do "Looney Tunes". Veja o vídeo acima.

  • Imagem: Reprodução/Facebook
    Reprodução/Facebook
    Imagem: Reprodução/Facebook

    O piloto e a boneca inflável

    No mês de agosto, um piloto da companhia aérea Air New Zealand apareceu nas redes sociais brincando com uma boneca inflável em pleno avião. Em uma das fotos, que viralizaram em mídias como o Facebook e o Instagram, ele aparece beijando o brinquedo erótico. Em outra, a boneca inflável está sentada no assento do copiloto.

    Na época, em um comunicado ao site de notícias neozelandês Stuff.co.nz, um dos mais importantes do país da Oceania, uma porta-voz da Air New Zealand se disse "chocada" com estas imagens. "Nós sempre esperamos o máximo de respeito e profissionalismo de nossos funcionários", afirmou ela. "São comportamentos que não apenas quebram nossos códigos de conduta, mas também vão de encontro à mais básica decência", criticou a porta-voz.

  • Cobra no avião

    Cobras dentro de um avião são um cenário de pesadelo perfeito para filmes de terror. Mas uma situação assim ocorreu de verdade durante uma viagem aérea no México em novembro deste ano. O réptil apareceu sobre três assentos de uma aeronave da companhia Aeroméxico que viajava entre Torreón e a Cidade do México. Muitos viajantes filmaram a cena e os vídeos viralizaram na internet.

    O animal foi logo capturado pelos tripulantes da companhia aérea com a ajuda de cobertores e, depois da aterrissagem, entregue a um centro de controle de animais da capital mexicana. A cobra não seria venenosa, mas não se sabe como ela entrou na aeronave.

  • "Trollando" a aeromoça

    Apesar de importantíssimas, as instruções de segurança que precedem todo voo não costumam captar a atenção dos passageiros. Essa realidade, porém, foi quebrada a bordo de uma aeronave da companhia aérea russa Aeroflot em julho deste ano. Enquanto explicava o uso das máscaras de oxigênio, uma aeromoça foi interrompida por um grupo de viajantes, que urravam a cada movimento que ela fazia.

    A comissária começou a rir com a brincadeira e mal conseguiu seguir com seu trabalho: cada nova instrução era seguida pelo coro dos viajantes, o que fazia a aeromoça cair ainda mais na risada. Não se sabe a origem dos passageiros brincalhões, mas é possível ouvi-los falando espanhol no final do vídeo acima. A brincadeira gerou críticas de alguns internautas. Um deles escreveu no YouTube: "Se esse avião estivesse em alguma situação de emergência, esses passageiros não teriam ideia do que fazer".

  • Imagem: Dante Ramos/Twitter
    Dante Ramos/Twitter
    Imagem: Dante Ramos/Twitter

    A passageira mais inconveniente do mundo?

    Você entra no avião, senta em seu assento e, na hora de curtir um filminho no sistema de entretenimento de bordo, aparece um enorme rabo de cavalo tapando a tela na sua frente. Chato? Não. Muito chato. Isso aconteceu em março deste ano e a vítima do cabelo inconveniente foi um colunista do "Boston Globe", um dos principais jornais dos Estados Unidos.

    Ele tirou uma foto da cena, postou-a em seu Twitter (junto com um texto, direcionado à moça, que dizia "você inventou uma nova maneira de ser horrível a 10 mil metros de altura") e a imagem viralizou (muitos internautas sugeriram que o jornalista deveria ter cortado o rabo de cavalo da mulher). A passageira, porém, acabou removendo seu cabelo da frente da tela do assento de trás.

  • Imagem: Laurent Errera/Creative Commons
    Laurent Errera/Creative Commons
    Imagem: Laurent Errera/Creative Commons

    Pouso na cidade errada

    Uma situação para deixar qualquer passageiro irado aconteceu com um avião da companhia malaia AirAsia X, que saiu da cidade australiana de Sydney com direção a Kuala Lumpur, na Malásia, mas, por uma falha do piloto durante o processo de decolagem, entrou em uma rota aérea errada, fazendo com que o jato fosse parar em Melbourne, também na Austrália. O comandante foi avisado sobre seu equívoco pelo controle de tráfego aéreo de Sydney logo depois de decolar e identificou que havia se enganado ao configurar o sistema de navegação do avião antes do voo. O piloto decidiu retornar ao aeroporto de Sydney, mas, devido a uma piora nas condições climáticas no local, foi impedido de fazê-lo.

    A solução foi direcionar o jato para a cidade de Melbourne, que fica a menos de duas horas de voo de Sydney e de onde a jornada poderia ser reorganizada. O avião da AirAsia X, que podia levar 350 passageiros, ficou três horas parado no aeroporto desta cidade australiana. O voo, por sua vez, chegou à capital malaia com seis horas de atraso. O incidente ocorreu em 2015, mas foi só neste ano que o Departamento de Segurança de Transportes da Austrália divulgou um relatório completo sobre o ocorrido, em que conclui que o piloto foi o culpado por toda a confusão.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Viagem

Topo